7 dicas de marketing digital que você aprende com o BBB 22

O Big Brother Brasil é um dos programas mais populares no país. Mas além de atrair público e manter todos envolvidos no jogo, o BBB também pode trazer várias dicas sobre marketing digital

Com toda a exposição e destaque que o reality show proporciona, quem sabe aproveitar boas estratégias pode ter ainda mais destaque. E claro, conquistar o apreço do público e gerar engajamento é algo essencial para ter sucesso ao fim do programa. 

A grande virada de chave: o BBB 20

Ao falar sobre as estratégias de marketing no BBB, precisamos pontuar o grande case de sucesso que foi a edição de 2020. Foi neste ano que o reality show passou por uma mudança que trouxe tantos resultados positivos. 

Na 20ª edição, além dos participantes anônimos que já eram comuns nas versões passadas, o programa contou com um elenco de famosos e influenciadores. Ou seja, pessoas que já possuíam seguidores e eram conhecidas pelo público. 

Com inovações no formato e dinâmica do jogo, várias ações contribuíram ainda mais com o engajamento do público. Para se ter ideia, a edição ficou marcada com números surpreendentes em questão de audiência, recorde de votações e publicidade. 

O paredão protagonizado por Manu Gavassi, Felipe Prior e Mariana Gonzalez ganhou um certificado do Guinness World Record com a maior quantidade de votos em um programa. Foram mais de 1,5 bilhão de votos. 

O programa ainda registrou uma audiência diária de 37 milhões de pessoas, considerando as pessoas que assistiram pela TV aberta e pelo streaming, no Globo Play. A final do reality teve a maior audiência desde a edição de 2010.

Inclusive, uma das ações patrocinadas pela C&A rendeu um aumento de 340% de tráfego orgânico para o e-commerce da marca. 

1- Marketing de Influência para marcas

Uma das dicas de marketing digital que podemos aprender com o BBB 22 e as duas edições anteriores, é sobre o marketing de influência. A ideia por trás dessa estratégia é justamente a confiança que pode existir entre uma pessoa pública e seus seguidores. 

Essa forma de divulgação não é exatamente nova. Afinal, as marcas já costumam trabalhar em parceria com pessoas famosas que podem testar os produtos e estampar alguma propaganda. 

Por meio das redes sociais, esse tipo de ação ganhou ainda mais possibilidades com os influenciadores e seus seguidores. Inclusive, por esses influencers atuarem em nichos bem demarcados, seja na moda, cosméticos, cuidados com a saúde e afins. 

Dessa forma, no caso do BBB, essas ações chegaram em outro patamar. Isso porque, ao utilizar qualquer tipo de produto, os participantes do programa contam com um alcance nacional e não só aquele determinado por uma rede social. 

Não é à toa que os participantes já pensam em publicações nas redes sociais conectadas com o que utilizam dentro da casa. 

Um dos exemplos é da participante Linn da Quebrada. Ao utilizar um look em uma das festas do programa, sua equipe liberou em seu Instagram uma foto com esse mesmo look e creditando os profissionais envolvidos na produção. 

Look de Linn da Quebrada para festa no BBB 22

Ou seja, temos uma ação de marketing totalmente coordenada, que integra a imagem da participante e os produtos, dentro e fora da casa. 

Além disso, marcas como a Avon, já investiram em ações na atual edição. Afinal, temos uma forma de divulgação para o público com os participantes utilizando cosméticos e maquiagens. 

2 – O impacto da TV nas redes sociais

Outra boa dica de marketing com o BBB é o impacto que o programa possui nas redes sociais. Esse é um fator que não só auxilia na questão de audiência e popularidade do reality, como também na imagem das pessoas confinadas. 

Isso porque, o público não só assiste ao programa pela TV e streaming, como também utiliza as redes sociais para comentar. Ao mesmo tempo, há pessoas que começam a seguir os perfis dos participantes para ter ainda mais proximidade. 

Na 22ª edição, toda a repercussão do programa nas redes sociais já começou no dia em que foram anunciados quem eram os participantes, conhecido como Big Day. A lista dos confinados foi divulgada durante a programação da TV Globo. 

De forma imediata os comentários nas redes sociais começaram e a hashtag do BBB 22 obteve mais de 312 mil menções no Twitter. Sem falar em todo o engajamento com publicações sobre cada participante e as expectativas por trás de suas presenças.  

Além disso, após as divulgações dos nomes, os novos participantes já começaram a ganhar mais seguidores, inclusive, os do grupo “Pipoca” que não eram famosos ou influencers. 

No Instagram, Jessilane entrou para o reality com uma média de 10 mil seguidores, e logo na estreia já contava com mais de 350 mil seguidores. O participante Lucas possuía por volta de 6 mil seguidores e na estreia já contava com mais 170 mil seguidores. 

E claro, ao falar sobre o BBB e engajamento nas redes sociais não podemos esquecer do fenômeno da Juliette Freire, da edição de 2021. 

Instagram de Juliette Freire

Além de bater recordes de engajamento enquanto estava na casa, atualmente a paraibana possui mais de 33 milhões de seguidores no Instagram.

3 – A importância do Personal Branding 

O Personal Branding é outra estratégia de marketing que pode funcionar muito bem no BBB. Afinal de contas, o reality show oferece muitas possibilidades para seus participantes além do prêmio de R $1,5 milhão. 

O fortalecimento de uma imagem é um deles. Assim, o Personal Branding é uma forma de atribuir ainda mais valor para a imagem pessoal de alguém. O que também influencia diretamente na percepção do público

Jade Picon, uma das participantes dessa edição, é um dos exemplos de como o BBB pode abrir ainda mais oportunidades para quem já é conhecido. A influencer de 20 anos já trabalhava com publicidades nas redes sociais focando no público jovem.

Ainda, desenvolve outros projetos e até mesmo tem sua própria marca de roupas. Atualmente, ela possui 18 milhões de seguidores no Instagram. E o que o BBB pode oferecer a ela? Ainda mais notoriedade e alcance para sua imagem.

Instagram de Jade Picon ao atingir 18 milhões de seguidores

Se pararmos para pensar, mesmo sendo bem sucedida, antes do BBB a influencer ainda era mais conhecida entre o público jovem e entre quem costuma acompanhar influenciadores. Agora, em um programa de alcance nacional, mais pessoas podem conhecê-la. 

Do mesmo modo, vivendo em uma casa vigiada a todo momento, Jade tem a oportunidade de mostrar ainda mais da sua personalidade. Ou seja, também é uma forma de compartilhar mais sobre ela para o público e seus seguidores.  

4 –  Destruir uma marca é mais fácil do que construir

Quem entrou no Big Brother Brasil de 2022, provavelmente já sabe como é importante tomar certos cuidados com a imagem. Isso porque, além de ajudar a promover uma pessoa, o efeito contrário também é possível. 

Dessa forma, algum participante que já possuía fama e era popular, como os do Camarote, podem acabar prejudicando toda a sua imagem. Qualquer deslize dentro da casa, com o Brasil todo assistindo, pode atrapalhar facilmente uma carreira. 

Até porque, na última edição tivemos um desses exemplos. Karol Conká já era conhecida por seus trabalhos como rapper e produtora, e por todo seu posicionamento sobre a representativa negra e feminismo.

No entanto, uma oportunidade que poderia alavancar ainda mais a carreira de Conká trouxe grandes mudanças para a vida da artista. Após polêmicas e brigas com outros participantes ao longo da edição, ela foi eliminada com 99,17% dos votos.

Já que é pra tombar: Karol Conká sai com 99,17% dos votos no BBB21
Eliminação de Karol Conká com quase 100% de rejeição

Esse foi, inclusive, um recorde de rejeição no programa. Com isso, a imagem de Karol Conká ficou totalmente prejudicada e a artista teve vários shows, programas e contratos cancelados. 

Portanto, os participantes da nova edição viram na prática como o comportamento e decisões que tomam dentro da casa vão impactar totalmente aqui fora. 

5 –  O fenômeno Tadeu Schmidt

A figura do apresentador é outro fator importante quando falamos no marketing do BBB. Afinal de contas, estamos falando da pessoa que é “a cara” do programa e será responsável por conduzir parte das interações. 

Nesta edição, temos Tadeu Schmidt como a figura a frente do reality. Por anos, Schmidt esteve como apresentador do Fantástico e também responsável pelos quadros relacionados aos esportes.

Novo apresentador do 'BBB22', Tadeu Schmidt vibra com anúncio - Purepeople
Tadeu Schmidt a frente do BBB 22

 Dessa forma, no BBB 22, os participantes e o público têm a oportunidade de acompanhar um novo lado do jornalista e apresentador. Inclusive, um lado que já está chamando a atenção e rendendo muitos elogios a Schmidt. 

Os discursos de eliminação sempre foram algo significativo no programa, em que seus apresentadores sempre puderam explorar diferentes construções, analogias e narrativas. E os Tadeu Schmidt já estão repercutindo na internet. 

Os discursos do apresentador já renderam elogios por parte do público e outros famosos que fizeram questão de comentar nas redes sociais.  

Mas algo que realmente chamou a atenção de todos, foi na noite em que Schmidt anunciou o resultado de um paredão em libras. A atitude, muito representativa, não só surpreendeu o público como também gerou reconhecimento com a comunidade surda. 

Assim, a presença do apresentador ao longo da edição só tende a conquistar cada vez mais o público e reforçar a imagem do programa. 

6 – A força do storytelling

Uma das estratégias de marketing para ajudar uma marca a criar uma conexão com o público e gerar engajamento é o storytelling. O BBB é um grande exemplo de programa que usa esse artifício para gerar engajamento. 

No Big Brother, temos várias pessoas fechadas dentro de uma casa e criando relações. Como também estamos falando de jogo, é claro que além das diferenças pessoais as estratégias de cada um podem gerar atritos. 

Dessa forma, acabam-se criando narrativas, seja entre os grupos ou participantes. O público que está acompanhando o programa espera o desenrolar da história, e assistir como cada pessoa irá se portar ali dentro. 

Entenda a ciência de contar storytellings que vendem

Cada participante tem a oportunidade de entrar no reality show, mostrar um pouco de si e de sua história pessoal. Ao longo do jogo, cada pessoa cria novas histórias de acordo com o contexto e podem ganhar ou não a afeição do público que assiste. 

Como público, nos envolvemos com essas histórias, definimos os nossos preferidos e até mesmo participamos ativamente de votações para tornar alguém vencedor. 

É justamente essa narrativa que mantém o público atento e engajado no que está rolando dentro da casa. 

Mas outro grande exemplo de storytelling no programa foi a estratégia usada por Manu Gavassi no BBB 20. A equipe da cantora liberava vídeos previamente gravados que se relacionavam com as situações que ela vivia dentro da casa. 

Assim, se Manu fosse líder, já tinha um conteúdo pronto para interagir com o público e que fazia alusão ao acontecimento. Logo, toda a narrativa estava conectada, unindo algo que acontecia dentro da casa com posts nas redes sociais.  

7 – O foco nunca é a venda, mas sim o engajamento

Uma dica de marketing muito interessante que o BBB pode trazer é a importância do engajamento com o público. 

Mesmo que um participante não ganhe a edição, dependendo das estratégias que ele utilizar pode ter bons resultados ao final da edição. Ao reforçar a imagem dentro do programa, ele pode ganhar várias oportunidades no mercado depois. 

Ou seja, apesar de não ganhar o tão cobiçado prêmio, o reality show vai além com todas as chances de divulgação que oferece. Cada pessoa pode sair da casa com ainda mais opções de trabalhos, parcerias e divulgação para fazer. 

Gil do Vigor, participante da edição de 2021, não venceu o jogo, mas após deixar a casa conseguiu ser garoto propaganda de várias campanhas. Ele chegou a trabalhar com marcas como o Santander e a Motorola.  

Brasiiiiil': Gil do BBB21 faz parceria com marca de alimentos e vira Gil da  Vigor - Jornal O Globo
Campanha da Vigor em parceria com Gil

Ou seja, os participantes da atual edição podem aproveitar o tempo em confinamento para trabalhar suas imagens. Mas claro, também é importante ter engajamento com o público com a estratégia de comunicação enquanto estão lá dentro. 

A cantora Naiara Azevedo é uma das pessoas que souberam trabalhar o engajamento por meio de memes. Enquanto ela ainda estava na casa, sua equipe já atualizava as redes sociais com posts em tons de humor.

Conclusão

Depois de todas essas dicas, foi possível perceber como o BBB é um programa que pode ensinar muito sobre estratégias de marketing, não é? O programa não só conta com um prêmio atrativo, mas como uma boa oportunidade de visibilidade para as pessoas. 

Nas edições encontramos exemplos de marketing de influência, personal branding e vemos como um programa de TV pode impactar nas redes sociais. 

Ao fazer parte do BBB, os participantes têm a oportunidade de trabalhar sua imagem, gerando divulgação e engajamento com o público. 

Deixe seu Comentário

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email