Usar A Internet Para Atrair Mais Alunos Para Curso De Faculdade

Realizar ações de marketing voltadas para matrículas de instituições de ensino nunca é fácil. A depender do nível de ensino que se está trabalhando, as particularidades são diferentes e sempre existem prós e contras.

Para as faculdades a situação não é diferente, já que existem muitas instituições entregando uma grande diversidade de cursos, tanto presenciais quanto à distância, para uma grande quantidade de alunos que desejam ingressar.

É aí que surge a dúvida de como usar a internet par atrair mais alunos para curso de faculdade, já que a concorrência é grande, com grandes variações de ticket e, também, de qualidade de ensino entre as faculdades.

Neste artigo, abordaremos algumas estratégias que você pode utilizar dentro da sua universidade e que podem fazer muita diferença nos seus resultados. Siga a leitura e confira!

Entendendo as peculiaridades da faculdade

Quando se pensa em matrículas para escolas básicas, por exemplo, estamos falando de um número menor de concorrentes, geralmente, em um nível de ensino que é obrigatório para todas as pessoas até 17 anos.

Desta forma, a necessidade já existe em cada família e a procura por uma instituição de ensino será uma realidade para qualquer pai ou mãe. O marketing será responsável por destacar determinada escola sobre as outras.

Já no caso da faculdade, o cenário é outro. Além de não ser um nível de ensino obrigatório, o curso de graduação ainda possui diversas particularidades, algumas positivas, outras negativas.

A constante é que todas essas especificidades precisarão ser trabalhadas dentro das campanhas de marketing, tendo os pontos positivos potencializados e os negativos trabalhados de forma que se gere um efeito contrário.

Pró: o curso de graduação é um sonho para muitas pessoas

Trabalhar com desejos e sonhos é sempre um ponto positivo, pois se pode explorar o lado emocional e impactar positivamente as pessoas com aquilo que elas visualizam para o seu futuro.

No caso de um curso de Engenharia Civil, por exemplo, pode-se trabalhar a projeção do aluno na profissão, destacando os pontos positivos da função e as qualidades de ensino da sua instituição.

O trabalho em cima do sonho, quando bem executado, cativa os alunos em potencial e os traz para mais perto da sua faculdade. Isso fará com que você ganhe pontos dentro do processo de decisão de compra do estudante.

Contra: a graduação não é obrigatória

O fato de as pessoas não serem obrigadas a realizarem um curso de graduação é um pouco negativo, já que muitas vezes a necessidade precisará ser criada dentro de cada um dos estudantes em potencial.

Entretanto, um trabalho de marketing bem realizado pode abordar uma parcela de mercado que não é atacada pelos seus concorrentes: as pessoas que não sabem o que querem fazer para o seu futuro.

As possibilidades são muitas, desde um teste vocacional até eventos de demonstração dos cursos, visando mostrar a realidade de cada graduação para aqueles que ainda estão incertos sobre os seus próximos passos.

Certamente, com materiais que abordem essa parcela você conseguirá se sobressair com relação à concorrência, que possivelmente estará focada naqueles que já tem certeza do que querem da vida.

Utilize prós e contras para realizar um trabalho único

Somente com esses dois fatores, que são bem específicos, já é possível usar a internet para atrair mais alunos para cursos de faculdade. Fica sob a responsabilidade do time de marketing explora-los da forma correta.

No entanto, a seguir eu vou te mostrar um pouco mais sobre como você pode explorar esse público, inclusive com alguns gatilhos mentais que já estão inerentes ao universo das faculdades.

Usar A Internet Para Atrair Mais Alunos Para Curso De Faculdade

Como usar a internet para atrair mais alunos para cursos de faculdade

A partir de agora, vou te mostrar uma série de sacadas que podem fazer toda a diferença na estratégia de marketing da sua faculdade. Entretanto, é importante que você as teste e avalie se também farão sentido para o seu cenário.

Logicamente, não estou supondo nada, na realidade, as sacadas que estou trazendo já foram aplicadas pelas nossas equipes em diferentes instituições e trouxeram resultados expressivos.

Entretanto, no marketing é bem verdade que o que funciona para alguns nem sempre funcionará para outros, portanto, priorize os testes e entenda as melhores estratégias para a sua faculdade.

O remarketing como principal forma de alcançar os prospectos certos

Diariamente, muitas pessoas acessam o site da sua instituição, avaliam os cursos oferecidos e saem, sem sequer deixar uma informação de contato. Ao mesmo tempo, isso também acontece nas suas mídias sociais.

Uma excelente oportunidade é criar conteúdos atrativos sobre os cursos, as carreiras ou o futuro do estudante e disponibiliza-los como uma isca digital.

Desta forma, o usuário visitará o seu site e terá um conteúdo a mais para ser atraído. A partir do momento em que ele consome esse conteúdo, seus dados são armazenados para trabalhos futuros, como campanhas de e-mail.

Além disso, você também pode trabalhar com listas de contatos de campanhas passadas, ou alunos que desistiram dos cursos, por exemplo. É possível reavivar o desejo de fazer uma faculdade nessas pessoas.

O mais importante é você priorizar o conteúdo de qualidade na sua comunicação. Apenas ofertar um curso não é suficiente, procure entregar informações relevantes e que realmente despertem o desejo de voltar aos estudos.

Crie novos públicos a partir dos anúncios

Além de trabalhar com as pessoas que já visitam o seu site e já conhecem a sua marca, é natural que você precise buscar novas pessoas e encontrar outras possibilidades de negócio no mercado.

Desta forma, os seus conteúdos também podem ser veiculados em forma de anúncios para públicos mais abrangentes, onde o seu principal aliado será o Facebook e a sua inteligência artificial.

Ao entregar os anúncios para uma quantidade mais abrangente de pessoas, a plataforma do Facebook Ads armazenará os dados das pessoas que interagiram e consumiram os conteúdos de forma mais contundente.

Esses públicos serão mais qualificados para um futuro trabalho de nutrição e ativação comercial. É claro que tudo tem o seu tempo, mas a criação de novos públicos é fundamental para a melhoria do desempenho das suas campanhas.

Atacar de forma mais agressiva públicos mais qualificados

Supondo que você fez uma campanha de anúncios sobre um curso de graduação em Engenharia Civil e uma determinada quantidade de pessoas clicou no anúncio, mas não solicitou mais informações no seu site.

Apesar de você não possuir os dados dessas pessoas de forma explícita, o Pixel do Facebook possibilita que você veicule anúncios para elas de forma personalizada.

Dessa forma, será possível impactar novamente esse público, que já interagiu com o curso de Engenharia Civil, com abordagens mais agressivas e que se aproximem mais da ação de matrícula.

Esta é apenas uma possibilidade do que se pode fazer com o retargeting das ferramentas de anúncio. Utiliza-las é fundamental para que você consiga ter maior assertividade nas ações.

Agir com base em dados (data-driven)

Todas as ações de marketing devem seguir duas fontes de informação principais:

  • Feeling;
  • Dados.

Enquanto a primeira está muito ligada ao sentimento do gestor de marketing ou do dono da instituição de ensino, o segundo está ligado às informações que já foram coletadas com outras informações.

Naturalmente, a segunda opção é prioritariamente mais confiável e costuma entregar melhores resultados. Por isso, analise constantemente as ações, colete os dados e tome decisões para os próximos passos.

Suas decisões podem se basear em campanhas passadas, no comportamento dos leads com relação aos conteúdos enviados, em perguntas feitas pelos alunos na recepção da sua instituição, enfim, as fontes de dados podem ser inúmeras.

O mais importante é guardar as informações e utilizá-las de forma inteligente, como um auxílio no planejamento e na mudança das campanhas, quando necessário.

Respeite as particularidades de cada curso

Além dos públicos que você constrói com o tempo, com base em interações dos usuários, é importante que seja respeitado o que cada graduação possui de característica principal.

Por exemplo, o perfil do aluno de Engenharia Civil é diferente do perfil de um aluno de Medicina. Se a sua equipe for capaz de traçar esse perfil e entender as suas características, o trabalho de marketing ganhará força.

Isso porque o aluno que entrará no curso de Engenharia, por exemplo, consome determinados conteúdos, que nem sempre são parecidos com o público de medicina.

Estar inserido nesse tipo de conteúdo pode escalar os seus resultados, contribuir para a assertividade das ações de marketing e atingir de forma muito mais fácil o público desejado de acordo com o curso.

Aproveite a urgência dos períodos de matrículas/vestibulares

Uma das principais vantagens de trabalhar com matrículas de universidades é a existência de datas específicas para o início e para o fim das matrículas. Isso nos permite trabalhar com dois gatilhos poderosíssimos: escassez e urgência.

Quando trabalhados de forma inteligente, estes gatilhos mentais fazem com que o prospecto tome decisões impulsivas por medo de perder algo, tanto pelo fato de esgotar ou por passar da data limite.

Sendo assim, utilize artifícios como vagas limitadas e últimos dias de matrículas. Isso pode despertar uma vontade maior no seu público e potencializar as matrículas.

Conclusão

Se você quer usar a internet para atrair mais alunos para curso de faculdade, precisa trabalhar com consistência e inteligência, entregando conteúdos e, ao mesmo tempo, possibilitando oportunidades de venda.

Atingir metas e entregar resultado com marketing não é uma tarefa que possui segredos escondidos, mas sim trabalho duro e uma grande dedicação em prol de um objetivo em comum: captar mais alunos para a sua faculdade.

Deixe seu Comentário

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email