Loja de Roupa: Como Crescer as Vendas no Varejo

Essa é a pergunta de muitos empreendedores neste momento crítico que estamos vivendo. Como fazer crescer as vendas no varejo se nossos clientes não podem se dirigir as nossas lojas físicas?

A resposta está em vender pela internet. Sim! Eu disse vender por meio da internet e não necessariamente na internet. Divulgar a sua loja no on-line, gerando fluxo para a sua loja física também é uma forma de vender.

É nesta filosofia que a V4 Company tem apostado e que conseguiu fazer com que uma loja de varejo conseguisse aumentar seus lucros mesmo em meio a pandemia.

Se você quer conhecer mais a fundo esta estratégia, eu te convido a continuar lendo este artigo.

O que é o varejo?

Para entender melhor como a estratégia utilizada pela V4 para fazer crescer as vendas no varejo, precisamos entender melhor o que é varejo.

O varejo pode ser entendido como o tipo de venda realizada diretamente ao consumidor final, sem que haja intermediários neste processo e as mercadorias são vendidas em quantidades menores, ou seja, por unidades.

Diferente do atacado que, normalmente, vende para pessoas jurídicas e/ou em grandes quantidades.

A quantia vendida no varejo está de acordo com a demanda dos consumidores finais. Tais vendas acontecem em lojas, supermercados, feiras, entre outros. 

A pessoa que compra no varejo busca consumir aquilo que comprou, já no atacado a pessoa busca comprar em grandes quantidades para revender no varejo.

O impacto da pandemia no varejo brasileiro

O varejo enfrentou e vem enfrentando um período muito difícil desde 2020. Com a pandemia, devido ao coronavírus, a rotina de todos os brasileiros foi afetada e atingiu em cheio a economia, principalmente as lojas de varejo.

As pessoas evitam sair nas ruas, além de haver restrições que visam evitar aglomerações de pessoas. Com shoppings e lojas fechadas o impacto negativo no varejo foi enorme.

Sem público para olhar suas vitrines, as empresas que não possuíam um bom capital de giro enfrentaram grandes dificuldades financeiras, chegando, em alguns casos, a fecharem suas portas. 

Pesquisas afirmam que aproximadamente 75.000 lojas encerraram suas atividades em 2020. A crise no setor varejista chegou a, pelo menos, 62% dos lojistas.

Diante deste cenário crítico, é preciso encontrar formas de inovar e fazer com que seu negócio continue vendendo e gerando receitas.

Trabalhar com o digital não significa fazer transações no digital

Como dito anteriormente, é importante apostar em um processo de vendas através da internet, ou seja, utilizar a internet para ajudar a vender mais, mas não necessariamente as transações precisam ocorrer no meio digital. 

Muitas lojas não conseguem fazer essa conversão, principalmente aquelas com tickets mais altos, aquelas lojas que são 100% ponto de venda.

A Lebes, por exemplo, baseia suas vendas nos relacionamentos interpessoais, apostando muito em seu time de vendas para que haja um atendimento de qualidade.

O contato cara a cara ainda é um dos fatores em que a empresa presa muito para reter o cliente, proporcionando a eles uma boa experiência de compras.

Buscam, ainda, constantemente, o crescimento coletivo, o bom relacionamento entre os funcionários e o respeito pelos mesmos e isso reflete de forma significativa no atendimento aos clientes.

Isso mostra o sucesso da empresa que, cada vez mais, vem ampliando os seus negócios e abrindo mais lojas físicas, oferecendo oportunidades de crescimento aos seus colaboradores, fornecedores e parceiros.

A Lebes presa tanto pelo relacionamento interpessoal que, em 2017, inaugurou a primeira Life Store, onde reúne cafeteria, restaurante e farmácia em sua loja.

A intenção é oferecer aos seus clientes um novo modelo de compras, incentivando a sua ida até a loja e oferecendo um espaço onde pudessem obter novas experiências. 

A estratégia da V4 para a Lebes

A Lebes, fundada em 1956, na cidade de São Jerônimo no Rio Grande do Sul, tornou-se uma das principais lojas do comércio varejista do estado. 

Atualmente, está presente em mais de 100 municípios, com 170 lojas espalhadas pelos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, contando com 1 milhão de clientes ativos e três mil funcionários. 

A empresa possui um mix variado de produto, atuando em setores como moda infantil, feminina, masculina, calçados, acessórios, móveis, eletrodomésticos e tecnologia e revolucionou a história do comércio varejista gaúcho.

O que fez a Lebes chegar onde chegou foram as vendas físicas e a internet serve para potencializar o poder de vendas da empresa.

95% do PIB do varejo é, e provavelmente continuará sendo, as vendas físicas. A Lebes é a cliente que possui o processo de vendas através da internet mais completo da V4 Company. 

Em sua campanha de Black Friday de 2020, a Lebes contou com a ajuda da V4 para fazer crescer as vendas no varejo.

A V4 utilizou o on-line para divulgar a Black Friday da Lebes e levar até os consumidores as ofertas disponíveis, mas as compras foram realizadas nas dependências das lojas físicas. 

Foram utilizadas chaves simples, mas que potencializaram muito os resultados da empresa.

Foram considerados 4 aspectos importantes que fizeram do Black Friday da Lebes ser um sucesso em 2020 que são:

Preparação

Na verdade, a campanha foi um Black Month, um mês totalmente voltado para as promoções com diversas ofertas por semana. 

A Black Friday feito, em apenas um dia, geraria aglomerações, o que não seria o recomendado neste período que estamos enfrentando.

Houve um grande foco na produção de conteúdo para divulgar essas ofertas. A produção de conteúdo faz com que o negócio floresça de forma singular e diferente, sem deixá-la rebuscada demais.

Logística

O tráfego para o ponto de venda foi um dos pontos mais relevantes também da metodologia utilizada pela V4 neste processo.

Bem se sabe que o Whatsapp é uma grande ferramenta para atrair clientes. O Whatsapp foi essencial para a Black Friday da Lebes, tanto por meio de grupos como com o contato 1 a 1 com o cliente.  

Com os grupos no aplicativo, foi alcançado o público desejado para atingir o objetivo de fazer chegar as ofertas até os consumidores.

No grupo, foram divulgadas as ofertas e a V4 auxiliou de forma ativa na aquisição de pessoas para o grupo bem como na gestão do mesmo.

Hype/Atenção

Black Friday é um evento já esperado pelos brasileiros. A maioria já sabe que produtos entrarão em oferta neste período, e esperam ansiosos pelo mesmo. Contudo, ainda esperam ser surpreendidos.

É possível sim inovar utilizando uma ideia que aparentemente já está batida. Basta utilizar as estratégias certas.

Com isso, outra estratégia importante utilizada pela V4 para fazer crescer as vendas no varejo durante a Black Friday da Lebes foi o hype, ou seja, a antecipação. É como o trailer de um filme que será exibido no cinema.

Qual o papel do trailer para o cinema? É fazer com que as pessoas fiquem ansiosas pela chegada do filme, não é mesmo? 

Fazer um hype, neste caso, foi levar as pessoas a esperarem muito para a Black Friday da Lebes acontecer. Toda semana era enfatizada esta estratégia para os consumidores.

Para se destacar, foi utilizado a imagem do Rodrigo Faro como garoto propaganda para a campanha. 

Isto foi um ponto que se conectou de forma significativa com o público-alvo, fazendo com que a mesma se destacasse dos concorrentes. Foram publicadas fotos de ofertas todos os dias para despertar o interesse do público-alvo. 

Além do Rodrigo Faro como garoto propaganda, outro foco importante foram os gerentes digitais. A divulgação por meio das próprias lojas também foi fundamental.

Escassez

A escassez também foi outro fator importante utilizado pela V4 para fazer crescer as vendas na Black Friday da Lebes.

Muito utilizada no momento de bombar as vendas, enfatizar que as ofertas possuem estoque limitado e que são destinadas só para aquele momento, a escassez foi uma estratégia crucial para despertar o interesse dos consumidores.

Conclusão

É notório o fato de que a Lebes conseguiu atingir altos patamares devido às suas lojas físicas que sempre priorizaram o bom atendimento e o relacionamento interpessoal entre funcionários e clientes.

Oferecer uma experiência agradável na realização de uma compra trouxe ideias como a Life Store que, sem dúvida, revolucionou o comércio varejista no Rio Grande Sul.

Ir até a loja, experimentar os produtos, tocá-los, ainda é uma experiência única e muito importante para muitos consumidores. Ainda mais se a loja proporcionar conforto em um ambiente agradável e com bom atendimento.

A V4 Company buscou utilizar os 4 pilares que compõe seu próprio nome na estratégia para a Black Friday da Lebes em 2020. Vender o produto, vender para mais pessoas, vender mais vezes e vender pelo maior valor.

Estratégias simples, mas de muita valia, que foram muito bem aplicadas, fez com que a empresa se destacasse diante de suas concorrentes.

Sem dúvidas, a V4 conseguiu fazer história com essa Black Friday junto à família Lebes, deixando sua marca ao fazer crescer as vendas no varejo desta empresa. 

Assim como a Lebes, você também pode ser assessorada pela V4 e começar a vender não pela internet, mas através da internet e ver seus negócios se destacando em meio aos seus concorrentes.

Deixe seu Comentário

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email