9 erros de e-mail marketing [comuns e chatos] que você deve parar de cometer - V4 Company
Artigos

9 erros de e-mail marketing [comuns e chatos] que você deve parar de cometer

Seja porque você envia muitos e-mails ou cria conteúdo chato, cometer alguns erros de e-mail marketing pode ser fatal para os resultados de sua campanha. Nesses casos, quando você erra sua empresa pode perder dezenas de negócios (ou seja, deixar de ganhar bastante dinheiro).

Marcas no mundo inteiro descrevem seus programas de e-mail marketing com relatórios bem-sucedidos, indicando um ROI médio de 42:1. Ou seja, a cada R$ 1 investido, R$ 42 voltam como retorno.

Entendeu agora o que eu quis dizer quando falei que você pode deixar de ganhar bastante dinheiro?

O e-mail marketing continua sendo um dos principais métodos para os proprietários de empresas engajarem os clientes regularmente. Na verdade, pesquisas apontam que o e-mail ainda é significativamente mais eficaz de adquirir clientes do que as mídias sociais.Mais de 294 bilhões de e-mails são enviados diariamente, o que significa que todas as manhãs você acorda e verifica sua caixa de entrada e provavelmente verá muitos e-mails não lidos.

Pensando apenas nisso, você pode cometer o erro de achar que com tantas mensagens ninguém abre nenhum e-mail e que por isso, é uma perda de tempo investir nessa estratégia. Se você estiver pensando nisso, recomendo que você volte e leia essa introdução novamente, principalmente quando citamos um ROI médio de 42:1.

Mas como alcançar esses números?

Como ser um e-mail aberto e LIDO em meio a tantos outros na caixa de entrada?

É sobre isso que se trata esse artigo.

Na verdade, aqui vamos buscar essas respostas apresentando o que não fazer. Afinal, isso é tão importante quanto o que fazer, não é mesmo?

Então, a seguir acompanhe os 9 principais erros de e-mail marketing que você deve EVITAR a qualquer custo.

É urgente que você pare de fazer essas besteiras, listadas abaixo. Caso contrário vai continuar culpando a ferramenta de um erro que é seu.

9 grandes – e pequenos – erros de e-mail marketing e como evitá-los

Apesar das muitas opções para engajar os clientes, as empresas não desenvolvem diariamente campanhas de e-mail marketing adequadas.

Aqui estão 9 dos maiores erros de e-mail marketing que você deve evitar ao enviar mensagens para seus clientes.

Limitar esses erros pode ajudar você a transformar seus e-mails em vendas.

1. Não se envolver e querer vender muito

Ao enviar e-mails para seus clientes, é importante entender a razão pela qual você está fazendo isso.

Provavelmente, você quer tirar algo deste relacionamento, seja um aumento de vendas ou gerar tráfego no site, entretanto, você ainda precisa promover – e estreitar – essa relação.

Se todos os e-mails se concentrarem em vender seus produtos, seus clientes acabarão desativando o recebimento de suas mensagens ou simplesmente não abrindo seu e-mail.

Tente encontrar um equilíbrio entre o conteúdo relevante e as ofertas de produtos.

Por exemplo, se você possui uma loja de hardware, talvez possa enviar um boletim semanal com dicas para concluir melhor os projetos em casa ou no local de trabalho.

Intercalados com este conteúdo regular, você pode mostrar itens novos ou relevantes de seu portfólio.

Compartilhar dicas e ideias permite envolver os clientes por meio do marketing de conteúdo.

Ao fazer isso, você pode reforçar sua posição como um especialista do setor, além de ganhar confiança e construir um relacionamento com os clientes.

Isso levará a taxas de abertura de e-mail marketing mais altas, além de taxas de conversão aprimoradas.

Veja um exemplo abaixo de um e-mail enviado pela Hubspot que oferece um conteúdo rico para sua persona: um ebook.

Erros de e-mail marketing

2. Não otimizar para celular

De acordo com um relatório de 2017, 54% dos e-mails são abertos em um dispositivo móvel.

Mas isso não é tudo.

Mais de 40% dos usuários de dispositivos móveis verificam seus e-mails 4 ou mais vezes por dia!

Quer você use as plataformas mobile para ler e-mails ou gerenciar contatos de clientes, o celular veio para ficar. Se o seu e-mail não estiver otimizado para esses sistemas, independentemente da relevância da sua mensagem, as pessoas não poderão lê-la.

No entanto, a otimização de imagens em e-mails é apenas uma parte do processo de marketing mobile. A segunda parte volta ao propósito do email marketing; direcionar o tráfego para o seu site e então converter.

Mantenha todo o processo o mais fácil possível.

Certifique-se de que os leitores possam concluir as ações desejadas, como se inscrever em um seminário online ou concluir uma compra, também utilizando o smartphone!

Todo o processo deve ser pensando para o usuário mobile, também.

Erros de e-mail marketing

Fonte: SuperOffice

3. Não construir seu banco de dados

Esse aparece como o 3º entre os erros de e-mail marketing, mas é onde tudo começa.

A primeira exigência para uma estratégia de e-mail marketing é ter pessoas para enviar a mensagem.

Comece com uma lista de contatos existentes e cresça a partir daí.

Há muitas estratégias de captação de leads para você poder criar sua lista de e-mail:

  • você pode importar contatos do LinkedIn;
  • fornecer um campo de inscrição de e-mail em seu site;
  • usar o botão de apelo à ação em sua página do Facebook;
  • criar uma landing page com conteúdo rico ou benefício claro para os usuários, e mais.


Faça o que fizer, não compre listas de email; não vale a pena o dinheiro.

Os provedores de serviços de e-mail não gostam quando você usa listas compradas, e as pessoas que você contacta por e-mail não têm ideia de quem você é.

A chave para o engajamento de e-mail marketing é alcançar aqueles que, de alguma forma, expressaram que querem ouvi-lo.

4. Enviando e-mails baseados somente em imagens

Mais um dos erros de e-mail marketing simples de serem evitados e que inclusive vão tornar a prática do envio, mais rápida e mais barata é parar de usar apenas imagens nas suas mensagens.

Apenas 33% dos assinantes de email têm imagens ativadas por padrão. Isso significa que seu e-mail será exibido como uma caixa longa e vazia e não poderá ser lido por até 67% da sua lista de e-mail.

Há momentos em que e-mails somente de imagens fazem sentido. Se você vende produtos visuais, como roupas ou viagens, usar uma imagem apenas com base em e-mail pode ser a escolha mais óbvia.

Os dois exemplos abaixo estão com imagens não ativadas. O exemplo à esquerda é um e-mail que é somente imagem, enquanto a imagem à direita tem 50% de imagem e 50% de texto. Qual você acha que é mais fácil de ler?

Erros de e-mail marketing

Fonte: SuperOffice

Os e-mail que contém apenas texto têm uma taxa de cliques 40% mais elevada do que os e-mails de imagem. Se você usa imagens, repita tudo em um texto simples para que os leitores possam agir.

Você pode obter mais dicas sobre como criar o modelo perfeito de e-mail marketing com nosso artigo; “► 10 segredos, Checklist e dicas: como fazer Email Marketing”.

5. Evitar a segmentação de clientes

O marketing é muito mais eficaz quando a mensagem é direcionada.

Informações demográficas como sexo e idade são um bom começo, mas uma segmentação comportamental mais profunda baseada em dados, como hábitos de compra, oferece ainda mais valor aos clientes e maior eficácia para o marketing.

Atender às necessidades de cada cliente é crucial.

Pense no processo quase como um e-mail marketing individual.

Os clientes querem sentir que são importantes e não são apenas mais um assinante da sua lista. Incluir saudações personalizadas em cada e-mail é um bom ponto de partida.

6. Não ter apelos claros à ação

Seus e-mails devem servir a um propósito. Se você quer que seus clientes considerem comprar um produto ou segui-lo no Instagram, deve haver um apelo à ação para que ele faça isso.

É importante ser claro sobre o que você está procurando dos clientes; caso contrário, você está apenas preenchendo sua caixa de entrada.

Decida o que você quer que o destinatário faça, chame a atenção dele para essa ação – na forma de um grande botão em negrito ou [algo] similar – e permita que a ação seja realizada com o menor número de cliques possível.

Atenção: não exagere distribuindo CTAs por seu e-mail. Você não quer sobrecarregar ou confundir seus destinatários. Um botão grande e chamativo é o suficiente. O lead vai saber o que fazer.

Se você está pedindo a seus assinantes para comprar vários produtos, se inscrever para outra lista de e-mail, postar uma foto no Instagram, apoiar uma causa e sete outras coisas, é provável que você frature seu público em diferentes funis de conversão.

O resultado?

Você tem 100 pessoas realizando 10 ações diferentes, em vez de ter 100 pessoas realizando uma ação.

7. Ignorando considerações de GDPR

Quando as mudanças no GDPR entraram em vigor, o mundo do email marketing mudou.

Para cumprir com o GDPR, as empresas precisam demonstrar que os clientes optaram por receber e-mails.

Talvez mais direto ao ponto, mesmo que não seja ilegal sob a lei real no Brasil, esse e-mail é visto como spam pela maioria das pessoas e por todos os provedores de caixa de entrada de e-mail, o que significa que você estará sujeito à “lei do filtro de spam “.

8. Criando linhas de assunto chatas

Um dos aspectos mais cruciais de uma campanha de e-mail bem-sucedida é a linha de assunto.

Entretanto, linhas de assunto chatas ou que não fazem nada para atrair o lead, estão entre os erros de e-mail marketing mais comuns.

Quase 50% dos consumidores dizem que a linha de assunto é o que os compele a abrir um email.

Sua linha de assunto é sua primeira impressão.

Você precisa chamar a atenção de alguém o suficiente para que ele abra seu e-mail, mesmo que você não seja um nome reconhecido em sua caixa de entrada.

Há muitas maneiras de usar uma linha de assunto, mas, no final, você precisa ver o que funciona melhor para seus assinantes.

O melhor conselho que podemos dar é:

  • tentar coisas novas (você pode usar uma estratégia com testes AB para todas as partes de seu e-mail marketing);
  • medir o sucesso da sua taxa abertura;
  • repetir o que funciona.

Como regra geral, mantenha-o:

  • casual;
  • conversacional;
  • pessoal;
  • criativo.

Precisando de mais ajuda com esse aspecto? Leia nosso artigo exclusivo; A ciência por trás dos assuntos de email marketing”.

9. Não Automatizando seu e-mail marketing

Uma maneira fácil de evitar esses erros de e-mail marketing é inserir em sua estratégia um software de automação de marketing, que seja capaz de, ao mesmo tempo:

  • automatizar sua estratégia;
  • personalizar sua comunicação.  

Com sua base de leads crescendo você sabe que não será capaz de monitorá-los e realizar uma gestão de leads eficiente sem a ajuda da tecnologia.

Seria necessária uma sala inteira de profissionais enviando e-mails para cada lead, sendo que cada um está em uma fase do funil de vendas, tem um interesse, um problema, um perfil…

Ao mesmo tempo, que fazer essa gestão sem a ajuda da tecnologia, não fazer nada fará você perder força competitiva e diminuir suas vendas.

Como falamos acima, o ROI de e-mail marketing é alto, então o investimento necessário para ter ao seu lado uma ferramenta eficiente irá se pagar mensalmente, com os negócios realizados.  

Faça o que fizer, prepare-se para o sucesso, evitando os erros comumente mencionados neste artigo. Quando você toma o tempo para lidar com seus esforços de marketing por e-mail da maneira certa, as recompensas chegarão.

Evitando erros comuns e seguindo as diretrizes legais, você coloca sua empresa em posição de colher os benefícios do marketing por e-mail.

Uma dica final: Agora que você aprendeu quais erros de e-mail marketing evitar, e tem dicas eficientes em mãos, lembre-se sempre de construir seu fluxo de automação de e-mails de acordo com suas personas (mais uma vez o software acima irá te ajudar) e considere sempre entregar o valor que elas esperam da sua empresa!

Esse post foi escrito pela  LAHAR, um software de automação de marketing robusto com essas e muitas outras funcionalidades para tornar sua estratégia de e-mail marketing muito mais eficiente, com ROI elevado.

Entre em contato com a nossa equipe e descubra o que podemos fazer por você e sua empresa.

marketing-e-vendas

Rumenig Pires

Editor de vídeo e redator na V4 Company. Mestre em Comunicação, formado em Comunicação Digital.

Mais posts

Follow Me:
LinkedIn

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo