Tráfego pago: tudo o que você precisa saber

Se você acompanha ou está procurando entender as grandes tendências do marketing digital, provavelmente já ouviu falar sobre tráfego pago. Afinal, mesmo você não entendendo seu conceito, com certeza você já se deparou com anúncios em vídeos do Youtube ou em páginas de busca. Entretanto, para isso é necessário pensar em estratégias. 

O principal desafio de quem tem um negócio ou trabalha com marketing digital é trazer visibilidade ao seu site ou até mesmo redes sociais. Assim, um bom plano de marketing digital deve prever estratégias de longo prazo e também de curto prazo.

Uma estratégia de longo prazo para atrair tráfego ao seu site é investir em SEO, ou seja, otimizar seu site para que ele apareça nos primeiros resultados de buscadores. Já uma estratégia de curto prazo é investir em tráfego pago

Como tudo em seu negócio e no marketing digital, é necessário muito planejamento. Afinal, para ter resultados mais rápidos com tráfego pago, seus anúncios devem ser precisos para alcançar melhor seu público. É importante lembrar que sua estratégia de tráfego pago complementa sua estratégia de tráfego orgânico.

Esse texto vai te ajudar a entender o que é tráfego pago, quais ferramentas de tráfego pago, onde anunciar e como aplicar essa estratégia em seu negócio. 

O que é tráfego pago?

Mas afinal, o que é tráfego pago? Nada mais é do que uma forma de atrair público e clientes para o seu site de um jeito mais direto. Por meio de anúncios pagos em diversos sites, redes sociais e blogs, que levam a audiência até o seu produto.  

Ou seja, os anúncios facilitam o acesso a sua página com a ajuda de outras plataformas, e não somente pessoas recebendo dinheiro para acessar um e-commerce, por exemplo. Entender como o tráfego pago atua no marketing digital da sua empresa é fundamental, mas principalmente, de que ele não vale apenas para e-commerce.

Para entender melhor, vamos aos dois tipos de tráfego possíveis para o seu comércio: o tráfego pago e o tráfego orgânico.

Tráfego orgânico

É toda e qualquer estratégia que envolva o seu tempo dedicado ao negócio. Esse tipo de tráfego se relaciona mais com os clientes que são atraídos e chegam até o seu produto/serviço. 

Ou seja, as pessoas que chegam por meio orgânico em seus canais são pessoas que encontraram seu site sem ser por meio de publicidade, mas sim por meio da otimização. 

Tráfego pago 

É a estratégia de investir em plataformas que anunciam seu site e/ou produto por meio de publicidade. Um bom exemplo de espaço publicitário online é quando estamos em um site de notícias e ele tem anúncios. 

Mas, em essência, os dois tipos de tráfego se complementam na busca por um retorno de investimentos. Mesmo que de formas diferentes, eles garantem uma conexão maior entre a marca e o cliente.

Vantagens de investir em tráfego pago

O tráfego pago pode te trazer um retorno financeiro rápido e eficaz. É claro que para ele ser um investimento certeiro e não um prejuízo no seu orçamento, é preciso alinhar os objetos do seu negócio de forma clara

Os investimentos são diretos e claro, você paga em dinheiro, por um anúncio na plataforma de sua escolha e ela garante a circulação daquele conteúdo por um tempo finito. Assim, no caso de um e-commerce, você está conectando o cliente ao seu site de uma forma rápida e direta, com mais retornos imediatos.

Entretanto, mesmo saindo diretamente do seu bolso, o retorno é rápido e, se você for esperto o suficiente para alinhar as vantagens do tráfego pago ao tráfego orgânico, a tendência é que o seu rendimento seja muito maior do que o custo, além de também ajudar na consolidação da sua marca. 

Apesar do tráfego pago ter na base os conhecimentos de marketing de conteúdo e SEO, a principal vantagem é que você não precisa saber tudo sobre isso. Afinal, basta contratar um gestor de tráfego. Esse profissional é capaz de cuidar da parte de marketing digital e ficar responsável diretamente pelos anúncios.

Dessa forma, com a criação de anúncios em sites recém-criados, por exemplo, a taxa de conversão e reputação da sua marca também são beneficiadas. E para quem não possui um e-commerce, o tráfego pago também é uma ótima forma de atrair clientes e estreitar ainda mais a relação entre eles e o seu produto.

Por fim, o tráfego pago usa as ferramentas do marketing de conteúdo para direcionar o seu produto aos clientes certos, além de atrair novos compradores. Assim, para que ele funcione dessa forma, você precisa ficar atento a algumas questões, como os tipos de anúncios que serão utilizados.

Tipos de anúncios para tráfego pago

Quem trabalha ou entende o que é marketing digital sabe que há inúmeras plataformas que nos ajudam de diversas maneiras a ter mais visibilidade online. Dessa forma, com os anúncios pagos não seria diferente. 

Afinal, existem muitas maneiras de anunciar sua marca, e tudo varia do tipo de estratégia de marketing que deseja aplicar e do tipo de negócio que possui. 

Assim, os principais tipos de plataformas de anúncio são: 

Google Ads

A plataforma de anúncios mais conhecida. Permite que você apareça nos primeiros resultados de busca do Google e também dentro de sites com banners publicitários. 


O Google Ads possui sete maneiras diferentes de anunciar dentro da sua plataforma, são elas:

1. Pesquisa

É o tipo mais comum de anúncio do Google Ads. Ele coloca seu site nos primeiros resultados de busca do Google. Dessa forma, as chances de seu site aparecer em primeiro lugar são maiores, gerando assim, mais visitas. E quando a estratégia é bem estruturada, a chance de conversão também aumenta. 

Esse tipo de anúncio pode servir para complementar sua estratégia de Inside Sales, já que aparecendo nos primeiros resultados de busca, você passa maior credibilidade para seu cliente. 

Quando você anuncia dessa forma, seu anúncio aparece assim:

trafego-pago-anuncio-google

2. Campanha de display

Com esse tipo de anúncio você consegue inserir sua marca dentro de outros sites e espaços publicitários online. São os anúncios que aparecem quando estamos lendo uma notícia, ou utilizando algum aplicativo e um display com uma marca ou produto aparece.

Dentro desse tipo de anúncio existem ainda outros tipos de segmentação de campanha. As campanhas padrão permitem um controle e aproveitamento do seu orçamento, mas exige mais tempo segmentando e monitorando lances. 

Já as campanhas inteligentes permitem otimizar tempo com segmentação, deixando que a inteligência artificial encontre a melhor maneira de anunciar seu produto. E, por fim, as campanhas de Gmail fazem que seu anúncio apareça na aba “promoções” do e-mail. 

Com as campanhas de display seus anúncios aparecem dessa forma: 

3. Google Shopping

É o tipo de anúncio ideal para quem vende um produto. Ou seja,ele coloca seu anúncio entre os primeiros resultados de busca do Google, em uma espécie de vitrine online. Uma das principais vantagens de anunciar no Google Shopping é que ele exibe seu produto com foto, preço e as opções de frete. Os anúncios aparecem dessa maneira: 

trafego-pago-google-shopping

4. Campanhas para App

Anúncio ideal para quem tem um aplicativo e quer mais downloads. Esse anúncio aparece em diversas plataformas do Google, como Youtube e Google Play. Depois que você configura seu anúncio, o próprio Google faz a otimização. 

5. Campanhas locais

É o tipo de campanha para quem quer atrair o público para um local físico. Ideal para quem tem um PDV, por exemplo. Ele oferece todas as informações do local para o usuário, como endereço, telefone e horário de funcionamento. Esses anúncios são exibidos na barra de pesquisa, no Youtube e no Google Maps.

6. Campanhas inteligentes

Essa forma de fazer anúncios é a que menos exige tempo para segmentação e estratégia de anúncio. Você fornece as informações do seu público e o Google as utiliza para criar a melhor segmentação e fazer seu investimento render de forma mais proveitosa. É a melhor maneira de automatizar os anúncios.

YouTube Ads

Outro tipo de plataforma é o Youtube. Ele permite a veiculação de anúncios dentro da plataforma. Eles podem aparecer de diversas maneiras, tanto em formato de vídeos que podem ser pulados após 5 ou 15 segundos. Como em formato de display, chamando para seu site ou anunciando um produto. 

Os anúncios aparecem assim:

trafego-pago-anuncio-youtube

Facebook Ads

Uma das plataformas que mais vem ganhando força é o Facebook. Ele permite a veiculação de anúncios dentro da rede social. Assim, os anúncios podem conter textos, imagens e vídeos, além de botões atraindo para uma ação. A ferramenta de anúncios do Facebook também permite uma segmentação.

Ainda que seja uma plataforma diferente, os anúncios no Facebook geralmente são utilizados como maneira de complementar suas campanhas de Google Ads. Isso porque os públicos que cada ferramenta atinge são diferentes.

Instagram Ads

Por pertencerem à mesma marca, a Meta, as semelhanças entre as plataformas são muito semelhantes. Os anúncios do Instagram permitem também fazer anúncios em forma de story, ferramenta mais utilizada da rede social. 

Da mesma maneira que o Facebook Ads, o Instagram Ads pode ser utilizado como maneira de complementar sua estratégia de campanhas do Google Ads. 

Planejamento para investir em tráfego pago

Investir em uma nova estratégia é sempre um desafio, por isso, se você decidiu adotar o tráfego pago em seu negócio, online ou físico, alguns pontos precisam ser alinhados antes de começar:

Ter um gestor de tráfego pago profissional

O tráfego pago além de alinhar anúncios digitais, trabalhando diretamente com marketing digital, auxilia a empresa a conquistar os primeiros clientes. Mas quem faz isso não é o dono, e sim, um profissional especializado nisso: O Gestor de Tráfego

Ele é o responsável pelo acompanhamento de métricas, da escolha do tipo de anúncio. Em um resumo, é quem cuida de toda a parte de marketing digital que envolve a estratégia de anúncios pagos. Esse profissional precisa entender muito mais de vendas do que de tráfego em si, como pontua Vinicius Takiy, sócio-executivo da V4 Company e Gestor de Tráfego Sênior.

Público-alvo

Com ou sem o tráfego pago, conhecer quem é o seu público alvo faz toda a diferença. Ao invés de mirar para todo o lado na hora de anunciar o seu produto, saber especificamente quem compra e quem pode se interessar, ajuda na escolha da melhor estratégia e do melhor tipo de anúncio.

Entender qual anúncio é melhor para o seu negócio 

Até aqui você já entendeu o que é, como funciona e quais os tipos de anúncio existentes. Cada um dos tipos de anúncio possui uma plataforma com finalidades e características específicas, com isso em mente, o gestor de tráfego da sua empresa consegue a melhor estratégia de marketing sem comprometer o seu orçamento escolhendo um anúncio inadequado, por exemplo.

Monitoramento 

Essa parte é fundamental para fazer o seu tráfego pago funcionar. Contratar anúncios em plataformas online por si só não garante um retorno imediato, é preciso ter conhecimentos específicos de marketing digital. Geralmente quem fica atento às métricas e números, custo de anúncios e cliques é o gestor de tráfego. 

Direcione os seus investimentos financeiros

Anúncios geram um custo, e dinheiro bom é dinheiro bem gasto, não é? Direcionar os gastos com uma estratégia certa que irá garantir o retorno financeiro desejado precisa estar no seu planejamento. Também devem estar inclusos no orçamento de campanha os gastos com o gestor de tráfego, com os anúncios e com a criação de conteúdo.

Como ter uma boa estratégia de tráfego pago

Agora que você chegou aqui e já entende a importância do planejamento no tráfego pago, já é um bom caminho andado. Para colocar isso em prática é necessário executar cada um dos passos já citados até aqui: conhecer o seu público-alvo, se organizar e ter uma equipe qualificada para fazer os anúncios. 

É verdade que os anúncios pagos podem ser a solução ideal para atrair o público a comprar, visitar sua loja ou conhecer seu site de forma rápida. Mas engana-se quem pensa que qualquer campanha de tráfego pago vai ter sucesso garantido.

Tudo que envolve tráfego pago deve ser feito de maneira minuciosa, cuidando e monitorando todos os detalhes. Além disso, para essa função é preciso de alguém com perfil analítico e que entenda de vendas. 

Não se esqueça que anúncios envolvem, essencialmente, dinheiro. Por esse motivo, para ter uma campanha de sucesso, é necessário ter em mente que você vai precisar fazer um bom investimento. Em geral, cada anúncio não custa muito dinheiro, mas se você quer ter uma boa campanha, prepare-se para disponibilizar a quantia necessária para isso.

Montar campanhas de anúncio exigem conhecimento da plataforma, da empresa, do seu cliente e de vendas, por isso, considere uma assessoria de marketing. Afinal, esta é diferente de uma agência de marketing que foca principalmente na operação. 

Ou seja, uma assessoria como a V4 Company, conta com uma equipe formada por profissionais qualificados e que entendem de cada plataforma pode transformar seu negócio.

Deixe seu Comentário

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email