Indicadores para Clínicas de Estética – Quais você deve Acompanhar

Quando se fala em negócios locais, principalmente relacionados à beleza humana, algumas análises precisam ser feitas para encontrar os dados corretos. Você sabe quais são os indicadores para clínicas de estética?

O mundo do marketing digital é um verdadeiro oceano de dados e relatórios constantes, que reportam o desempenho de cada ação na internet. Com isso, toda empresa precisa entender exatamente quais dados são relevantes.

Apesar de ser um nicho bem específico, os centros voltados para o tratamento do aspecto estético das pessoas possuem similaridades com outros segmentos, assim como algumas peculiaridades únicas.

Portanto, é fundamental que você possua um alinhamento prévio à sua estratégia de marketing para definir quais serão os indicadores relevantes para cada campanha e como os analisará à medida que o tempo for passando.

Siga a leitura deste artigo e entenda quais são os indicadores para clínicas de estética, qual a relevância de cada um e como você pode analisa-los de forma assertiva para tomar decisões nas suas campanhas de markeitng.

Antes de analisar indicadores, defina objetivos

Em qualquer cenário, a análise de métricas de marketing digital não pode ser tratada de forma isolada, afinal, as situações definem quais informações terão mais relevância no levantamento de dados.

Analisando um cenário fictício de análise de métricas para clínica de estética

Por exemplo, uma clínica de estética, que possui 5 mil seguidores, fez uma publicação e recebeu 200 curtidas. Você acha esse número bom?

Se você chegou à conclusão que sim ou que não, provavelmente você está equivocado, pois o cenário relatado não dá informações suficientes sobre a publicação, seu objetivo ou sequer a média de engajamento da página.

Objetivo definido e mais informações reunidas

Agora, se eu te disser que a página possui 5 mil seguidores, uma média de 50 interações orgânicas por publicação e realizou um post com o objetivo de gerar engajamento, o qual obteve 200 curtidas, 35 comentários e 20 compartilhamentos.

Com um cenário mais detalhado e, acima de tudo, um objetivo definido, é possível entender que as 200 curtidas representaram um bom número, já que superaram, e muito, a média de engajamento da página.

E se o objetivo for outro, as métricas mudam?

No entanto, se esses mesmos dados, para a mesma página, fossem coletados de um post que possuía o objetivo de venda, provavelmente boa parte das informações seriam irrelevantes, já que curtida não paga boleto, não é?

A análise, com o objetivo alterado, seria voltada para o retorno que a publicação gerou. Por exemplo, os 20 compartilhamentos representaram o alcance a mais pessoas, que pode gerar uma adesão de novos clientes.

Além disso, os 35 comentários, que não possuímos mais informações, também podem representar pessoas solicitando valores ou demonstrando interesse real de compra. Isso sim seria uma métrica interessante.

No entanto, a verdade é que a métrica ideal para essa publicação seria a quantidade de vendas que ela gerou, pois esse é o objetivo principal.

Indicadores para Clínicas de Estética - Quais você deve Acompanhar

Quais são os indicadores mais relevantes para clínicas de estéticas?

Para fazer essa análise, vamos supor cenários, onde as estratégias são definidas e as métricas serão definidas de acordo com o objetivo das ações em geral, desde publicações no feed até campanhas de anúncios patrocinados.

Em geral, o grande objetivo das clínicas de estética, ao realizarem um trabalho de marketing digital, é captar clientes e aumentar o faturamento do seu estabelecimento, não é?

Com isso, vamos partir do objetivo final e, com isso, desmembrar alguns indicadores que farão sentido para a nossa análise sobre o sucesso do trabalho de marketing.

Nesse cenário, vamos considerar o objetivo principal como “Aumento de faturamento” e, a partir daí, definir as métricas para clínicas de estéticas.

Faturamento geral

Ao final de um mês, por exemplo, a primeira métrica que deve ser analisada é o faturamento, afinal, esse é o objetivo final do trabalho de marketing. Com isso, deve-se sempre partir do ponto central e ampliar a análise.

Entretanto, como um dos nossos conselheiros, Alfredo Soares, Vice-presidente da VTEX, já relatou em um dos nossos eventos para V4 Partners, o dado de faturamento isolado não é uma métrica, é um controle.

Para transformá-lo em uma métrica, é preciso haver uma comparação com outro período, ou o mesmo período de outro ano. Desta forma, você conseguirá entender se esse faturamento foi abaixo, na média, ou acima do esperado.

Quantidade de vendas efetuadas

Depois de analisar o faturamento, nosso segundo indicador para clínicas de estética é a quantidade de vendas realizadas durante o período. Isso porque, a partir desta informação, é possível obter o ticket médio das vendas.

Vale lembrar que, para realizar essa análise, estamos considerando que a clínica não possui LTV, ou seja, seus clientes não possuem recorrência nos procedimentos realizados.

Caso exista algum LTV e, dentro do faturamento, estejam inclusas mensalidades ou pagamentos que são resultado de conversões anteriores ao período, será interessante separar os dados para se ter uma base do trabalho do período.

Ticket médio

Este é o resultado do faturamento total dividido pela quantidade de novas vendas realizadas. Considerar o ticket médio é importantíssimo para que possamos entender qual é a média de receita por venda.

Esse dado servirá como base para que possamos calcular a lucratividade do negócio e, principalmente, entender qual é a faixa de Custo de Aquisição do Cliente (CAC) que será aceitável para a empresa.

Investimento durante o período

Esta é, obviamente, uma das métricas mais importantes para clínicas de estéticas, tendo em vista que considerando investimentos e receitas, conseguiremos calcular o ROI do período.

Controlar o investimento utilizado e calcular o ROI é fundamental para que você compreenda se o trabalho de marketing está gerando retornos lucrativos para a empresa e ter uma previsão de crescimento do investimento ou não.

ROI (Retorno sobre o investimento)

Como citamos anteriormente, o ROI é gerado a partir de uma relação feita entre o faturamento e o investimento, ambos de um período determinado. Ter ciência do ROI é um conceito básico para qualquer investimento em marketing.

Dessa forma, você poderá entender se as campanhas trouxeram um retorno aceitável ou não para o seu negócio. Em caso positivo, pode-se considerar a hipótese de aumentar o orçamento visando resultados ainda melhores.

CAC (Custo de Aquisição do Cliente)

Citamos este indicador anteriormente, afinal, a análise do CAC é muito influenciada pelo ticket médio. Basicamente, o cálculo do CAC é feito a partir de uma relação entre a quantidade de vendas e o valor investido.

Dessa forma, será possível entender quanto o seu negócio está gastando, em média, para trazer cada cliente e compará-lo com o ticket médio. Esta análise definirá se a operação está sendo lucrativa ou não para a empresa.

LTV (Lifetime Value)

Este é o último indicador que servirá como base para as análises dentro do marketing do estabelecimento. Apesar de ser o último citado, ele não é menos importante, aliás, está entre os mais relevantes para o sucesso de um negócio.

Em suma, o LTV será o cálculo de investimento médio de um cliente dentro do seu negócio. Ou seja, a média de investimento dos clientes dentro de um período de tempo.

Por exemplo, se na sua clínica as clientes costumam realizar tratamentos de 3 meses, pagando uma mensalidade de R$ 150,00, o LTV médio desse público é de R$ 450,00.

Já se você não possui recorrência e os investimentos são feitos, geralmente, de forma pontual, seu LTV será o mesmo que o ticket médio do negócio.

Na prática, tudo o que você quer para aumentar a lucratividade da sua clínica é reduzir o CAC e aumentar o LTV, uma prática que chamamos aqui na V4 de Low CAC High LTV, a fórmula para os negócios mais lucrativos.

É preciso analisar tudo sempre?

Na teoria, sim, pois estes indicadores guiarão as suas tomadas de decisão dentro das estratégias para o seu centro de estética, porém, costumamos falar que ROI, CAC e LTV são os principais indicadores para clínicas de estética.

Isso porque eles resumirão todas as outras informações que também são relevantes. Para obter estes 3 dados, você precisará relacionar as outras informações citadas, facilitando a análise e tornando-a mais assertiva.

Primeiro, obtenha o valor do ROI e compare-o com outros períodos, buscando torna-lo uma métrica mais clara para ser analisada.

A partir disso, considere as informações de CAC e LTV para definir o que pode ser feito para aumentar a lucratividade. Lembre-se que ROIs muito altos são interessantes, mas podem ser um sinal que merece atenção.

Em geral, ROIs maiores de 10 (ou 1.000%) costumam ser um alerta para o negócio de que se mais dinheiro for investido, os lucros podem crescer ainda mais.

Conclusão

Analisar os indicadores para clínicas de estética não é uma tarefa complexa, desde que as pessoas certas estejam envolvidas para tomar as melhores decisões em cima da análise.

De qualquer forma, considerar as informações corretas facilita o trabalho e torna a vida dos profissionais de marketing muito mais fácil, assim como a do dono do negócio, que consegue compreender melhor o trabalho realizado.

Como a V4 Company pode te ajudar?

Nossos especialistas em Marketing podem ajudar a mensurar seus resultados e fazer você vender mais! Clique aqui e saiba mais

Deixe seu Comentário

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email