copywriter v4 company

O que faz um Copywriter? Qual sua importância para o time de marketing?

Gabriel Freitas

Gabriel Freitas

02 de setembro de 2022

No marketing digital existem diversos tipos de texto e escrita, todos possuem suas particularidades, técnicas e, principalmente, um objetivo. Uma marca que está presente em diversos canais, provavelmente tem mais de uma pessoa para escrever seus textos, entre eles, um copywriter.

Mas quem é esse profissional? De uma forma vaga, podemos dizer que é um dos responsáveis por definir o tom de fala de uma marca para transformar pessoas em clientes, através de diferentes canais e formatos. Afinal, estar presente em canais diversos é fundamental para qualquer empresa.

Essa diversidade de meios exige que a linguagem seja adaptada conforme o público que está consumindo o conteúdo. Ou seja, como a marca pretende impactar essas pessoas e influenciar em seu poder de decisão.

Para conseguir visualizar melhor essas diferenças, é simples: visite o perfil no Instagram de uma marca que você gosta e depois acesse seu blog. Você não vai encontrar o mesmo tipo de conteúdo. Mas por que?

Se você está buscando saber mais sobre o que é marketing digital e o que faz um copywriter, hoje vamos te mostrar a importância desse profissional em diversas áreas do marketing, justificando também o aumento pela procura de profissionalização nessa área.

O que é um copywriter?

Em uma definição simples, o copywriter é a pessoa responsável por escrever textos ou chamadas que irão convencer um usuário a realizar uma ação. Entretanto, para Thiago Domingos, Head de Marketing da V4 Company, um copywriter vai além disso, sendo um profissional de redação que domina um estilo de comunicação persuasiva.

Todos os vídeos, artigos, grandes peças publicitarias e de marketing do último século tem por trás um copywriter. Ou seja, um redator que conseguiu mobilizar as emoções humanas a ponto de levar um leitor, um ouviente e até um espectador a tomar uma única ação: uma ação de compra. Assim, podemos definir um copywriter como um redator que domina o estilo de comunicação persuasiva“, detalha Domingos.

Se você tem o costume de ler newsletters, anuncios, ou até ovir uma propaganda no rádio ou TV, é provável que já tenha se deparado com alguma chamada para realizar alguma ação. Pode ser algo simples, mas que com certeza depertou algum interesse em prestar mais atenção.

Esse gatilhos mentais, responsáveis por incentivar uma ação, são pensados por um copy. É este profissional que, bem preparado, vai auxiliar na conversão de clientes. Como sempre falamos por aqui, nenhuma estratégia de marketing anda só.

É claro que existe uma série de fatores que antecedem essa etapa e influenciam na tomada de decisão do cliente ou usuário. Um copywriter é o profissional responsável por induzir o usuário para a etapa final do funil de conversão. Afinal, um trabalho de copy bem feito desperta gatilhos que fazem com que a pessoa entenda que está tomando a melhor decisão naquele momento exato.

Afinal, o que faz um Copywriter?

Como dissemos acima, é essa a pessoa responsável por fazer que uma pessoa realize uma ação. Na prática, isso significa que ela precisa escrever um texto com técnicas que guiam o usuário a fazer uma compra, baixar um material ou mesmo compartilhar o que está lendo.

Esses textos podem aparecer em diversos formatos: blog post, anúncios de display, descrição de produtos ou serviços, apresentações, e-mail marketing, vídeos e até mesmo em materiais mais densos, como um e-book. 

Exemplo de copy em e-mail do Linkedin

exemplo de texto feito por um copywriter no Linkedin
Exemplo de copy em e-mail do Linkedin

Esse e-mail, por exemplo, tem como objetivo fazer com que o usuário volte a acessar essa rede social. Para isso, foi enviado um e-mail com um texto que não chega a ter 20 palavras, mas que estão bem colocadas na sua estrutura, despertando a curiosidade de quem está lendo. Afinal, quem não quer saber quem visitou nosso perfil nas redes? 

Exemplo de copy em blog

A Amaro, uma loja de roupas, fez um post em seu blog sobre a tendência de moda barbiecore, que em uma definição simples, é o estilo que usa a cor rosa em todo look. Durante todo o texto, há imagens de produtos da loja, que também são links clicáveis, que levam para o e-commerce da marca. 

Depois de explicar o conceito desse estilo e exemplificar com produtos da própria loja, o texto termina da seguinte maneira: 

Exemplo de um CTA feito por um copywriter em um texto blog
Exemplo de um CTA feito por um copywriter em blog post

Legal, não é? Se o cliente que estava buscando saber o que é o estilo barbiecore gostou do que leu, das peças que viu ao longo do texto e acaba por se identificar com o estilo, ele termina o texto com o desejo de ter aquelas roupas. 

Assim, as chances de alguém que está buscando mais informações sobre esse tema clicar no link que direciona para o e-commerce e efetuar a compra são altas, já que a construção do texto leva para isso

Diferença entre copy e redator

Muitas pessoas acreditam que copywriting e redação publicitária são a mesma coisa. Apesar de terem algumas semelhanças e o redator utilizar de técnicas de copy em seu texto, são coisas diferentes. 

Enquanto o redator produz textos mais descritivos, a respeito de um produto ou serviço, o copywriter vai utilizar técnicas para convencer o usuário a comprar aquele produto de que está falando. 

Em resumo, em seus textos o redator foca em trazer informação para o usuário, descrevendo os benefícios e qualidades do material que está sendo ofertado, mas com o intuito informativo. 

o copy foca em convencer o usuário a realizar uma ação. Além de apresentar os benefícios, um texto produzido por um copywriter utiliza métodos e gatilhos que despertam algum tipo de sentimento ou sensação. 

Esses clientes podem ser atraídos pela novidade, pela exclusividade ou pela escassez, a ideia de que aquela é a única oportunidade que ele terá de aproveitar o produto.

Geralmente essa diferenciação se dá mais explicitamente pela CTA ao final dos textos.

O que é Call to Action (CTA)?

A famosa CTA, call to action, que em tradução literal significa “chamada para ação” está presente na vida de todo copywriter. A CTA geralmente aparece ao final do texto, tentando convencer o usuário a fazer uma ação.

É a partir da CTA que o usuário vai avançar para a próxima etapa do funil. Geralmente as chamadas para ação aparecem em destaque ao final do texto, como um botão de “baixe aqui o material” ou ainda algo mais longo, como “se interessa por esse tema? Clique aqui e confira outras dicas sobre o assunto”.

Ter uma CTA atrativa é fundamental para a conversão do cliente. É a partir dela que você desperta a curiosidade do usuário, o incentivando a tomar uma ação.

Existem diversas técnicas para criar CTAs atrativas, tudo depende de quem é o público que você pretende converter. É preciso estudar, entender sua persona e a jornada do usuário em sua página.

Mercado de trabalho para copywriter 

A profissão de copywriter teve uma explosão de demanda conforme o mercado digital avançou nos últimos anos. A busca por um profissional qualificado nessa área é constante, afinal, cada dia mais um novo negócio surge no mundo online. 

A média salarial para copy no Brasil está em R$ 4.000 ao mês, segundo o Glassdoor. Os principais locais de atuação deste profissional são agências de marketing ou assessorias. Nestas empresas o copy será responsável pelos textos de um ou mais clientes que atende.

Além dos empregos formais, o copywriter pode trabalhar como freelancer, prestando serviços tanto para agências quanto diretamente para as empresas que necessitam deste serviço.

Quando se fala sobre as áreas de atuação, as possibilidades são diversas: produção de textos para blog, anúncios, peças publicitárias, roteiro de vídeo, produção de e-books, e-mail marketing e até mesmo roteiros para telemarketing.

Como se tornar um copywriter

Antes de falarmos diretamente sobre como se inserir no mercado de trabalho e se tornar um profissional, é preciso ter como base de seu conhecimento, algumas boas práticas:

1. Saiba quem é a sua persona

A persona é quem vai guiar toda a estratégia de marketing de uma empresa. É neste personagem, criado com base em clientes reais, que você deve pensar na hora de escrever um texto. Para gerar os gatilhos certeiros, que resultarão em conversão, é preciso se colocar no lugar da persona, entendendo sua jornada no online.

Além disso, é a persona que vai definir o tipo de linguagem e tom do seu texto, a escolha da CTA e como vai ser estruturado o texto. 

2. Senso de escassez

É preciso que os clientes entendam o valor do que está sendo oferecido a ele. Uma das principais estratégias utilizadas em um copy de sucesso, é a ideia de escassez. São os gatilhos que dão a ideia de que aquela é a única oportunidade do cliente adquirir um produto.

3. Sempre traga exemplos

As pessoas entendem melhor um tema e se sentem mais motivadas a realizar uma ação quando elas visualizam na prática os benefícios do que está sendo ofertado a ela. Por esse motivo, sempre traga exemplos ou cases que corroborem com o que o texto quer passar.

Ao longo de textos ou produções que não tem recursos visuais, os exemplos servem para que o leitor consiga se imaginar ou imaginar o produto.

4. Novidades

Assim como o senso de escassez, os clientes se sentem mais atraídos quando entendem que o que está sendo oferecido é algo novo. Para isso, os textos de copy precisam oferecer a sensação de novidade, de exclusividade.

Não economize nas palavras para lembrar o cliente sobre a qualidade do produto, sua exclusividade e o que diferencia ele do restante do que está sendo oferecido no mercado atual. Assim você agrega valor ao produto, despertando o interesse do leitor.

Como se inserir no mercado como copywriter?

Assim como em todas as áreas do mercado de trabalho, o primeiro pré-requisito para quem quer se tornar um bom profissional, é adquirir conhecimento. A boa notícia é que se você pretende seguir neste caminho, o primeiro passo já foi dado!

O copy precisa ser uma pessoa integrada ao mundo digital, que tenha um perfil analítico e também criativo. Além disso, é preciso ter uma boa bagagem de conhecimento sobre marketing digital. Afinal, uma estratégia de marketing de sucesso ocorre em conjunto com outras áreas.

O marketing digital é uma área que cresceu e que segue expandindo conforme as novas tecnologias surgem e novos hábitos de consumo surgem. É essa área que vem gerando o sucesso de inúmeras empresas. Existem diversos setores dentro do marketing digital: atendimento, design, vendas e assim por diante. Mas como se inserir neste mercado?

Para quem quer ser copy e se inserir no mercado do marketing, o primeiro passo é tornar-se um especialista. Apesar de abranger muitos setores, os profissionais que se destacam no marketing digital, são os que possuem conhecimentos específicos e o desempenham com excelência. 

Agências e assessorias de marketing buscam constantemente por profissionais com conhecimento e prática. Nesse sentido, para tornar-se um bom copywriter, é preciso fazer cursos, ler livros e outros materiais e buscar experiências no mercado. 

Comece sua jornada de Copywriter com a V4 Company

Para iniciar essa jornada, Dener Lippert, nosso aqui CEO da V4 Company, escreveu o livro “O cientista do marketing digital: Como vender para mais pessoas, mais vezes e pelo maior valor”. Um material que fala sobre como aplicar os conceitos pilares do marketing digital para criar conexão com seus clientes e vender mais. 

O livro ensina os quatro pilares do método V4:  tráfego, engajamento, conversão e retenção. Dessa maneira, você inicia sua jornada no marketing digital e também, se for sua intenção, como copywriter, aprendendo com quem vive na prática os desafios do mercado.

Além disso, se você quiser a começar a praticar ainda hoje, nós criamos e disponibilizamos para você o Kit do Copywriter V4 Company. Um material 100% gratuito, feito por especialistas da maior assessoria de marketing do Brasil e focado em ajudar você a entrar preparado para os desafios desse mercado.

Agora, se você ainda tem alguma dúvida sobre o que faz um bom copywriter, confira o vídeo do Sócio e Head de Education da V4 Company, Gustavo Pontin, explicando porque essa profissão vai muito além do que só escrever bem.

certificado gptwverificado reclame aqui