Como encontrar seu público ideal? - V4 Company
Artigos

Como encontrar seu público ideal?

Clique aqui caso você tenha perdido a explicação detalhada sobre a segmentação do Facebook.

Agora que você já viu todas as ferramentas de segmentação e como elas funcionam, vamos nos aprofundar no quesito público, aqui você entenderá como segmentar seu público da forma mais específica e funcional.

Vamos começar conduzindo uma pesquisa, para isso você tem que pensar basicamente da seguinte forma: Quem é sua persona e onde ela aparece no Facebook? Se você pode atingir eles onde eles estão, então você está se certificando que sua mensagem está sendo colocada na frente do público correto.

marketing-e-vendas

O grande ponto aqui é aprender o máximo possível sobre sua audiência, entenda que para ter um público ideal você tem que buscar pelos interesses específicos e relevantes no seu mercado.

Isso pode parecer simples, mas é uma parte vital para identificar seu público.

Para dar continuidade a sua busca, estaremos entrando na prática e buscando essas pessoas.

Para buscar as pessoas no Facebook, comece pensando da utilizando a seguinte pergunta:“Quem são as autoridades, formadores de opinião, ou grandes marcas do seu nicho?”

Pense com esta pergunta e utilize o Google para fazer suas pesquisas, veja quem as pessoas do seu nicho se interessam, e veja sempre as mais específicas, utilizando a técnica do “O que o entusiasta da empresa X irá saber que ninguém mais irá?”. Desta maneira você estará começando a chegar na especificidade necessárias para um anúncio de sucesso.

A segunda pergunta que você deve buscar é:

“Quais revistas/livros/jornais que seu consumidor ideal lê?”

Se seu público gosta tanto do seu produto que para para ler um livro ou uma revista sobre o assunto, então este é um bom cliente para se segmentar, pense em todas as coisas mais “hardcores” que seu consumidor pode fazer, além dos exemplos acima, você pode pensar em blogs do seu conteúdo que este possível cliente acessa diariamente para acompanhar algo, canais no youtube, perfis no Instagram, dentre outras coisas, essas que são de possíveis clientes que realmente estão interessados em seu produto, ou que podem vir a se interessar. Uma grande sacada são os eventos, se seu possível cliente vai à algum evento, ele com certeza está um nível acima para adquirir seus produtos, considerando que ele, possivelmente, envolveu transporte, tempo e, em alguns casos, dinheiro para assistir a algum evento.

Tome cuidado com sites populares, muitas vezes o público do mesmo, apesar de levemente interessado, não é um entusiasta da sua marca ou produto.

Para resumir esta parte, o melhor pensamento que você pode ter na hora de buscar seus cliente é “O que é ESPECIALMENTE ÚNICO sobre eles?”, assim você pode ter mais alguns insights de possíveis maneiras de entender a mente do seu público, e assim segmentar com muito mais êxito.

Agora falando um pouco mais afundo sobre a questão de quantidade de pessoas que você deve atingir.

No Facebook, você já viu como funcionam as segmentações, quando você segmenta um público, acaba gerando um raio, considerando os interesses que você descreveu ali, algumas pessoas acreditam que este raio deve ser o maior possível, pois assim eu mostro pra mais pessoas e assim tenho mais chances de converter, porém, este pensamento está erradíssimo. Por que? Pense assim, mais vale 10.000.000,00 de pessoas que não são seu público alvo, ou 500.000 pessoas que estão muito mais engajadas com seu produto? A resposta é um tanto quanto óbvia, mais valem as 500.000 pessoas interessadas, que estarão muito mais propícias a comprar seu produto ou serviço.

Agora, se você está segmentando com Audiências Customizadas, o tamanho de sua audiência depende de outros fatores, por que está baseada nos visitantes do seu site, ou endereços de e-mails que você enviou ao Facebook.Tamanho não importa tanto nas segmentações customizadas, e também, você sabe que estas pessoas estão interessadas, considerando que elas já possuem um contato com você.

No fim de 2015, o Facebook implementou uma opção bem interessante, o Facebook Flex Targeting, que basicamente é uma adição a ferramenta de segmentação, e a mesma funciona da seguinte forma:

Em geral, ela é um + e – nos interesses. Mais aprofundadamente, ela faz com que você possa segmentar ainda mais seu público adicionando e subtraindo interesses, por exemplo, alguém que gosta de cinema mas não gosta de teatro. Essa adição é importantíssima para sua especificidade, tendo assim uma possibilidade de imensas combinações que chegam mais perto ainda da sua persona.

Esta ferramenta não existia no Facebook, você apenas podia usar isso em aplicativos de terceiros, o que foi uma ótima aplicação para empresa, fazendo com que seus anúncios fiquem ainda mais específicos.

E para o último post deste conteúdo, estaremos vendo como você pode começar suas estratégias de divulgação pelo Facebook. Clique aqui para ler!

 

Guilherme Lippert

Atualmente Traffic Manager na V4 Company, já passou por todas as áreas da empresa, desde Design, Produção de Conteúdo, Gerenciamento de Redes Sociais, 2 anos atuando na frente de Produção Multimídia e, atualmente, fazendo a compra e gerenciamento de tráfego de todos os clientes da V4 Company.

Mais posts

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo