12 dicas para fazer Inbound Marketing do jeito certo

Já falamos várias vezes por aqui sobre comportamento do consumidor e sobre como as pessoas estão cada vez mais saturadas de informação e propaganda. O famoso clichê “compre de mim” já não funciona mais e as marcas precisam perceber e reagir a esse movimento.

O Inbound Marketing é uma prática que vem ganhando muita representatividade como uma excelente ferramenta para auxiliar os funis de vendas das empresas. É preciso que, cada vez mais, assumamos uma postura mais ativa de vendas. O departamento comercial é o coração de qualquer empresa, de nada adianta um bom produto se você não estiver estruturado para oferecê-lo muitas vezes e para o maior número de pessoas.

Nesse sentido, precisamos buscar a melhor forma de oferecer esse produto em um cenário tão saturado. É aí que entra o Inbound Marketing, na lógica das Love Brands, onde a empresa se esforça para ganhar a atenção, a permissão de comunicar ao seu cliente, ao invés de comprá-la. Assim os ganhos são exponenciais, começando pelo fato de que o relacionamento desenvolvido entre marca e consumidor é crucial para que haja a fidelização, que a longo prazo faz muita diferença.

Grandes nomes de e-commerces nacionais costumam falar sobre a importância da aquisição do cliente, ao invés da venda em si. Precisamos trabalhar para conquistar o cliente, para que ele compre conosco sempre que precisar de determinado serviço ou produto.

Parece o melhor do cenário, não é mesmo? Mas como conseguir a fidelização? Qual a melhor forma de fazer Inbound Marketing?

Confira as dicas que preparamos para você acertar em cheio e decolar as vendas da sua empresa:

  1. Defina seu funil de vendas desde o primeiro momento. Saiba quais são as suas metas de clientes e quantos leads você precisa no topo do funil para alcançar esses resultados.
  2. Jamais direcione o seu lead para uma página institucional do seu site. Crie landing pages com gatilhos mentais que auxiliarão o usuário a tomar a decisão o mais rápido possível
  3. Faça testes A/B na sua landing page dividindo entre elas o tráfego. Teste todas as opções de formatação da comunicação possível para ver qual converterá melhor.
  4. Não tenha pressa para vender. Uma das principais lógicas do Inbound Marketing é a reciprocidade. Ofereça conteúdo gratuito até que o usuário sinta-se “em dívida com você”.
  5. Tenha produtos de diferentes valores para facilitar a venda. Comece oferecendo algo grátis e vá aumentando conforme o nível de relacionamento criado com o seu lead.
  6. A comunicação certa para a pessoa certa. Seja o mais específico possível e mostre a pessoa que aquele conteúdo foi enviado exclusivamente para ela, evite mensagens genéricas.
  7. Jamais invista todo o seu orçamento em uma fonte de tráfego única. Diversifique os esforços e veja quais mídias tem os maiores custo X benefício.
  8. Responda rapidamente os seus leads. Mostre-se aberto para ajudar e abra as portas para as oportunidades. Quanto mais rápida a resposta, mais “quente” estará o lead.
  9. Crie um canvas com as “dores” da sua persona e direcione toda a sua comunicação para sanar os seus problemas. Crie conteúdos relevantes e irresistíveis para reter a sua audiência.
  10. Esteja atento para modificar os seus anúncios, landing pages e e-mails automáticos o tempo todo. Avalie as métricas e vá ajustando a estratégia.
  11. Saiba exatamente quanto custa o seu lead mais qualificado e o quanto o mesmo pode trazer de retorno. Calcule o ROI (retorno sobre investimento) de cada esforço de mídia.
  12. Analise minuciosamente todas as suas métricas. Saiba quais os perfis da sua lista que mais convertem e foque nessa persona nas próximas campanhas.

Essas são as 12 dicas mais valiosas pelas quais você deve se atentar ao trabalhar com Inbound Marketing.

Lembre-se que nessa lógica de Inbound Marketing é essencial delimitar exatamente quem é a sua persona (cliente ideal) em todos os aspectos para acertar em cheio a sua comunicação. Sua isca digital deve ser uma oferta irresistível. Sugerimos um e-book grátis, infográficos ou vídeos explicativos, por exemplo.

Depois que você captar esses leads, poderá nutrir essa audiência com conteúdo gratuito relevante a fim de gerar empatia e reciprocidade. Após monitorar a recepção do conteúdo enviado, você pode avaliar o nível de consciência do consumidor de acordo com os conteúdos que o mesmo já consumiu (e-mails abertos, por exemplo) e então enviar um vídeo de vendas!

O seu lead com certeza estará muito mais receptivo a avaliar a sua oferta depois de passar por todo esse funil.

E você, já trabalha com Inbound Marketing? A sua estratégia está alinhada com as 12 dicas fundamentais que falamos aqui?

Me conte aqui nos comentários!

Deixe seu Comentário

Posts Recentes

O que a V4 faz?

A V4 é uma Assessoria de Marketing Digital que aprimora e potencializa o seu processo de vendas pela internet.

Diferente de muitas agências, que usam parte do valor que você investe em mídia para a própria remuneração, nós não agenciamos nada. Na V4, não há conflito de interesses. Nosso foco absoluto é gerar resultados para os nossos clientes.

Contamos com mais de 80 escritórios por todo Brasil, com especialistas treinados para diagnosticar o momento do seu negócio e aprimorar as ações de marketing digital, para você vender mais

São mais de 8 anos de atuação e mais de R$ 12 milhões investidos em marketing digital. Neste período, já ajudamos desde grandes marcas como Spotify, W12, Wizard, até pequenas academias de bairro.