Como rastrear eventos do ActiveCampaign no Google Analytics - V4 Company
Artigos

Como rastrear eventos do ActiveCampaign no Google Analytics

Atualmente existem uma infinidade de ferramentas, sistemas, serviços espalhados propostos a resolver e facilitar nossas vidas em vários sentidos e neste artigo vamos abordar a importância de se rastrear os eventos realizados em um site.

É muito importante ter o controle das ações que são executadas pelas pessoas dentro da nossa estrutura, que neste caso vamos abordar sobre um site em WordPress. Quando falamos em controle, nos referimos principalmente ao rastreio de eventos, informações, cliques, preenchimentos e os “caminhos” percorridos pelos usuários. Considerando desde como usuário chegou ao nosso website, até o momento da conversão que pode variar entre um simples clique, preenchimento de email, preenchimento de formulário, compra, etc. Isso vai depender do objetivo de cada um.

Neste artigo vamos abordar como fazemos o rastreamento (tracking) de campanhas que se iniciam no Google Ads, passando por páginas de um site desenvolvido em WordPress  e que tem como objetivo o preenchimento de formulários desenvolvidos no ActiveCampaign e que estão sendo integrados com este site.  As informações e registros de todo este cenário ficarão disponíveis na plataforma do Google Analytics.

marketing-e-vendas

Com este cenário criado será possível identificar qual a campanha do Google Ads está tendo melhor performance e assim fornecendo informações importantes para otimizar ainda mais os anúncios.

Cenário

Entendemos que a criação de formulários dentro do ActiveCampaign é bastante simples contudo este processo pode ser feito utilizando este artigo.

Nosso propósito aqui é mostrar como rastrear os eventos/preenchimentos deste formulário e enviar estas informações para o Google Analytics. Assim estas informações serão cruzadas com as informações das campanhas realizadas no Google Ads e então teremos todo o “percurso percorrido” pelo usuário.

Iniciando a configuração

Iniciamos tendo uma página hospedada em um site em wordpress e um formulário do ActiveCampaign já integrado nesta mesma página, conforme link apresentado no tópico anterior.

O que precisamos é inserir o código abaixo na página que contém este formulário.

<!– BEGIN: Custom JavaScript –>
<script>
var activeForms = document.getElementsByClassName(‘_form_12‘);
var myForm = activeForms[0];
myForm.addEventListener(“submit”, () => {
console.log(‘The form was submitted’);
ga(‘send’, {
hitType: ‘event’,
eventCategory: ‘Forms’,
eventAction: ‘Submit’,
eventLabel: ‘Modal Form’
});
});
</script>
<!– END: Custom JavaScript –>

O melhor lugar para inserir este código é antes do fechamento da tag </body>. Para inserir este código, podemos usar o recurso de inserir código html do próprio wordpress.

Entendendo o script

Vamos dividi-lo em partes para explicá-lo.

Nós iniciamos definindo a variável activeForms como uma lista(array) contendo todos os formulários contidos na página. Neste exemplo nosso formulário é identificado por _form_12. A melhor forma de identificar qual é o nome da classe do seu formulário é utilizando o inspetor de CSS na tela de criação de formulários do ActiveCampaign.

Atenção, deve existir apenas um formulário com este nome na página. Se houver mais de um poderá haver inconsistências e a configuração poderá não funcionar. Como nesta página nós queremos rastrear apenas um formulário, nós definimos a variável myForm igual ao primeiro item da lista (array) do activeCampaign.

<!– BEGIN: Custom JavaScript –>
<script>
var activeForms = document.getElementsByClassName(‘_form_12‘)
var myForm = activeForms[0];

Posteriormente, nós configuramos um método para capturar os eventos (event listener) de envio “submit”. Quando isso acontecer, nós enviamos uma mensagem de controle no console do navegador. Eu coloquei aqui um simples log e você poderá realizar seus testes antes de inserir o código de rastreio do Google Analytics.

myForm.addEventListener(“submit”, () => {
console.log(‘O formulário foi enviado’);
/* outras coisas aqui*/  });

A última coisa a ser feita é inserir o código de rastreio de eventos do Google Analytics que é responsável por enviar estas informações de eventos para o próprio Google Analytics. Esta versão está usando a implementação do analytics.js, desde que o clássico foi extinto.

ga(‘send’, {
hitType: ‘event’,
eventCategory: ‘testeEvento‘,
eventAction: ‘Submit‘,
eventLabel: ‘TesteForm12
});

Existem algumas formas de se identificar estes eventos no Google Analytics, contudo vou mostrar apenas duas. Uma em tempo real que pode ser conferida logo após ter preenchido o formulário e a outra é no histórico de eventos.

Identificando o evento em tempo real no Google Analytics

Após ter realizado a configuração do script, basta publicar a página em questão e testar. Logo após preencher o formulário e enviar as informações, podemos identificar que foi gerado um evento em tempo real no Google Analytics.

 

Identificando o evento no histórico de eventos no Google Analytics

Este mesmo evento poderá ser identificado no histórico a partir deste caminho.

 

Após toda esta configuração, o que pode ser feito?

Estamos quase chegando ao objetivo que pretendemos que é ter a identificação total das ações realizadas pelo usuário iniciando pelas campanhas do Google Ads e passando pelo site preenchendo o formulário e assim poderemos identificar as palavras chave que estão ativas em campanhas pagas do Google Ads que possuem melhor conversão ou que estejam performando melhor de acordo com as metas configuradas no Google Analytics, ou seja, saberemos exatamente qual palavra chave/campanha/anúncio teve melhor performance, considerando neste caso que a meta da nossa campanha seja ter o formulário preenchido.

Para fazer isso, é necessário criar uma meta (veja como criar uma meta) no Google Analytics baseada em evento com as informações do mesmo evento que acabamos de criar.

RESULTADO

Considerando que já existam campanhas ativas no Google Ads e que este esteja integrado com o Google Analytics (veja como integrar), basta seguir o caminho abaixo e verificar qual foi a palavra chave e/ou campanha que tem as melhores performances.

 

Conclusão

Esta configuração é muito importante pois nos dá embasamento para avaliar quais campanhas no Google Ads possuem as melhores performances e onde deveriam ser feitos os ajustes.

Um cenário mais robusto, com diversas campanhas e diversos formulários, fica simples a identificação e importância desta configuração, sendo praticamente indispensável.

Luan Ioris Morais

Sócio executivo, unidade de Goiânia.

Mais posts

Follow Me:
LinkedIn

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo