EMPIRICUS e o seu marketing agressivo | VERDADE NUA E CRUA - V4 Company
Artigos

EMPIRICUS e o seu marketing agressivo | VERDADE NUA E CRUA

O que pensamos sobre a Empiricus?

Diversas vezes recebemos o pedido de avaliar as propostas da empresa Empiricus. Ela é uma empresa especializada em publicações em conteúdo financeiro e ideias de investimento, a empresa oferece diversos conteúdos.

Existem diversas controvérsias sobre o seu marketing agressivo. Diversas vezes o marketing da empresa é chamado de falso por muitas vezes prometer entregar resultados garantidos. Isso é proibido por lei nesse ramo.

A Empiricus é uma das empresas produtoras de conteúdo digital que mais cresce no Brasil, mas a estratégia que eles utilizam para crescer é, no mínimo, questionável.

marketing-e-vendas

Por definição, ela é uma empresa de análise de investimentos com mais de 180 mil clientes e mais de 200 milhões de faturamento. É líder absoluta nesse setor.

A questão a se discutir são as estratégias agressivas e muitas vezes desleais que eles utilizaram para alcançar esse patamar.

As práticas desleais da Empiricus

“Sem um marketing agressivo, jamais teríamos chamado a atenção do mercado”, diz Felipe Miranda, um dos fundadores da companhia e responsável pela produção dos relatórios.

Aqui estão algumas promessas realizadas por eles: “A estratégia capaz de transformar 1.500 reais em mais de 227.000 em apenas um mês” ou “Uma maneira totalmente inovadora de ter um lucro potencial de 995,1% (sim, vírgula um) em 12 meses”.

É claro, isso já causou problemas a eles, com era de se esperar. A Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec) os puniu várias vezes em razão dessas práticas. Embora isso ocorra, a Empiricus conseguiu se esquivar com manobras jurídicas.

Para nós, a Empiricus é mais um exemplo de empresa que não se preocupa com o aspecto ético da comunicação. Pela forma como se comunicam e se promovem, demonstram querer vender custe o que custar. Não há preocupação com o resto das pessoas. Funciona para eles, por enquanto. A questão é: até quando? Hoje eles se aproveitam de um mercado vulnerável, mas isso tende a ter um prazo de validade.

Entenda mais sobre a visão da V4 company sobre esse assunto no vídeo!

Rumenig Pires

Editor de vídeo e redator na V4 Company. Mestre em Comunicação, formado em Comunicação Digital.

Mais posts

Follow Me:
LinkedIn

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo