Time de inside sales da V4 Company como especialista em como fazer um funil de vendas

Como montar um funil de vendas?

Gabriel Freitas

Gabriel Freitas

12 de agosto de 2022

O mercado de vendas não é um ramo fácil, ele exige muita dedicação e preparo para acompanhar as mudanças que acontecem cada vez mais rápido. Assim, se você já está de olho nisso, e possui um time de Inside Sales no seu negócio, fique sabendo que existe uma outra estratégia que pode turbinar os rendimentos. O funil de vendas pode ser o incentivo que o seu time precisa e neste artigo, você vai saber tudo sobre como montar um funil de vendas.

O que é um funil de vendas?

Em primeiro lugar, você precisa entender o que é um funil de vendas, também conhecido como pipeline. Ele serve para ter um crescimento nas vendas, caso você já tenha investido em vendas internas, ou inside sales, o funil de vendas pode ser uma forma de esquematizar e organizar o processo. 

À primeira vista, um funil de vendas é a jornada de um cliente desde o primeiro contato com a marca, até o momento em que a compra é efetuada ou não. O objetivo final do funil é a compra do produto. Além disso, a estrutura do funil consiste em um conjunto de etapas e gatilhos mentais para a persona ao entrar em contato com a marca.

Como funciona o funil de vendas?

Você já viu um funil? Ele é um objeto em formato de cone que serve para transferir líquidos de qualquer natureza para diversos recipientes. O topo é uma superfície larga e circular, enquanto o fundo é estreito e permite a passagem do líquido sem qualquer desperdício. Não é atoa que essa estratégia recebe o nome de funil, entenda como cada uma das três partes do funil de vendas funciona, o topo, meio e fundo:

Topo de funil

A princípio, a primeira fase é o aprendizado e descoberta do cliente. É neste momento em que o indivíduo descobre um problema ou necessidade, quando a consciência desperta ao entrar em contato com a sua marca.

Ou seja, nessa primeira fase, você precisa atrair o cliente para a sua marca e mostrar que você tem a solução para o problema ou resposta que ele procura.

Meio de funil

Na segunda fase, chamada de meio do funil de vendas, serve para o reconhecimento do problema e consideração de uma possível solução. O cliente que chega até o seu produto ou marca já sabe que precisa de algo, ou de uma solução, mas ainda não sabe como chegar nela. 

Nesse sentido, a sua marca pode oferecer dicas e orientações sobre como resolver esse problema.

Fundo do funil

Logo, na última etapa, conhecida como fundo do funil, é a decisão da compra. Depois de todas as fases, o cliente chega até o fim e decide resolver o problema ou a necessidade, por meio da compra do seu produto ou serviço. 

Até esse momento, o funil serviu como um estreitamento de laços entre o possível cliente e a sua marca.

Caso você ainda não saiba exatamente o que é um time de inside sales, a V4 Company disponibiliza um conteúdo exclusivo e super didático no Playbook de Inside Sales. Fique por dentro das melhores estratégias de vendas.

Coloque em prática o funil de vendas

Antes de tudo, você já deve entender que apesar de ampliar a capacidade de vendas, o pessoal do time de inside sales não faz milagre. O mesmo vale para as estratégias de Marketing digital. Inclusive, é alinhando a área de marketing e vendas que as etapas do funil de vendas podem ser fortalecidas.

Antes de mais nada, para colocar em prática um funil de vendas, você deve seguir o passo-a-passo: 

1. Definir o topo do funil

Como já foi visto neste artigo, no topo do funil o cliente tem a primeira impressão da sua marca. Por isso, invista em uma boa experiência para o cliente, para garantir que ele siga avançando. Seja em um negócio online ou offline, como uma loja física, você precisa fazer com que a sua marca chegue até as pessoas.

2. Invista em Marketing 

Cada etapa do funil deve despertar e trabalhar tipos diferentes de gatilhos no cliente, por isso, você precisa analisar com cuidado em qual fase as estratégias de marketing devem estar. Para entender um pouco mais sobre o que é marketing digital, a V4 Company disponibiliza um conteúdo com os principais conceitos.

3. Diminua os riscos

Você precisa garantir que cada fase do funil funcione da forma correta. Evite prejuízos para o seu faturamento ao prospectar mais clientes no topo, mas fechar um número muito baixo de vendas. Antes de tudo, a sua equipe inside sales é quem cuida dessas operações na prática, por isso eles precisam saber quem é o seu cliente e como navegar pelas estratégias do funil.

4. Equilibre as informações

Até aqui você já entende que o funil de vendas serve para aproximar o cliente da compra final, utilizando estratégias que devem guiá-lo até o final. Todavia, você precisa cuidar do excesso de informação e estímulos, caso o cliente esteja “perdido” no meio do funil, essa chuva de conteúdos pode repelir. Nesse sentido, é preciso estar ainda mais alinhado com o marketing e com a persona do seu negócio.

5. Invista no treinamento do time de inside sales 

Depois de montar um funil de vendas eficiente, é preciso gerenciar e capacitar a equipe responsável. Afinal, o fluxo de visitantes, leads e fluxo de clientes devem estar organizados. Uma ferramenta conhecida é o CRM, ele registra e salva todas as operações e contatos feitos nas vendas, e o principal, centraliza as informações em um só lugar.

Apliquei o funil de vendas e agora?

Um funil de vendas bem aplicado não vai garantir um estouro de vendas em menos de uma semana, como você já leu até aqui, existem vários pontos a serem definidos para dar o primeiro passo. Mas, ao escolher uma estratégia nova para o seu negócio, é o início de um caminho de sucesso que vai destacar a sua marca.


A V4 Company tem um conteúdo especial que pode agregar ainda mais conhecimento para o sucesso das suas vendas. Assista ao vídeo do nosso COO, Eduardo Torres, e fique por dentro!

certificado gptwverificado reclame aqui