Grupo Dreamers: Rock in Rio Comprou a V4 Company?

No DNA da V4 existe o princípio de dar a possibilidade aos colaboradores de se tornarem sócios da empresa, porém, dessa vez foi diferente. O grupo Dreamers, do Rock in Rio, agora é sócio da V4 Company.

Um dos princípios do nosso fundador, Dener Lippert, é que as estratégias de M&A (fusões e aquisições) são positivas aos negócios, afinal, dão a oportunidade às empresas de fazerem parte de algo ainda maior.

Esse é o caso da negociação que envolveu um dos principais grupos e uma das maiores assessorias de marketing do país. As empresas se uniram em busca de uma união entre a estratégia da V4 e o conteúdo da Dreamers.

Neste artigo, explicaremos um pouco mais sobre como funcionam as estratégias de M&A (Merge & Acquisition) e como os envolvidos nessa negociação enxergam o futuro das empresas.

O que é um processo de M&A?

Como a sigla sugere, M&A são fusões ou aquisições de empresas, as quais passam a trabalhar em conjunto para o crescimento de ambas as marcas ou para a formação de uma nova marca, unificada e, provavelmente, ainda mais forte.

Este processo possui diversas vantagens, porém, também possui desvantagens, que precisam ser mitigadas com um planejamento muito bem feito e uma execução perfeita, principalmente durante o processo transitório.

Um exemplo de Merge (fusão) foi quando as empresas Sadia e Perdigão se uniram para formar o grupo BRF. Nesse caso, a união fez com que as marcas se tornassem parte de um grupo maior.

Entendendo a fusão

Nos casos de fusão, as sociedades pré-existentes deixam de existir e passam a formar um grupo societário novo e predominante para ambos os negócios, como foi o caso da BRF.

A manutenção das marcas fica como opção para o novo grupo. No caso da BRF, as marcas Sadia e Perdigão foram mantidas, não representando uma mudança tão significativa para o lado do consumidor.

Entretanto, com a união, surgiu um grupo mais forte, com o poder financeiro das duas empresas, que já eram grandes no cenário nacional, ainda mais forte e a união das suas operações em prol de um objetivo ainda maior.

Este tipo de fusão favorece, em geral, os negócios, porém, exige uma organização para que união da gestão seja feita de forma planejada e coordenada, afinal, são culturas organizacionais diferentes que se unem.

Entendendo a aquisição

Já nos casos de aquisição, que foi o modelo praticado pelo grupo Dreamers, do Rock in Rio, ao adquirir uma parcela da V4 Company, uma empresa adquire outra total ou parcialmente.

Os modelos de aquisição variam a cada negócio, afinal, pode-se adquirir uma empresa na sua totalidade ou tornar-se sócio dela, o que muda completamente a forma como a união seguirá seu caminho de operação.

Nos casos de aquisição total, como foi quando o Facebook adquiriu o Instagram, por exemplo, a marca passa a fazer parte, na sua totalidade, da empresa adquirente, ficando a esta a responsabilidade de gestão da operação.

Já nos casos de aquisição parcial, as empresas se tornam sócias, unindo forças em busca de algo ainda maior que, no caso, pode ser crescimento da capacidade operacional, entrada em outros mercados, entre outros motivadores.

Como funcionou a aquisição da V4 por parte do grupo do Rock in Rio?

Na negociação envolvendo a V4 Company, o grupo Dreamers adquiriu uma parcela da empresa, se tornando sócio minoritário e passando a fazer parte do time de gestão da empresa como um todo.

O grande objetivo desse processo de M&A foi a união das empresas em busca de fortalecer as suas especialidades e utilizar o que a outra empresa tem de melhor para alcançar um crescimento ainda mais rápido.

Enquanto a V4 é uma empresa de performance, com foco em vendas e resultados expressivos, o grupo Dreamers, do Rock in Rio, possui foco em conteúdo, criatividade e gestão de mídia como um todo.

Dessa forma, ambas as empresas ganham um braço especialista em uma nova área, com profissionalismo, garantia de qualidade e um risco menor do que se fosse criar uma operação do zero dentro da organização.

Desafios da aquisição

Para o Grupo Dreamers, um dos grandes desafios é entrar em uma nova empresa, com uma cultura própria e uma forma de trabalhar já estabelecida, haja vista que a V4 já tem mais de 8 anos de existência.

As culturas organizacionais são diferentes, cabe aos envolvidos na negociação de entrarem em acordos para definir as obrigações de cada empresa e como ambas se ajudarão no processo de crescimento da sociedade.

Já para a V4, o desafio é trabalhar com uma nova empresa atuando diretamente na gestão dos seus negócios. Agora, o grupo de sócios está maior, com mais pessoas participando e novos pontos de vista a serem considerados.

Naturalmente, para que o processo fosse concretizado, ambas as partes realizaram encontros e alinhamentos para definições chave do processo. Por isso, a transição tende a ser ainda mais natural.

Como fica a equipe?

No caso deste processo de aquisição ao qual estamos nos referindo, a estrutura organizacional da V4 se mantém, sendo acrescido apenas o grupo detentor do Rock in Rio como um novo sócio.

Entretanto, é necessário que haja um cuidado das empresas com relação à equipe, de forma geral, em processos de M&A, já que nem sempre o time pode aceitar tranquilamente o novo formato de comando da empresa.

No nosso caso, esse processo é ainda mais fácil, já que a estrutura se manteve e a gestão do negócio também, pois o novo sócio (grupo Dreamers) é minoritário e participará das tomadas de decisão com influência igual aos outros sócios.

Um processo de aquisição diferente

Como o próprio sócio do grupo Dreamers, Rodolfo Medina, relatou, o perfil do grupo não é adquirir empresas, mas sim, construí-las do absoluto zero, como foi o caso do Rock in Rio.

Entretanto, a cultura organizacional e a forma como a V4 trabalha junto aos seus franqueados, assessores e clientes chamou a atenção do grupo e os despertou um desejo de fazer parte do que a V4 construiu.

Segundo ele, o grupo entra no quadro societário pra aprender com cada um dos sócios, absorver as experiências de cada um e contribuir com aquilo que o Dreamers faz de melhor.

Outro objetivo das empresas ao realizarem o processo de aquisição foi a aceleração da abertura de capital da V4 por meio de IPO. Como o próprio Rodolfo relatou, “não temos dúvidas que vamos fazer uma revolução”.

O que é o grupo dreamers?

O grupo Dreamers, que antes era Artplan, é um grupo de empresas com capital 100% nacional, fundado por Roberto Medina, que atua em várias frentes no ramo de entretenimento e conteúdo.

O grupo possui, agora, 16 unidades de negócio, entre elas o Rock in Rio, a Gme XP e a V4 Company, atuando com eventos internacionais que são referência no mundo todo.

Um dos propósitos do grupo na aquisição da V4 foi ganhar esse braço de foco em resultados, de construção de marca e de estratégia avançada que a empresa possui, para se unir à capacidade de criatividade e mídia que o grupo possui.

O grupo possui mais de 55 anos de existência e possui diversas iniciativas tradicionais no país, trabalhando na realização de eventos e também com empresas de comunicação, prestadoras de serviços.

O grupo optou pela V4 pois queria se aproximar do cliente, estar mais próximo da ponta na comunicação, captando dados e entregando resultados expressivos para as empresas de nível regional que, hoje, são atendidas pela V4.

O que a V4 ganha com essa aquisição?

Os benefícios da V4 nesse processo são muitos, afinal, agora a empresa faz marte de um dos maiores grupos do Brasil, entretanto, é possível ser ainda mais específico sobre os ganhos do negócio.

Com o foco em performance e otimização constante, uma das dores da empresa está ligada ao lado criativo, que, muitas vezes, fica sufocado com a necessidade de entrega de resultados rápidos.

O grupo Dreamers é especialista nesta área, chegando para agregar no lado criativo e trazendo uma experiência de 55 anos neste ramo para contribuir com a operação e com a capacitação da equipe da V4.

Além disso, o presidente do grupo, Rodolfo Medina, salienta o quanto a criatividade e o poder de criação do grupo podem contribuir para aumentar o desempenho das ações junto ao cliente final.

Para o CEO da V4, Dener Lippert, o lado sonhador do grupo, capaz de atingir um patamar muito elevado no lado criativo, pode contribuir e muito para a operação da V4 como um todo.

Conclusão

Um processo de fusão ou aquisição de empresas é complexo e exige preparo, tanto de grandes empresas quanto aquelas que estão vendendo parte das suas ações. Os impactos podem ser tanto positivos quanto negativos.

A partir de agora, com um grupo do tamanho do Dreamers, detentor de diversos projetos de sucesso, incluindo o Rock in Rio, fazendo parte do seu quadro societário, a V4 tem muito mais a entregar a todos os seus clientes.

Assista agora ao vídeo:

V4 Company – Grupo Dreamers

⭕ Quer o acompanhamento da V4 Company para obter resultados para a sua EMPRESA e faturar MUITO? Então acesse: 👉 QUERO TER ASSESSORIA DA V4 Company.

⭕ Quer atuar com uma carteira de clientes pronta e ser parceiro da V4 Company? Trabalhe em Home Office tendo todo suporte de profissionais que atuam com Marketing Digital há anos com a FRANQUIA da V4! Fale com um executivo de vendas então: 👉 QUERO SER UM FRANQUEADO V4 Company.

⭕ Mas se você quer conhecer a Formação CIENTISTA DO MARKETING, aumentar seus conhecimentos e trabalhar com Marketing Digital utilizando o Método V4, então acesse: 👉 QUERO SER UM CIENTISTA DO MARKETING.

Deixe seu Comentário

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email