Marketing Para Indústria Vale a Pena?

As comparações entre os mercados B2B e B2C são comuns e o marketing, geralmente, está no meio delas. A importância das estratégias para B2C é unanimidade, mas o marketing para indústria ainda gera algumas dúvidas.

Os questionamentos acontecem por muitos motivos, porém, o principal deles é a dificuldade que os negócios encontram para se comunicar com seus clientes que, neste nicho, são empresas em vez de consumidores finais.

Para um entendimento completo durante este texto, vale ressaltar que B2B significa Business to Business, que é a venda para empresas. Já o B2C significa Business to Customer, que significa venda para o cliente final.

Visando entender as nuances do marketing industrial e aplica-lo da forma correta, é necessário conhecer algumas peculiaridades que o diferenciam do B2C e entender quais são as estratégias com maiores chances de sucesso.

Por isso, neste artigo, você entenderá o que precisa fazer para que o marketing para indústria funcione no seu negócio e justifique os investimentos necessários para realizar as ações mais assertivas.

Diferença entre o marketing B2C e B2B

Para uma estratégia de marketing efetiva na indústria, é necessário entender que o seu cliente, na maioria das vezes, será uma empresa, em vez do consumidor final.

Este ponto é importantíssimo e determinará o sucesso das ações, afinal, a forma de comunicação, os canais de contato e até o estilo da venda serão diferentes para ambos os públicos.

Enquanto no B2C a comunicação é, geralmente, mais simples e descontraída, gerando conexão com as pessoas, no B2B a linguagem é mais sóbria, técnica, com o objetivo de gerar credibilidade e autoridade para a indústria.

Características do marketing B2C

Comunicar-se com o consumidor final é, geralmente, mais fácil e mais confortável, afinal, existe uma liberdade na comunicação, assim como uma exigência menor de aprofundamento nos temas abordados.

O consumidor final é facilmente atraído por conteúdos rasos como memes ou publicações na rede social com temas mais fáceis de serem consumidos. O intuito nesta modalidade é gerar conexão.

Stories com artifícios de interação e publicações mais descontraídas são conteúdos que geram um engajamento mais constante, mantendo a marca próxima do público e elevando a sua relevância para as pessoas.

Características do marketing B2B

No mercado B2B as coisas mudam, afinal, as empresas que são possíveis clientes da indústria não estão na internet buscando entretenimento ou descontração. Seus objetivos são sérios e estritamente técnicos.

A conexão gerada com os possíveis clientes se dá através de autoridade e confiança. Para alcançar estes fatores, será necessário provar a eficácia e a eficiência dos seus produtos, mostrando por que são a melhor opção.

Enquanto no B2C os canais mais populares são Facebook e Instagram, no B2B outros meios ganham força, como o Google e o Linkedin.

Isso não quer dizer que, para o B2C, os canais supracitados não sejam relevantes, o que acontece é que, no B2B, eles são necessários, principalmente por entregarem uma linguagem profissional de forma facilitada.

Para se ter uma ideia, de acordo com um levantamento do Google, cerca de 89% dos clientes B2B realizam pesquisas nos buscadores antes de fazerem compras, passando por uma etapa de aprendizado e descoberta.

Por falar em aprendizado e descoberta, não se pode fazer marketing para indústria sem falar em jornada de compra e nos canais presentes cada etapa da jornada para atrair, engajar e converter visitantes em clientes.

Jornada de compra para o B2B

Qualquer busca que você fizer na internet, para assuntos relacionados a marketing, vai apresentar resultados que abordam a jornada de compra. Esta assiduidade do tema é justificada pela sua importância nas estratégias.

Em suma, a jornada de compra é o caminho que o consumidor passa desde o primeiro contato com a sua marca até a conversão. Esse processo pode ser mapeado em etapas e cada uma delas é necessária para o sucesso do marketing.

Dessa forma, o funil divide-se em 4 fases principais:

  • Aprendizado e descoberta;
  • Reconhecimento do problema;
  • Consideração da solução;
  • Decisão de compra.

Essas etapas também se aplicam ao B2C, porém, no caso de venda para empresas, os canais se diferenciam e os conteúdos também são diferentes, mais aprofundados e em canais específicos.

Aprendizado e descoberta

A primeira etapa da jornada, que possui a maior quantidade de pessoas passando pelos seus conteúdos. É na fase de aprendizado e descoberta que o seu possível cliente vai buscar entender mais sobre determinado assunto.

Aplicando-a ao marketing para indústria, vamos imaginar que a sua empresa é uma fabricante de artigos esportivos, como tênis, roupas e acessórios relacionados à prática de esportes.

Nesta etapa, o seu cliente em potencial estará buscando pelos materiais de tênis mais duráveis, novas tecnologias na fabricação de roupas para a prática de esportes, entre outros conteúdos genéricos do segmento.

Neste caso, o objetivo das buscas está relacionado a encontrar novas tendências no mercado que façam com que esse cliente (que pode ser um varejo, por exemplo), se destaque no mercado para o consumidor final.

Nesta etapa, os canais mais utilizados são o blog e as mídias sociais, canais responsáveis pela atração de novas pessoas/empresas para os ambientes de comunicação da indústria.

Reconhecimento do problema

Já na segunda etapa do funil, os conteúdos abordados começam a tomar uma especificidade maior. Naturalmente, para adquirir produtos, o cliente precisa possuir uma necessidade, que gera a demanda de aquisição.

Essa necessidade faz com que o consumidor vá ao mercado buscar por informações e opções de produto. Entretanto, nem sempre ela é percebida, por isso, o marketing mostrará possíveis necessidades ao cliente.

Esta é uma etapa importante para gerar credibilidade à marca através de pesquisas, dados reais e informações que mostrem uma determinada necessidade ao cliente.

O blog também é um canal interessante para este tipo de conteúdo, entretanto, nesta etapa já podem ser agregadas campanhas de e-mail marketing, que são mais próximas do cliente e entregam conteúdo completo e relevante.

Consideração da solução

A terceira etapa, que está muito próxima da anterior, é o próximo passo no raciocínio natural de qualquer pessoa. Se encontramos uma necessidade ou problema, nossa primeira reação é buscar por soluções.

O papel da sua empresa será de mostrar as melhores alternativas para que o cliente resolva os seus problemas. Não é necessário vender um produto específico, você mostrará apenas o que é a solução.

Faça com que o cliente tenha ciência de que precisa de determinado produto a partir do momento que consumir o seu conteúdo. Mesmo que ainda não tenha decidido o fornecedor, ele começará a pensar nessa aquisição.

Para esta etapa, pode-se manter os canais da anterior, que são blog e e-mail, principalmente. Você estará fortalecendo o relacionamento com o cliente e valorizando a sua marca como um todo.

Decisão de compra

Chegamos à última etapa da jornada do consumidor até a compra propriamente dita. Aqui, o cliente já sabe o que precisa, porém, está encontrando a melhor opção de fornecedor.

No caso do B2B, diversos fatores são relevantes, como a eficiência do produto e o seu preço. Na maioria das vezes, muitas exigências técnicas são feitas para garantir a qualidade do produto que está sendo adquirido.

Da mesma forma, as quantidades de compra são maiores do que no B2C, portanto, o alto investimento exige confiança e garantia de satisfação para o consumidor.

Nesta etapa, o contato do cliente com a equipe comercial é fundamental, pois, desta forma, o consumidor terá uma pessoa específica para recorrer a qualquer momento e, inclusive, negociar valores e formas de pagamento.

Além disso, os canais que levarão o seu cliente até a equipe comercial são, principalmente, os conteúdos de consideração da solução e campanhas de anúncios realizadas no Google e nas mídias sociais.

Marketing para a indústria vale a pena, se bem executado

As estratégias de marketing para indústria possuem um alto poder de aquisição de novos clientes, assim como fortalecer o relacionamento com aqueles que já estão na carteira.

Para isso, as etapas mais básicas do marketing precisam ser aplicadas de acordo com o seu nicho de atuação, como:

  • Formulação das personas;
  • Realização de um planejamento das ações;
  • Acompanhamento dos resultados.

Um dos principais benefícios do marketing digital, neste caso, é a possibilidade de ação em cima dos resultados obtidos. Isso facilita a otimização dos investimentos e favorece o sucesso nas campanhas.

Por onde começar?

O primeiro passo é decidir entre internalizar o processo e formar uma equipe de marketing ou contratar uma agência que realize as ações de forma completa. Em ambos os casos, pessoas de dentro da empresa estarão vinculadas ao processo.

Tanto a equipe quanto a agência precisarão ser alimentados de informações constantes sobre o mercado e retorno sobre o sucesso das ações. Assim como é necessário que o time comercial esteja conectado às ações.

Com uma operação de marketing estabelecida, as ações podem começar a serem veiculadas e os primeiros resultados serão avaliados.

Conclusão

Aplicar estratégias de marketing para indústria é uma tarefa que, em muitos casos, se assemelha ao marketing convencional, direcionado ao consumidor.

Entretanto, as diferenças estão na forma de abordagem ao público e nos canais que podem ser utilizados. Um aprofundamento nas estratégias de cada canal é necessário para o sucesso das ações.

V4 Company

⭕ Quer o acompanhamento da V4 Company para obter resultados para a sua EMPRESA e faturar MUITO? Então acesse: 👉 QUERO TER ASSESSORIA DA V4 Company.

⭕ Quer atuar com uma carteira de clientes pronta e ser parceiro da V4 Company? Trabalhe em Home Office tendo todo suporte de profissionais que atuam com Marketing Digital há anos com a FRANQUIA da V4! Fale com um executivo de vendas então: 👉 QUERO SER UM FRANQUEADO V4 Company.

⭕ Mas se você quer conhecer a Formação CIENTISTA DO MARKETING, aumentar seus conhecimentos e trabalhar com Marketing Digital utilizando o Método V4, então acesse: 👉 QUERO SER UM CIENTISTA DO MARKETING.

Deixe seu Comentário

Posts que você vai gostar

O que a V4 faz?

V4 Company é uma Assessoria de Marketing Digital que aprimora e potencializa o seu processo de vendas pela internet. Através de um método testado com mais de 1000 clientes, e em quase 10 anos de história, nós chegamos num sistema que pode ser aplicado para qualquer tipo de negócio.

Com mais de 130 escritórios pelo país e em plena expansão, 2021 promete ser o ano em que vamos bater o nosso recorde de mídia investido: R$ 24 milhões de reais.

Você pode ser mais um dos nossos clientes satisfeitos. Não importa qual o seu negócio, a V4 Company tem o método que funciona pra você. Faça como nossos grandes ou pequenos clientes (Spotify, academias de bairro, padarias…): confie no método de assessoria de marketing da V4 e veja seu negócio explodir em vendas.