Growth Hacking : o que é e como usar ao meu favor

Quem está sempre em busca de novas técnicas de marketing digital para alavancar seu negócio provavelmente já ouviu ou está familiarizado com o Growth Hacking

Pode parecer um termo complexo, mas na verdade é um conceito acessível. Ele busca traçar um conjunto de estratégias, baseadas em dados, para solucionar problemas de uma empresa e impulsionar o seu crescimento

Primeiramente, o que diferencia essa de outras estratégias do marketing é a forma em que ela é aplicada e os profissionais responsáveis por pensá-las. Ou seja, para crescer usando o Growth Hacking, é preciso experimentar, pensar além, buscar soluções criativas e, claro, estar focado no problema a ser resolvido. 

Assim, é indispensável que você saiba o que é essa técnica e como usá-la ao seu favor. E nós vamos entender melhor isso a seguir.

O que é Growth Hacking?

É um conjunto de técnicas, estabelecidas após análise de dados, com a finalidade de propor novas estratégias escaláveis, sustentáveis e que possam ser repetidas para expandir um negócio. Essas novas soluções se dão por meio de testes, ou marketing de experimentos, como diria o próprio Sean Ellis. 

Por isso, para pensar nestas estratégias, colocá-las em prática e ter a liberdade de experimentar é necessário uma equipe formada por Growth Hackers. Afinal, são esses profissionais que buscam soluções inovadoras, não ficam em sua zona de conforto, e têm perfis diferentes, do mais criativo ao mais analítico.

Aliás, você sabe de fato o que é marketing digital? Temos um conteúdo especial para você!

Como surgiu o Growth Hacking?

O empreendedor americano Sean Ellis, hoje CEO da GrowthHackers, passou a notar e se interessar por empresas que estavam apresentando um rápido crescimento. Com isso, suas análises demonstraram que todas elas tinham pontos em comum que resultaram em um crescimento acelerado. 

Dessa forma, em 2010 o empresário publicou um artigo em seu blog intitulado “Find a Growth Hacker for Your Startup. Esse pode ser traduzido como “Encontre um Hacker de Crescimento para a sua Startup”. 

Tal publicação dizia que as empresas que ele havia analisado desenvolveram diferentes técnicas de marketing, baseadas em dados, que melhoraram o índice de acerto em suas estratégias. Assim, o resultado foi o crescimento do negócio, o que ele passou a denominar de Growth Hacking. 

Funil do Growth Hacking

Agora que já sabemos o que é Growth Hacking e também quem são os Growth Hackers. Agora, chegou o momento de entender outro conceito: o funil do Growth Hacking, também conhecido como Funil Pirata.

Diferente do funil de vendas – ou de conversão – tradicional que conhecemos, o Funil do Growth Hacking não tem seus estágios tão bem demarcados. Sendo assim, essa característica possibilita que algumas fases andem juntas e se complementem. 

Estágios do Funil do Pirata:

Uma curiosidade sobre o Funil do Pirata, é que ele foi nomeado dessa forma, pois as iniciais dos seus estágios (em inglês) formam a sigla AARRR, algo parecido com uma expressão utilizada por piratas.

Conheça cada uma das etapas desse funil:

Estágios do Funil do Growth Hacking:

  • Acquisition (aquisição): como sua marca é conhecida. Fase dedicada a pensar em estratégias para atrair o público. Na prática, são ajustes na imagem que você quer que as pessoas tenham do seu negócio. 
  • Activation (ativação): o primeiro contato com as pessoas. Fase para pensar em como proporcionar uma boa primeira experiência a seus clientes ou clientes em potencial. Conhecida como “momento AHA”, quando o usuário tem um primeiro contato positivo com sua solução. Esta é uma das melhores estratégias de conversão;
  • Retention (retenção): a quantidade de público que você está retendo. Fase para analisar e traçar estratégias com o intuito de criar um vínculo mais profundo com os clientes convertidos na fase anterior, e compreender os motivos da perda de pessoas que não chegaram a esta fase;
  • Revenue (receita): Estágio de análise da receita gerada até aqui, quando os seus clientes já estão pagando o seu serviço. Como fazer cada pessoa gerar mais receita;
  • Referral (indicações): estágio em que sua marca se torna referência e o cliente indica para outras pessoas.

Como aplicar o Growth Hacking 

Com tantos conceitos, definições e novos termos, pode parecer complicado aplicar estas práticas de crescimento. É, de fato, algo que exige tempo e dedicação, mas já demos o primeiro passo! 

Assim como qualquer outra coisa nova, aprender já faz parte do plano de ação, continue lendo e entenda mais sobre como usar o Growth Hacking para crescer.

Estude e prepare sua estrutura

Implementar o Growth Hacking em um negócio exige uma estrutura que suporte o crescimento acelerado, pois irá gerar um aumento de demanda. Para isso, é preciso que os processos estejam muito bem estabelecidos e estruturados para dar conta do novo fluxo.

Além disso, é necessário criar um ambiente favorável à criação e experimentação. Growth Hackers precisam de espaços em que se sintam confortáveis e com liberdade para fazer experiências. 

Salientando que nesse processo, é necessário ouvir o que os colaboradores têm a dizer. Uma comunicação interna eficiente e direta permite entender quais são os pontos fortes e os pontos fracos do negócio.

Entenda seu cliente e crie o funil do Growth Hacking

Esse é o momento de colocar em prática o que aprendemos acima sobre o Funil do Pirata. Ou seja, entender o seu cliente, como ele se comporta em cada estágio do funil é fundamental para o sucesso da estratégia. 

Dessa forma, com uma estrutura pronta para encarar o aumento de demanda, é hora de entender quem são os demandantes. Assim, analise todos os dados disponíveis sobre os seus clientes e utilize-os para traçar estratégias de atração, retenção e conversão.

Nesta etapa, é preciso um perfil analítico para entender os dados e quais são os problemas que eles indicam. Além de criatividade para buscar soluções inovadoras, espaço para experimentar diferentes hacks. Ao final do processo, chega o momento de analisar o que funcionou ou não.

Nesse sentido, tendo em vista os resultados anteriores e aprendizados adquiridos, você aumenta as suas possibilidades de obter sucesso usando o Growth Hacking ou qualquer outra estratégia de marketing digital.

Como a V4 faz uso e enaltece esse conceito

Aplicar o Growth Hacking exige uma busca constante por melhorias de processos. Assim, quando realizada da maneira correta, gera crescimento constante de um negócio. É uma técnica desafiadora, distinta do marketing tradicional. 

Nós da V4 Company fazemos uso de estratégias de Growth Hacking diariamente, buscando novas soluções, sempre com criatividade, e com  foco na inovação e nos resultados. Com isso, temos entregas assertivas e que nos auxiliam a conquistar o nosso objetivo: ajudar os nossos clientes a  vender cada vez mais.

Assim, resumidamente, a principal ideia do Growth Hacking é explorar, experimentar e aprender com os resultados. Growth Hackers são profissionais que testam e colocam em prática soluções alternativas.

Seu negócio está preparado para pensar além do tradicional? Conheça o Método V4 descubra o seu diferencial no mercado.

Deixe seu Comentário