O que é AIDA? Entenda melhor esse modelo

Se você começou a estudar o que é marketing digital recentemente, já deve ter se deparado com uma série de termos e siglas desse universo. Por isso, vamos falar sobre o método AIDA, um dos diversos conhecimentos compartilhados entre as áreas de vendas e marketing.

Primeiramente, o termo AIDA é um acrônimo das palavras atenção, interesse, desejo e ação. Dessa forma, ele consiste em uma técnica usada para acompanhar o andamento dos leads durante a sua jornada de compra. 

Quer saber como essa metodologia é usada tanto por times de marketing como de vendas? Acompanhe esse conteúdo até o final, pois vamos te explicar tudo o que você precisa saber sobre o modelo AIDA!

As origens do modelo AIDA 

A metodologia AIDA foi criada pelo norte-americano Elmo Lewis em 1889. Lewis desenvolveu esse método com base no comportamento do cliente, e também com a finalidade de tornar o processo de vendas mais objetivo. 

Entretanto, como foi criado no século XIX, o método AIDA tinha como foco anúncios impressos. No entanto, o modelo acompanhou as mudanças ocorridas no marketing e na propaganda, assim sendo uma estratégia popular até hoje entre profissionais de marketing e vendas.

Em resumo, o método AIDA consiste em atrair atenção, manter interesse, criar desejo e obter a ação. 

Acompanhe como funciona cada uma das etapas propostas por esse modelo.

Atenção

Para que você se destaque frente a concorrência, não basta ter o melhor produto ou os melhores vendedores no seu time. Ou seja, é preciso chamar a atenção do seu público alvo. 

É na atenção que o método AIDA começa, e você pode atraí-la de várias maneiras. Dessa forma, o caminho para alcançar o público através do digital, é investir em anúncios, e também em ações de marketing de conteúdo e inbound marketing.

Entretanto, caso o seu negócio conte com um PDV, ou seja, um ponto de vendas, o setor de marketing vai precisar pensar em ações que levem em conta a dimensão física do negócio. Um bom exemplo é o uso do marketing sensorial. 

Interesse 

Após conquistar a atenção do público alvo, você vai precisar manter o interesse dos futuros clientes. Para isso, você precisa mostrar domínio sobre os produtos e serviços que está oferecendo. 

Vamos usar como exemplo para falar de interesse esse texto que você está lendo. Assim, nós conseguimos chamar a sua atenção pelo título da publicação, não é?. Nesse sentido, se você chegou até aqui significa que conseguimos manter você interessado/a no conteúdo que estamos apresentando. 

Para que o cliente continue interessado, mostre que você conhece as suas demandas e necessidades. Além disso, mostre que você sabe como resolvê-las. Para isso, coloque-se no lugar do seu cliente, e pense no que você gostaria de ver e ouvir em uma situação semelhante.

Em termos de conteúdo, nesta etapa você pode investir em landing pages, e-books, playbooks e outros materiais ricos. 

Desejo 

O desejo é a terceira e penúltima etapa do modelo AIDA. Nesta etapa o interesse pela compra vira vontade. 

Para despertar desejo no seu cliente, apresente os benefícios ou soluções que estão sendo ofertados. Além disso, você precisa mostrar para o cliente o seu diferencial em relação à concorrência.

Entretanto, você não deve focar apenas na oferta para atiçar o desejo do cliente. Se você é o vendedor, foque em ouvir o que o cliente tem a dizer ao invés de apenas falar sobre o produto. Para isso, você pode colocar em prática algumas técnicas de Rapport.

Em relação a quais conteúdos apresentar para que o cliente deseje o seu produto, aposte em mostrar os resultados gerados. Para isso, invista em cases de sucesso, entrevistas e depoimentos. Dessa forma, o cliente vai conhecer quem já confiou nos serviços prestados pelo seu negócio.


Ação

Você já atraiu a atenção do cliente, manteve o interesse e despertou o desejo, agora é a hora da ação. É na quarta e última etapa do modelo AIDA que o cliente vai tomar uma atitude. 

Cabe salientar que a ação nem sempre é a compra de um produto. O modelo AIDA pode ser usado para atrair inscrições para um evento, inscrições em um curso entre outras ações.

Os conteúdos produzidos pelo marketing precisam ter CTAs, ou seja, chamadas para ação, realizadas de forma clara. Além disso, é aqui o momento de realizar promoções, oferecer cupons de desconto e vantagens. 

O uso de gatilhos mentais, por exemplo, é uma estratégia usada tanto por vendedores quanto por estrategistas de marketing digital nesta etapa.

Usos do modelo AIDA 

Você pode usar a metodologia AIDA tanto para planejar estratégias de marketing como para conduzir o processo de compra e venda. 

Confira o uso desse modelo por cada área:

O modelo AIDA em estratégias de marketing digital 

Apesar de ser uma metodologia desenvolvida no século XIX, a AIDA é uma técnica que pode ser aproveitada em diversas estratégias de marketing digital

A atenção é um ativo de extrema importância no universo digital. E o modelo AIDA começa exatamente por ela. Para que a conversão aconteça, o primeiro passo é chamar a atenção do cliente. E é nesse mercado da atenção que o marketing digital opera. 

Confira os usos da AIDA no ambiente digital: 

  • Posts nas redes sociais
  • Landing pages 
  • Anúncios
  • Blog post
  • Copies de vendas
  • Vídeos
  • Campanhas de remarketing 
  • Campanhas de e-mail marketing

O modelo AIDA em vendas 

Uma equipe de Inside Sales  pode usar o modelo AIDA ao se comunicar com os prospects. Um vendedor pode aplicar esse método ao conversar com o cliente pelo telefone ou videoconferência, por exemplo, sobre um determinado produto ou solução. 

O que equipes de marketing e vendas precisam saber para aplicar a AIDA?

Agora que você conhece o que é o modelo AIDA e os seus principais usos, deve estar se perguntando como equipes de marketing e vendas colocam esses conhecimentos em prática.

Tanto o marketing como as vendas antes de usar o modelo AIDA buscam conhecer com quem estão falando ou com quem querem falar. Assim sendo as ações de marketing direcionadas para ele. 

Além de conhecer o público, é preciso ter domínio sobre o produto. Não é nenhum pouco estratégico divulgar um conteúdo com alguma informação errada ou não saber responder alguma pergunta realizada pelo cliente. 

Além disso, é preciso registrar e acompanhar o processo. Por isso, o CRM é uma ferramenta que não pode faltar ao aplicar essa técnica em vendas. É através dela que o vendedor terá conhecimento sobre o cliente.

Como nós da V4 Company esse modelo? 

Marketing e vendas são atividades complementares entre si, e o modelo AIDA é uma técnica que pode ser aproveitada pelas duas áreas. Em nossa assessoria de marketing, tanto o time de vendas como o de marketing usam essa estratégia em suas ações. 

Em resumo, o nosso time de marketing usa o modelo AIDA na hora de planejar os conteúdos.o time de vendas usa essa metodologia para que os leads sejam movimentados no funil. 

Que tal adicionar a técnica AIDA aos seus processos de marketing e Inside Sales? 

Quer transformar o seu time de vendas internas em uma máquina de gerar clientes? Baixe agora o nosso Playbook de Execução de Inside Sales.

Para mais conteúdos sobre marketing e vendas, acompanhe o nosso blog e os perfis da V4 Company nas redes sociais.

Deixe seu Comentário