Experimentação: uma mudança de mindset para designers

Tenho certeza que você já se sentiu subestimado pelos conhecimentos de um designer (ou publicitário, ou alguém do marketing). o sentimento é uma mistura de burrice e dúvida; você se sente ignorante mas não consegue compreender o por quê. Será que é a música que ele ouve? ou são esses livros que ele lê? A liberdade que ele tem para a experimentação… Tudo que ele faz é tão diferente do que as pessoas normais fazem…

2

Sempre houve certa mística envolvida na atividade de um designer, independente de sua posição ou área de atuação: parece que seus produtos e insights vêm de outro mundo, como se ele possuísse o superpoder de se isolar, desaparecer por semanas ou meses, e voltar com a solução perfeita para o projeto, sem qualquer possibilidade de crítica pois, se você não entende as decisões tomadas por trás desta solução, muito provavelmente o ignorante é você. Não demonstre sua estupidez, não questione, apenas aceite.

Nem tudo o que brilha é ouro

É comprovado por diversos cases em empresas e dados de pesquisas que nada disso tem a ver com o “bom design”. Não importa quão brilhante seja a ideia e o desenvolvimento, ou quantos anos de experiencia o setor possui. Se ele não estiver aberto à experimentação e a testar seus protótipos da maneira mais rápida e eficiente possível, a epifania de um não irá substituir o processo de iteração desde os estágios iniciais de muitos.

3

Mudar a maneira de pensar o fluxo de trabalho, principalmente depois de que ela já está sedimentada, é incrivelmente difícil. Não vou me adentrar a respeito desta afirmação, mas fomos programados em nosso sistema educacional a evitar os erros, e é exatamente no erro que esta metodologia se difere das outras. Lembra das provas do colégio? dos exercícios de matemática? das aulas de física? então. É aqui que mora a maior barreira, como o nosso cérebro está acostumado a pensar. Mas, como qualquer atividade que demanda esforço e dedicação, esta mudança irá valer a pena. E a melhor parte é que neste mindset, errar faz parte do processo como um todo! Apenas tenha cuidado apenas como você irá lidar com ele: Irá ignorá-lo e seguirá em direção ao erro seguinte? Culpará o outro por não ter lhe passado informações suficientes? Desistirá de tudo por medo de errar novamente? Pense nisto.

Aprecie o erro legítimo, aquele que ocorre quando se busca acertar.

Esta diferença será sentida no tempo gasto e no bolso. Você verá que validar um modelo em 15 minutos através de alguns rabiscos em um papel é muito mais vantagem do que descobrir meses depois, com uma campanha gigantesca já em andamento. Este mindset de experimentação, muitas vezes atribuído inicialmente ao empreendedorismo, tem muita relação com o design thinking, buscando na prototipação a resposta para alcançar resultados significativos em um período de tempo reduzido. Seja confiante, desenvolva soluções, teste, repita. É garantido que este método te levará a resultados incríveis!

Deixe seu Comentário

Posts Recentes

O que a V4 faz?

A V4 é uma Assessoria de Marketing Digital que aprimora e potencializa o seu processo de vendas pela internet.

Diferente de muitas agências, que usam parte do valor que você investe em mídia para a própria remuneração, nós não agenciamos nada. Na V4, não há conflito de interesses. Nosso foco absoluto é gerar resultados para os nossos clientes.

Contamos com mais de 80 escritórios por todo Brasil, com especialistas treinados para diagnosticar o momento do seu negócio e aprimorar as ações de marketing digital, para você vender mais

São mais de 8 anos de atuação e mais de R$ 12 milhões investidos em marketing digital. Neste período, já ajudamos desde grandes marcas como Spotify, W12, Wizard, até pequenas academias de bairro.