GROWTH MARKETING: O Que é?

GROWTH MARKETING

Os termos em inglês estão cada vez mais presentes dentro do mundo de gestão, no entanto, é fundamental que você conheça alguns conceitos principais para que consiga estruturar e escalar o seu negócio de forma saudável.

Ao ler o termo Growth Marketing, é bem provável que você tenha feito algumas associações, tanto por conta da sua tradução quanto por conta de outro termo semelhante: o Growth Hacking.

De fato, a tradução livre de Growth Marketing, marketing de crescimento, fala muito sobre o que o termo representa. Por outro lado, este termo não é exatamente semelhante ao Growth Hacking.

Na realidade, existem conceitos do Hacking que estão presentes no Growth Marketing, porém, a sua ideia principal é diferente, assim como os resultados que devem ser esperados das suas ações.

Entender o seu conceito, os seus objetivos e as diferenças para o Growth Hacking são um início interessante para quem quer transformar o marketing de uma empresa em uma forma real de adquirir receitas.

Se a sua intenção é entender o que é Growth Marketing, quais são os seus objetivos e qual a sua relação com Growth Hacking, certamente este artigo será muito importante para você. Siga a leitura e aproveite.

GROWTH MARKETING: O Que é?

O que é Growth Marketing?

Traduzindo para o português, podemos entende-lo como o marketing voltado para o crescimento do negócio. Na realidade, é exatamente para isso que o Growth Marketing serve.

Para entender melhor o seu conceito, vamos comparar como o mercado costuma realizar a ampliação das suas atividades de marketing e como o marketing voltado para crescimento se comporta.

Como o mercado costuma escalar o marketing?

Quando se fala em escalar o marketing, normalmente a primeira coisa que vem à cabeça é aumentar o investimento nas mídias em geral, visando captar mais público e, assim, escalar o funil de vendas de forma sequencial.

Na teoria, isso parece muito óbvio, porém, na prática as coisas não são tão automáticas assim. Isso porque captar mais pessoas para visitar o seu site ou as suas mídias sociais não significa aumentar a quantidade de leads, por exemplo.

Da mesma forma, isso não é uma garantia de que as suas vendas aumentarão, assim como nada tem a ver com o fato de os seus clientes voltarem a comprar com você ou não.

Portanto, nem sempre as ações de aumento de investimento apenas no topo do funil geram os resultados ideais para um negócio que visa crescimento.

Naturalmente isso funcionará com o tempo, porém, não com o potencial que o negócio possui de escalar utilizando outras técnicas em conjunto com o aumento de investimento.

Como se escalam os resultados com Growth Marketing?

Diferente do convencional, quando se fala em escalar os resultados de uma empresa com Growth Marketing, se pensa no todo. Ou seja, não só o topo do funil será otimizado e melhorado.

Todas as etapas do processo de venda serão beneficiadas, incluindo aquelas que estão depois da primeira venda. Afinal, o que impede um cliente de comprar novamente do seu negócio?

Em suma, o Growth Marketing será o conjunto de ações que possui o objetivo de fazer o seu negócio crescer de forma consistente no longo prazo, gerando relacionamento e fortalecendo a recorrência das vendas.

Além de captar novos adeptos aos seus canais de topo de funil, as ações também terão o objetivo de conduzir mais pessoas pelo funil e atingir as mais ousadas metas comerciais.

Qual a relação entre Growth
Hacking e Growth Marketing?

Essa é a primeira pergunta que surge na cabeça de muitas pessoas, já que quando se lê Growth, se lembra de Growth Hacking, por ser um termo muito mais popular e presente no vocabulário dos empreendedores.

No entanto, existem algumas diferenças entre eles que abordaremos mais à frente. Entretanto, isso não significa que não exista Growth Hacking dentro do seu semelhante no marketing.

A realidade é que ao buscar as melhorias dentro do processo de captação e vendas como um todo, as brechas são encontradas e as melhorias são implementadas constantemente.

No entanto, o objetivo de ambos é diferente. Portanto, precisamos tornar esse entendimento claro para todos que fazem tal associação.

Expectativa de resultados

Ao realizarmos uma melhoria dentro de uma estratégia de Growth Hacking, esperamos resultados a curto prazo. Muitas vezes, as melhorias são percebidas imediatamente.

Já no Growth Marketing, as melhorias são executadas sempre pensando no longo prazo. Ao realizar uma otimização no fluxo de e-mails de uma determinada automação, não se espera gerar vendas imediatas, por exemplo.

Pelo contrário, os resultados são planejados para o futuro, quando um maior número de pessoas acessará tal fluxo (por conta de um possível aumento no investimento em mídia) e a otimização será percebida na taxa de conversão.

Normalmente, o Growth Marketing possui uma visão de negócio, onde as melhorias são implementadas de forma que se alinhem com os objetivos da empresa.

Um prioriza a tecnologia, outro o relacionamento

Quando os processos são analisados e os gargalos são encontrados, as estratégias de Growth Hacking encontrarão soluções, principalmente na tecnologia, para realizar otimizações onde se faz necessário.

Um exemplo é a adoção de uma plataforma de automação de marketing para substituir os envios manuais de e-mails para determinados segmentos da base de contatos.

Por outro lado, o Growth Marketing possui um foco maior no aprimoramento da experiência do cliente como um todo, independente se a adoção de tecnologias se faz ou não necessária.

O mais importante, nesse caso, é se aproximar do cliente (ou possível cliente) e garantir que ele estará cada vez mais próximo de realizar compras, sejam elas novas ou recorrentes.

Principais benefícios da adoção do Growth Marketing

Para os negócios que ainda não adotam estratégias de Growth Marketing nas suas ações de marketing, é fundamental conhecer os seus benefícios para que esta alternativa possa ser considerada.

Naturalmente, para que o Growth Marketing seja implementado, não se faz necessária uma grande mudança dentro da empresa. O que é preciso, realmente, é a adoção de uma mentalidade por parte do time.

O objetivo deve ser sempre gerar mais vendas e atingir metas mais ousadas dentro do time. Independentemente de como isso será feito, o mais importante é buscar o resultado.

Fortalecimento do relacionamento com os clientes

Com o objetivo de gerar experiências e gerar novas vendas dentro dos clientes que já estão na carteira, o Growth Marketing buscará proporcionar experiências únicas aos seus clientes.

Isso fortalecerá o relacionamento destes com a marca, fazendo com que fidelizem mais facilmente com o seu negócio e, além de tudo, possam se tornar verdadeiros promotores da marca.

Geração de resultados mais expressivos

É sabido que gerar receita por meio de clientes que já estão dentro da carteira é muito mais barato do que buscar novos adeptos do absoluto zero. Portanto, a melhoria no relacionamento também impacta os resultados como um todo.

Uma venda para alguém que já é cliente é mais lucrativa, menos desgastante e mais prazerosa, tanto para a empresa quanto para os colaboradores.

Por meio de uma melhoria na jornada do consumidor de forma geral e horizontalizada, os resultados começarão a aparecer mais facilmente. Contudo, é claro, sempre visualizando o longo prazo.

Maior alinhamento com os objetivos da empresa

Com a sua direção apontada sempre para as metas estabelecidas pela organização, o Growth Marketing facilita a sintonia entre os responsáveis pela gestão do negócio e a equipe responsável pelo marketing.

Trabalhar para que o time visualize os objetivos da empresa e busque alcança-los é um excelente método de garantir que o negócio se aproximará ao máximo das suas metas pré-estabelecidas.

Como uma empresa de menor porte implementa o Growth Marketing?

Existe um coringa que é capaz de colocar qualquer campanha de marketing no topo dos resultados: o conteúdo. Porém, além de apenas produzir conteúdo, é preciso fazer isso do jeito certo.

Por conta disso, o Growth Marketing define duas etapas que antecedem a produção de conteúdo e que são igualmente importantes para a obtenção de resultados efetivos para o seu negócio.

O primeiro passo será estudar o público-alvo. Na realidade, o ideal será montar as suas buyer personas, pois serão elas que ditarão o ritmo e as regras para os próximos passos dentro da sua estratégia.

Já o segundo passo será definir os canais em que a sua empresa atuará de forma mais determinante. Escolher alguns canais e dedicar os esforços de maneira concentrada pode te trazer resultados mais eficientes.

Somente depois disso, com as suas diretrizes de personas e canais muito bem estabelecidas, é chegada a hora de criar conteúdo.

Dessa forma, você saberá quais são os melhores formatos e que assuntos deverão ser abordados. Por meio do conteúdo você se conectará com pessoas em todas as etapas do funil e poderá encantá-las a qualquer momento.

Conclusão

Empresas que visam um crescimento de longo prazo, consistente e que seja significativo com o passar do tempo, precisa contar com estratégias de Growth Marketing dentro das suas ações.

Dessa forma, será possível visualizar patamares mais altos para o negócio e para as pessoas, fortalecendo o ambiente interno e garantindo um excelente relacionamento com todos os clientes.

V4 Company

Potencialize suas vendas com o método que vem transformando o marketing digital. Saiba mais sobre como a V4 Company pode ajudar o seu negócio. Clique Aqui para saber mais.

Deixe seu Comentário

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email