CUSTOMER EXPERIENCE NO SAAS - V4 Company
SaaS
Artigos

CUSTOMER EXPERIENCE NO SAAS

Com a popularização dos serviços de cloud computing, as empresas passaram a oferecer inúmeros serviços a seus clientes sem cobrar pela estrutura. Uma das tecnologias que tornou isso possível chama-se SaaS.

Entretanto, para ter clientes interessados nesse serviço, não basta facilitar o acesso a softwares disponibilizando-os em nuvens. É necessário também oferecer uma boa experiência ao usuário desses serviços.

Para falar desse assunto em mais detalhes, explicamos como é possível aplicar o conceito de experiência do cliente ao Saas. Apresentamos ainda definições acerca desses conceitos. Confira!

 

SAAS E CUSTOMER EXPERIENCE? CONCEITOS E IMPORTÂNCIA

Antes de explicar como é possível aplicar a ideia de customer experience ao âmbito do SaaS, devemos entender o que significam cada um desses conceitos.

Em primeiro lugar, tratemos do SaaS. Essa sigla diz respeito ao termo Software as a Service, isto é, Software como serviço.

Como o nome mesmo indica, trata-se de uma nova maneira de comercializar programas e aplicativos.

Antes da invenção e popularização da cloud computing, era necessário adquirir um software e pagar pelas licenças de uso do mesmo.

Ademais, era preciso arcar com os custos de toda a engenharia, a qual envolvia a utilização de servidores. Isso sem contar com os gastos com a manutenção do serviço.

Com a maior penetração dos serviços em nuvem, empresas passaram a oferecer esses softwares por esse meio.

Dessa forma, elas se responsabilizam por todos os custos com a manutenção de servidores e atualizações.

Logo, temos a comercialização de softwares não mais atrelada a itens físicos, mas como serviços hospedados em ambientes digitais.

Já a expressão customer experience pode ser traduzida como experiência do cliente.

Como o termo mesmo dá a entender, trata-se da impressão que uma empresa com todos os seus processos pode causar em um cliente.

Em outras palavras, essa expressão diz respeito ao impacto positivo ou negativo que uma empresa pode ter sobre seus clientes a partir de um serviço prestado.

Assim, ao proporcionar uma boa experiência, uma marca pode não somente fidelizar clientes, mas também ganhar promotores de seus serviços e produtos.

 

APLICANDO CUSTOMER EXPERIENCE NO SAAS

SaaS

Tempo para acesso ao serviço

Um dos fatores que podem influenciar a CX é o tempo que se leva para preencher os campos de um cadastro e as informações referentes ao login.

De fato, cadastros detalhados em excesso ou longos demais podem proporcionar experiências ruins.

Pior, eles podem fazer com que o visitante não seja convertido e procure uma outra solução que ofereça aquilo que ele busca de maneira mais imediata.

Em outras palavras, quanto mais ágil for o processo que leve o visitante do formulário de cadastro à utilização do software, melhor será a experiência do cliente.

Redução das exigências

Outro ponto fundamental para que o cliente tenha uma experiência desejável ao se utilizar do software é a redução das exigências para o uso do serviço.

Só para exemplificar, o excesso de burocracia e a exigência de dados importantes como CPF e RG podem ser um empecilho ao acesso.

Usabilidade

Afora esses pontos fundamentais, é imprescindível que o software seja planejado de modo a permitir que o usuário compreenda seu funcionamento já nos primeiros segundos.

Por isso, o ideal é que se tenha uma plataforma clean, com um menu constituído de opções claras.

 

PENSANDO A CX DE MANEIRA ESTRATÉGICA PARA MAIS CONVERSÕES

SaaS

Assim, pode-se concluir que pensar a melhor experiência para os softwares em nuvem é a maneira mais assertiva de se conseguir mais conversões.

Por isso, o uso de customer experience no Saas é tão importante para as empresas desse segmento.

 

E você, já tinha conhecimento da aplicabilidade do conceito de CX aos serviços de softwares em nuvem? Comente!

marketing-e-vendas

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo