A Importância da Análise de Dados na Gestão de E-commerce

Falar de estratégias de marketing e crescimento do mercado digital e não falar de análise de dados é um grave erro para qualquer pessoa que faz gestão de e-commerce.

Os dados estão, cada vez mais, movendo as decisões de empresas de qualquer porte, que os utilizam para gerar insights e tomar decisões mais assertivas, se baseando em informações reais em vez de achismos.

Todavia, analisar dados não é algo tão simples, tendo em vista que a quantidade de informações presentes nos relatórios de qualquer ferramenta, hoje em dia, confunde a cabeça de quem não sabe organizar as informações.

Da mesma forma que dados isolados não são informações, uma grande quantidade de dados reunidos em um relatório são uma armadilha para quem costuma trabalhar com números e não com informações.

Pensando nisso, preparamos este artigo para te auxiliar na sua gestão de e-commerce, utilizando a análise de dados como forma de gerar mais vendas e fortalecer o seu posicionamento digital.

O que é análise de dados?

Entender esse termo de forma literal traz compreensões ambíguas, o que acaba fazendo as pessoas caírem em algumas armadilhas dos relatórios das ferramentas de marketing.

Vamos supor que você está fazendo a sua gestão de e-commerce e solicita um relatório das mídias sociais ao time de marketing. Dentro desse relatório, existem muitas métricas, mas quais devem ser analisadas?

Alcance, impressões, cliques, CTR, conversões, quantidade de anúncios, visualizações em um vídeo, são tantos dados que podem gerar uma confusão na cabeça de quem os está analisando.

A análise de dados de verdade segue uma linha onde os dados são filtrados de acordo com o objetivo da análise, tornando a interpretação facilitada e a tomada de decisão guiada pelas informações mais relevantes.

Entendendo o que são os dados dos relatórios

Ao reunir informações sobre os diferentes canais que são utilizados para potencializar o e-commerce, os dados apresentados nem sempre são compreendidos.

Pensando nisso, vamos separar as principais informações que estão presentes nos relatórios das ferramentas para que você entenda o que significa cada dado e possa filtrar de acordo com o que é relevante para determinada análise.

Mídias sociais

  • Alcance: quantidade de pessoas alcançadas pelas publicações, anúncios, stories ou qualquer conteúdo publicado na página da empresa;
  • Impressões: quantidade de vezes que determinada publicação apareceu para as pessoas. A quantidade de impressões será sempre igual ou maior que o alcance, significando que apareceu 1 ou mais vezes para as pessoas impactadas;
  • Cliques: no caso de anúncios, este dado representa a quantidade de cliques que determinado criativo obteve durante o período que está sendo analisado;
  • Engajamento: quantidade de interações que o anúncio obteve. Esta interação pode ser visualizar o vídeo, curtir, comentar, salvar, compartilhar, entre outras ações do usuário;
  • CTR (Click Through Rate): refere-se à taxa de clique do seu anúncio, calculada pela divisão do número de cliques pela quantidade de impressões e multiplicando o resultado por 100%;
  • Conversões: número de conversões realizadas através de determinado anúncio ou campanha. A conversão é definida durante a configuração da campanha, podendo ser cadastro, compra, adição ao carrinho, entre outras.

Site/loja virtual

  • Visualizações de página: quantidade de páginas visualizadas durante determinado período;
  • Sessões: quantidade de sessões iniciadas pelo usuário no seu site. Uma nova sessão é contabilizada quando o usuário fecha o navegador, abre novamente e acessa o seu site, por exemplo;
  • Usuários: número de pessoas que acessou o seu site durante o período analisado;
  • Taxa de rejeição: porcentagem de pessoas que aterrissou em uma página do seu site, não executou ação alguma e saiu;
  • Tempo médio de visualização de página: tempo médio que as pessoas ficam em cada página dentro do site (sessões caracterizadas como rejeitas não contabilizam tempo de página);
  • Páginas/visita: quantidade média de páginas que os usuários acessam a cada visita ao seu site;
  • Conversões: quantidade de conversões realizadas no site. As conversões são configuradas de forma personalizada e podem ser cadastros, vendas ou acesso a determinada página. Tudo depende da forma como o administrador configura a plataforma.

E-mail marketing

  • Envios: quantidade de pessoas que a campanha foi enviada;
  • Entrega: quantidade de pessoas que receberam o e-mail (podendo ser na caixa de entrada ou no spam);
  • Abertura: quantidade de pessoas que abriram o e-mail;
  • Cliques: quantidade de vezes que os leads clicaram no e-mail. Aqui, vários cliques por um mesmo contato são contabilizados;
  • Bounce rate (taxa de retorno): porcentagens de endereços de e-mail que não aceitaram a mensagem e a mesma retornou.

Por que fazer análise de dados?

Existem muitos motivos para gerar relatórios e analisa-los antes de tomar qualquer decisão. A competitividade do mercado reduziu a margem de erros, portanto, as decisões precisam ser cada vez mais assertivas.

Assim como o marketing, a gestão de e-commerce é uma ciência que precisa levada a sério. Por isso, os dados são extremamente importantes para garantir um desempenho satisfatório da sua loja virtual.

Dentre os muitos benefícios da análise de dados para a sua loja, podemos destacar:

  • Conhecimento do cliente e validação da persona: analisar o comportamento do usuário dentro da sua loja é importante para entender se o público atingido é o correto, assim como compreender se a persona está de acordo com o público que está efetivando as compras;
  • Previsibilidade: analisar os dados da forma correta permite que você faça uma análise preditiva com base em dados anteriores. Você pode projetar a próxima campanha de natal analisando os dados da campanha passada, por exemplo.
  • Análise de sucesso das ações: saber se determinada campanha foi um sucesso ou um fracasso também depende dos dados. Se as metas foram definidas, a análise será importante para identificar o cumprimento ou não dos objetivos estabelecidos;
  • Crescimento dos resultados: se é possível analisar histórico e fazer o cruzamento com as campanhas que foram realizadas, fica ainda mais fácil entender o que deu certo, o que não deu e projetar as próximas ações, focando sempre no crescimento do e-commerce.

Como agrupar os dados para gerar insights?

Essa é a grande pergunta, principalmente para quem está começando a fazer gestão de e-commerce. Organizar os dados é uma tarefa crucial para que a análise seja relevante e as decisões sejam mais assertivas.

Definindo o objetivo da análise

O primeiro passo é, sempre, definir o objetivo da análise, para que esta tenha um norte e seja direcionada para o que o gestor espera. Por exemplo, pode-se fazer uma análise das mídias sociais para verificar engajamento.

Uma outra análise pode ser feita nos acessos ao e-commerce, visando entender qual o comportamento do usuário dentro do site. Cada objetivo definirá as informações mais relevantes e o período a ser analisado.

Selecionando as informações

Após definir o objetivo, selecionar as informações será mais fácil. É importante que o gestor defina quais serão os dados mais relevantes e, caso queira, também pode definir dados secundários, para complementar a verificação.

A seguir, elencamos alguns tipos de análises básicas de um e-commerce, para exemplificar a seleção de métricas durante uma verificação.

Comportamento dos visitantes 

Visando entender o comportamento dos visitantes dentro do site, o gestor pode analisar dados como:

  • Páginas mais acessadas;
  • Quantidade de páginas por visita;
  • Canais de origem;
  • Fluxo de visualização das páginas;
  • Dados demográficos.

Desempenho de anúncios de conversão

Em uma campanha de anúncios no Facebook, os dados mais relevantes a serem selecionados pelo gestor são:

  • Conversões;
  • Custo por conversão;
  • Cliques.

Ferramentas úteis na análise de dados para gestão de e-commerce

Trabalhar com gestão de e-commerce e marketing digital é conviver com várias ferramentas que executam papéis distintos, porém, que geram informações relevantes para tomadas de decisão do negócio.

Algumas das ferramentas possuem diversas atribuições e geram relatórios detalhados, enquanto outras servem única e exclusivamente para monitoramento de páginas e geração de relatórios.

Google Analytics

A principal ferramenta de monitoramento do Google, indispensável para qualquer site, blog ou e-commerce. O Google Analytics fará um monitoramento completo do comportamento de cada visitante e armazenará as informações.

Por ser extremamente completa e fornecer todos os dados possíveis do usuário, o Analytics acaba se tornando um pouco complexo para quem não está familiarizado com os dados e com a sua interface.

Entretanto, a própria Google oferece cursos e certificações sobre a ferramenta, para que o seu uso seja otimizado e as análises se tornem cada vez mais completas.

Facebook ads

A ferramenta de anúncios do Facebook apresenta os dados de forma clara e facilitada para quem faz gestão de e-commerce. Com o objetivo ser amigável para qualquer usuário, sua interface é personalizada de acordo com a campanha.

A seleção de métricas para a realização da análise é feita de forma automática, de acordo com o objetivo das campanhas que estão sendo veiculadas. Sendo assim, qualquer usuário pode acessa-la e visualizar os dados de forma fácil.

RD Station Marketing

Com relatórios simplificados e amigáveis para o usuário, o RD Station permite que análises de comportamento do consumidor no site sejam feitas, assim como análise de desempenho de palavras-chave no SEO da loja.

Outro fator importante são as funcionalidades de criação de e-mails e páginas com a geração de relatórios integrados, que também são importantes na análise completa dos canais de marketing.

Conclusão

A análise de dados na gestão de e-commerce, assim como em qualquer área do marketing digital, é indispensável e determinante para o futuro das lojas virtuais na internet.

Realizar análises detalhadas, concisas e assertivas é fundamental para que o negócio seja lido de forma mais fácil e novas decisões sejam tomadas. Organize a sua equipe e as ferramentas, reúna os dados e comece a análise!

V4 Company

⭕ Quer o acompanhamento da V4 Company para obter resultados para a sua EMPRESA e faturar MUITO? Então acesse: 👉 QUERO TER ASSESSORIA DA V4 Company.

⭕ Quer atuar com uma carteira de clientes pronta e ser parceiro da V4 Company? Trabalhe em Home Office tendo todo suporte de profissionais que atuam com Marketing Digital há anos com a FRANQUIA da V4! Fale com um executivo de vendas então: 👉 QUERO SER UM FRANQUEADO V4 Company.

⭕ Mas se você quer conhecer a Formação CIENTISTA DO MARKETING, aumentar seus conhecimentos e trabalhar com Marketing Digital utilizando o Método V4, então acesse: 👉 QUERO SER UM CIENTISTA DO MARKETING.

Deixe seu Comentário

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email