Como Atrair mais Matrículas para Faculdade

Você já parou para pensar como as universidades captam alunos para os seus vestibulares e processos seletivos? O que as fazem atrair mais matrículas e faturarem mais com os estudantes dos seus cursos?

Em alguns casos, temos instituições que já estão situadas em determinada cidade há muito tempo, o que acaba fortalecendo a marca e sendo uma característica importante para a captação de estudantes.

No entanto, também existem casos de instituições novas, que recém abriram as suas portas e, mesmo assim, conseguem chamar a atenção dos alunos e fazerem um ciclo de matrículas repleto de turmas lotadas.

Assim como qualquer outro segmento de mercado, o sucesso nas vendas das instituições de ensino passa por campanhas de marketing executadas de forma assertiva, captando o interesse do público-alvo e convertendo-o no tempo certo.

Acontece que esse conhecimento nem sempre está dentro da realidade da universidade, o que torna necessária a busca por players especialistas que possam trabalhar em conjunto com a instituição e entregar resultados.

Esse foi o caso da Meneghetti Universidades, do estado do Rio Grande do Sul, que é um dos nossos principais cases de sucesso no nicho educacional e que vai ser a base para o conteúdo deste artigo.

Com o objetivo de entregar algumas orientações sobre como você pode realizar as ações de marketing para atrair mais matrículas, utilizarei alguns exemplos de ações executadas com a Meneghetti e que surtiram efeitos positivos.

Siga a leitura e aproveite esse caso que é, sem dúvidas, um dos mais interessantes do nicho aqui dentro da V4.

Como Atrair Mais Alunos Para Universidade Utilizando Marketing Digital

O que levou a Meneghetti universidades a procurar pelo serviço de Assessoria de Marketing da V4?

Antes de falarmos sobre o que foi efetivamente executado durante as campanhas da Meneghetti para atrair mais matrículas, é extremamente relevante entender o cenário da universidade antes do trabalho com a V4.

Ações de marketing já eram realizadas

Apesar de não possuir um corpo mais robusto nas ações, a universidade já realizava algumas campanhas de marketing, principalmente com conceitos básicos do marketing digital.

Tais ações tinham os seus resultados, porém, existia um anseio por algo a mais, uma iniciativa que pudesse entregar ainda mais matrículas e que atingisse os resultados esperados para a captação de novos estudantes.

A virada de chave foi na preparação para a campanha de inscrições para o vestibular de verão de 2019, quanto a Meneghetti Universidades procurou a V4 e firmou a parceira em busca de aumentar as matrículas on-line.

Os principais problemas enfrentados

Dentro das ações de marketing, uma das principais dificuldades relatadas pelo cliente durante os alinhamentos iniciais com a V4 foi com o fato de não saber como atingir o público ideal para a captação de alunos.

Apesar de saber qual seria a sua persona, não se sabia exatamente como atingir o público correto e de que forma realizar a comunicação para se aproximar da audiência e melhorar o relacionamento com o objetivo da matrícula.

Essa dificuldade acabou prejudicando os resultados e mostrando à gestão da universidade que seria necessário o auxílio de especialistas que trabalhassem em conjunto para alcançar resultados ainda maiores.

Existia um objetivo bem definido

A procura pela V4 se deu por conta de um objetivo muito bem definido e que precisava ser alcançado: aumentar as matrículas on-line para o vestibular de verão de 2019.

Ter o objetivo bem definido foi um fator fundamental para o sucesso do trabalho, uma vez que a V4 já sabia exatamente o que o cliente esperava do seu trabalho e de que forma o mesmo iria sentir o sucesso das campanhas.

Um anseio pelo trabalho de remarketing

Além da necessidade de aumentar as matrículas on-line para o vestibular, a gestão da universidade sentia que precisava trabalhar melhor o remarketing com as pessoas que estavam interagindo com os seus canais digitais.

Apesar de possuir uma certa quantidade de visitas no seu site e nas suas páginas, não se sabia exatamente de que forma esse público poderia ser aproveitado e como os conteúdos da universidade poderiam ser entregues.

Com isso, surgiu a necessidade de implementar algumas melhorias nos canais, incluindo estratégias de captação de leads, além de criar rotinas de comunicação para a entrega desse conteúdo para os contatos coletados.

Fatores que fizeram o trabalho com a V4 atrair mais matrículas para a Meneghetti

A parceria firmada entre a V4 e a Meneghetti Universidades foi um sucesso desde os primeiros meses de trabalho. Isso porque existiam duas empresas totalmente dispostas a alcançar os objetivos.

De um lado, o cliente estava com os seus problemas expostos e totalmente aberto a resolvê-los, com um objetivo muito bem definido. Do outro lado estava a Assessoria, pronta para entregar o aspecto técnico para o atingimento das metas.

A seguir, vamos falar sobre o que foi implementado que realmente deu certo durante o trabalho, tanto nos aspectos técnicos quanto no relacionamento entre cliente e Assessoria.

Relacionamento próximo

O primeiro ponto, que foi um grande diferencial do trabalho, foi a relação de proximidade estabelecida entre o especialista de marketing e a universidade.

Dessa forma, as campanhas eram veiculadas e todas as necessidades levantadas pelo cliente eram atendidas de prontidão pelo parceiro assessor. Isso é fundamental para que a velocidade se mantenha e os resultados apareçam.

Utilização de dados já coletados da forma correta

Uma das dificuldades da Meneghetti na realização das ações para atrair mais matrículas era a leitura e utilização dos dados que eram coletados com as ações de marketing.

Apesar de já possuírem uma base de dados rica de informações, não se sabia exatamente como utilizá-la. O que a V4 fez foi captar essas informações e destiná-la para as campanhas da forma correta.

Um trabalho de marketing de resultado trabalha com o que chamamos de data-driven, ou seja, possui todas as suas decisões baseadas em dados. Dessa forma, a assertividade das ações é muito maior do que quando baseadas em achismos.

Visitantes do site, seguidores, pessoas que interagiam com anúncios e publicações, toda essa audiência foi trabalhada, segmentada e impactada pelas ações das campanhas de marketing.

Trabalho com um público muito específico

No caso desse cliente, o trabalho era realizado em torno de 5 cursos de graduação, para um público que estava muito restrito. Dessa forma, algumas conclusões já poderiam ser tiradas.

Naturalmente, o custo por lead desse público tenderia a ser um pouco mais elevado, já que a restrição de público dificulta o trabalho da ferramenta de anúncios de executar testes e aprender com eles.

Para solucionar esse problema, utilizamos públicos um pouco mais abrangentes, visando mostrar os produtos disponíveis par ao público. A partir das interações e do engajamento das pessoas, o trabalho mais específico era iniciado.

Em vez de despender esforços mais agressivos com um público abrangente ou extremamente segmentado, o que tornaria as campanhas mais caras e menos produtivas, escolhemos dar um passo a mais.

Os conteúdos iniciais serviram como uma espécie de filtro, enquanto os conteúdos agressivos foram direcionados para o público que já demonstrava maior interesse pelos conteúdos iniciais.

O pixel foi um importante aliado

Quando o trabalho foi iniciado, alguns ajustes precisaram ser executados na instalação do pixel nas páginas do site da Meneghetti. No entanto, após esse ajuste, muitos dados foram gerados a partir dos acessos ao site.

Naturalmente, esses dados serviram como base para as tomadas de decisão, que como explicamos anteriormente, foram majoritariamente data-driven, ou seja, guiadas por dados.

Desta forma, conseguimos mapear quem eram as pessoas que acessaram o site e começamos a trabalhar estratégias de remarketing com elas, um dos desejos do cliente que ainda não era explorado da melhor forma possível.

Acompanhamos as métricas e nos aproveitamos delas

No caso específico do trabalho com a Meneghetti, percebemos que o CPM (Custo por Mil Impressões) estava extremamente baixo. Isso aconteceu porque, apesar de ser um público restrito, a concorrência era muito baixa.

Isso fazia com que os anúncios da universidade aparecessem para a grande maioria das pessoas, vencendo todos os leilões e exigindo menos investimento para aparecer.

Por outro lado, o CPL (Custo Por Lead) foi mais elevado, principalmente por conta da especificidade do público, que exigia um esforço maior da ferramenta de anúncios para encontrar as pessoas certas que tinham real interesse.

Conseguiu perceber a diferença? Apesar de ser fácil de mostrar os anúncios, não era tão simples encontrar as pessoas corretas.

Essas informações foram fundamentais para que a comunicação fosse acertada e fosse possível atrair mais matrículas. Como citado algumas vezes neste artigo, os dados guiaram o sucesso deste trabalho.

Porém, é importante salientar que este caso de CPM e CPL foi específico para a Meneghetti, para a sua universidade você deve coletar seus próprios dados e analisa-los de forma específica.

O objetivo do exemplo é exatamente mostrar o poder que os mesmos têm na hora de guiar uma tomada de decisão.

Conclusão

Assim como a Meneghetti, muitas vezes as instituições de ensino já estão realizando ações de marketing e já coletam boas quantidades de dados, mas não sabem como usá-los para atrair mais matrículas.

Se você possui essa necessidade e deseja escalar os resultados da sua instituição de ensino, entre em contato conosco por meio de alguns dos nossos canais e entenda como nós podemos transformar os resultados da sua universidade.

V4 Company

Potencialize suas vendas com o método que vem transformando o marketing digital. Saiba mais sobre como a V4 Company pode ajudar o seu negócio.

Clique aqui

Deixe seu Comentário

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email