capa-artigo-blog-v4-o-que-faz-um-gestor-de-trafego

Gabriel Freitas

Gabriel Freitas

16 de setembro de 2022

O que faz um gestor de tráfego? Por onde começar nessa profissão?

O mundo do marketing digital é amplo, com diversos segmentos que contribuem para uma estratégia final. Entre eles, está o gestor de tráfego. Mas você sabe o que esse profissional faz? 

Uma estratégia de marketing é formada por diversas áreas, que devem conversar com o grande objetivo, que é atrair mais pessoas e torná-las clientes. É aí que o gestor de tráfego entra. Afinal, esse profissional é o responsável por pensar e gerenciar estratégias de atração de clientes, que resultam no aumento de vendas. 

Quando falamos sobre tráfego no marketing digital, estamos falando sobre todos os acessos que um site, e-commerce ou página recebe. Esses acessos podem acontecer das mais diversas maneiras. Através de acesso direto, por anúncio, por pesquisa ou até mesmo pelas redes sociais. 

O gestor de tráfego tem como objetivo aumentar esses acessos, ou seja, fazer com que mais pessoas conheçam aquela página. Mas ter mais acessos não significa necessariamente que a estratégia teve sucesso.

Assim, cabe ao gestor de tráfego aplicar técnicas que irão atrair as pessoas certas. Afinal, esses usuários têm mais chances de serem convertidos. 

Isso significa que eles podem se tornar clientes, seguidores ou apenas baixar um conteúdo, por exemplo. Para isso, é preciso que a marca invista em marketing digital.

Para gerenciar e pensar nessas estratégias, as empresas recorrem aos gestores de tráfego ou a empresas que oferecem esse serviço, como agências e assessorias de marketing.

Por isso, nesse artigo você vai entender melhor o que é um gestor de tráfego, o que ele faz, suas áreas de atuação, mercado de trabalho e também como se tornar um.

O que é um gestor de tráfego?

Gestor de tráfego é o responsável por planejar e criar estratégias de marketing digital para atrair mais pessoas para um site ou e-commerce. Esse profissional utiliza de diversas técnicas e ferramentas para conseguir alcançar seu objetivo.

Quem busca entender melhor o que é marketing digital com certeza já ouviu falar em tráfego pago e tráfego orgânico. Gerar tráfego, seja ele orgânico ou pago, é a principal tarefa do gestor. É ele que vai criar e elaborar as campanhas e gerenciar as ferramentas de anúncio. 

O gestor de tráfego é um profissional essencial para qualquer empresa que está em busca de crescimento online. Esse profissional tem como objetivo direto atrair mais pessoas para uma página. Assim, o gestor de tráfego precisa estar preparado para elaborar diversas estratégias que tragam como resultado o aumento de vendas e/ou visitas a um site.

Esse profissional precisa ser dinâmico, estando por dentro de todas as estratégias de marketing digital que estão sendo aplicadas para determinada marca. Entretanto, o gerente de tráfego não precisa necessariamente saber desempenhar cada uma das tarefas que uma estratégia engloba, mas sim entender seus objetivos, pontos a serem melhorados e como elas contribuem para o objetivo final, que é a geração de tráfego.

O que preciso para me tornar gestor de tráfego?

O primeiro passo, antes de falarmos sobre qualquer tarefa específica, é buscar conhecimento. Esse passo está sendo dado agora. Então, para começar, precisamos entender alguns conceitos básicos fundamentais do marketing digital.

O que é persona?

A persona é quem guia todas as estratégias de marketing digital que são pensadas para uma marca. Criar uma ou mais personas é o primeiro passo para ter uma boa estratégia de marketing.

Persona é um personagem criado a partir de dados reais das pessoas que acessam o site da marca ou já são clientes e baseado no público alvo. A diferença é que a persona não é simplesmente um conjunto de dados que apontam para quem a marca quer vender.

A persona é criada para simular um cliente real: com história, formação, família, problemas, gostos e preferências. É como se pegassem os dados do público alvo e dessem um rosto para eles. É a persona que guia, do início ao fim, todas as etapas de uma estratégia de marketing digital.

Como exemplo, podemos pensar em como seria a persona de uma academia. Vamos supor que o estabelecimento possui como diferencial a presença de fisioterapeutas e espaço para desempenhar exercícios de recuperação de lesões ou para pessoas mais velhas ou com alguma deficiência motora.

É possível que essa marca tenha mais de uma persona, sendo uma delas o seu João, um homem idoso e aposentado, que teve recomendação médica de realizar exercícios regularmente. O seu João mora apenas com a esposa, é de classe média e sua atividade favorita é assistir jogos de futebol do seu time. 

Além disso, ele tem bastante tempo ocioso e recentemente teve um neto, por isso resolveu dar maior atenção às questões de sua saúde. 

Percebemos aqui que a persona vai muito além de um conjunto de dados. É uma pessoa com trajetória, gostos e preferências. Dessa forma, as estratégias com base na persona têm maiores taxas de sucesso.

Tráfego pago

Mesmo que você não tenha noção do que é tráfego pago, com certeza já foi impactado por ele. Tráfego pago são os acessos que um site ou página recebe através de anúncios que foram elaborados e direcionados para determinado público.

Criar, gerir e entender os resultados de anúncios feitos para uma marca está entre as principais tarefas de um gestor de tráfego. É este profissional que será responsável por administrar as ferramentas de tráfego pago.

Existem diversas formas de anunciar na internet, todas elas precisam estar alinhadas com os objetivos da marca. Existem os anúncios em redes sociais, anúncios em mecanismos de busca e também é possível anunciar dentro de outros sites.

Em geral, as principais maneiras de gerar tráfego pago são anunciando com o Google Ads e em redes sociais. O Google Ads é a plataforma do Google para criar e gerenciar anúncios. Nessa plataforma existem tipos de anúncio, que dividem-se assim:

Rede de pesquisa

Esse tipo de anúncio serve para colocar um site nos primeiros três resultados de busca. A página patrocinada aparece antes mesmo dos resultados orgânicos. Esse tipo de link aparece com a tag “anúncio”, ao lado do título da página. 

Imagem com as primeiras pesquisas patrocinadas sobre hoteis no google.
Exemplo de anúncio em resultados de pesquisa no Google.

Rede de Display

Quando a empresa compra um espaço em sites que têm parceria com o Google. Assim, o seu anúncio pode aparecer em diversas páginas.

Exemplo de anúncio de display.

Google Shopping

Esse tipo de anúncio é fundamental para quem tem uma loja online. Nessa ferramenta, o Google exibe uma vitrine em que os produtos relacionados à busca aparecem lado a lado, mostrando preço, foto, marca e preço.

Exemplo de anúncio através do Google Shopping

Em geral, essas são as principais e mais utilizadas formas de anunciar, mas as possibilidades são diversas. Dessa maneira, é possível anunciar no Youtube, no Instagram e de diversas formas. Cabe ao gestor de tráfego analisar e entender qual tipo de anúncio funciona melhor para a estratégia da marca que está gerindo.

Tráfego orgânico

Como o próprio nome já diz, é aquele que ocorre de maneira natural, sem necessidade de investir em anúncios como um gestor de tráfego faz, com o cliente chegando às páginas das empresas a partir dos buscadores de internet como o Google, Bing e o Yahoo. São os sites que aparecem logo abaixo dos anúncios pagos.

No entanto, o negócio só tende a figurar entre as melhores posições de resultados de busca com um bom investimento em marketing de conteúdo. Ou seja, que ajudam a aumentar as chances de conversão em audiência.

Nesse sentido, esse tipo de tráfego é fundamental para o crescimento de qualquer marca. Afinal, são esses acessos que geram autoridade para um site, fazendo que os buscadores, especialmente o Google, entendam que a página é confiável, responsiva e que entrega o melhor resultado para o usuário.

Dessa forma, as chances de um site aparecer e permanecer sempre nas primeiras posições da busca são maiores. Além disso, há uma tendência que vem ganhando força e salienta ainda mais essa área. Afinal, alguns usuários não clicam mais nos primeiros resultados se eles forem anúncios. Com isso, fica ainda mais visível a importância de investir em tráfego orgânico.

Mercado de trabalho para gestor de tráfego

Com a necessidade imposta pelo mundo conectado de as empresas estarem buscando os clientes nas plataformas digitais. Dessa forma, um gestor de tráfego se tornou um profissional extremamente valioso para as companhias que não ficaram engessadas no modelo analógico.

Algumas questões influenciam na remuneração de um gestor de tráfego, como experiência, qualificação, estágio da carreira e reconhecimento no mercado, no entanto, o salário de um gerente de tráfego pode variar de R$ 2.200,00, para gestores que estão no início da carreira, chegando a R$ 4 ou R$ 5 mil, para os mais experientes.

Já os profissionais com grande bagagem, reconhecimento e autoridade no mercado, podem ter vencimentos de quase R$20 mil.

Um gestor de tráfego pode atuar em diversas frentes do mercado, afinal, é um segmento que toda marca deveria ter. Assim, esse profissional pode atuar em agências de marketing, assessoria de marketing ou ainda dentro de uma empresa que quer investir na geração de tráfego.

Como se tornar gestor de tráfego com a V4 Company

Como percebemos ao longo do texto, o gestor de tráfego é um profissional fundamental para que uma marca tenha sucesso no mundo online. Essa pessoa precisa ser um especialista no que faz, dessa forma é possível gerir anúncios, produção de conteúdo denso e outras estratégias de geração de tráfego.

Entre as principais habilidades que um gestor de tráfego precisa ter, está o perfil analítico. Os dados farão parte da rotina desse profissional. É através desses dados que é possível entender os resultados e adaptar as estratégias conforme eles forem surgindo.

Para os empresários, possuir um time especializado é essencial para gerar os melhores resultados. Com gestores de tráfego não é diferente. Como solução para isso, a assessoria modular da V4 Company atua em módulos diferentes a fim de atender suas necessidades. Eles são:

  • Gestão e Atendimento: Estratégia de growth e gerenciamento de projeto eficiente;
  • Gestão de Mídia: Gerenciamento de campanhas de marketing nas principais plataformas de mídia;
  • Criativos: Anúncios impactantes com copywriting e design alinhados;
  • Ambientes: Desenvolvimento de ambientes necessários para realizar as suas conversões;
  • Dashboards: Business Intelligence para acompanhamento das principais métricas do negócio;
  • CRM: Criação de táticas para administrar a relação com o cliente visando ampliar interações, manter clientela e impulsionar vendas adicionais e complementares;
  • Inside Sales as a Service: Desenvolvimento e criação de times de vendas para os clientes.

Para conhecer mais sobre a V4 Company, assista:

logo v4 company blog