Mentira sobre o Coronavírus | V4 News

Thiago Souza

Thiago Souza

31 de março de 2020

Nos últimos dias acredito que você tenha notado ou faça parte de um alarde social que está acontecendo sobre coronavírus, muito em função dos esforços e medidas que estão sendo impostas relacionadas ao isolamento social.

O objetivo do conteúdo de hoje é mostrar para você, que independente do cenário ou postura que você e suas referências defendam, se eles te garantiram que essa é a melhor solução, então eles mentiram para você.

Vale destacarmos aqui também a respeito do alarde social mencionado anteriormente no início do texto, é que embora ele não seja benéfico, ele é extremamente compreensível, uma vez que muito desse alarde vem em função de existirem uma série de discordâncias entre as nossas referências, como por exemplo, governo federal e estaduais.

Outro ponto que vale ressaltar é que o foco aqui não será de defender um lado ou outro, mas sim explorar as particularidades de cada uma delas, para mostrar o quão complexa cada abordagem é, e o quão não óbvia é essa decisão no final das contas.

Inclusive se avaliarmos o nível de complexidade e a quantidade de variáveis envolvidas na decisão de cada abordagem escolher, é como independente da escolha, estivéssemos vivendo um possível efeito borboleta, já que entendemos que de pouco do que está acontecendo no âmbito de um cenário macro, e a partir de uma das decisões que tomarmos, muitas coisas podem acontecer.

O que é o efeito borboleta?

Para quem não sabe, o efeito borboleta é um dos conceitos da teoria do caos, que diz que pequenas alterações nas condições iniciais de grandes sistemas, podem causar grandes alterações e resultados dentro deles mesmos.

Em resumo, são acontecimentos que desencadeiam outros acontecimentos, que não necessariamente exista uma ligação óbvia entre eles, mas que são sim consequência um dos outros.

E quando trazemos o contexto para um cenário de macroeconomia como esse, é perfeitamente possível estabelecer este tipo de paralelo.

Mas afinal, quais são essas duas possíveis abordagens indicadas para podermos lidar com a quarentena durante a pandemia do COVID-19?

A primeira é mais conhecida como conservadora e está sendo chamada de lockdown horizontal, que basicamente visa manter as pessoas dentro de suas casa, mantendo o isolamento social, até que a velocidade de contágio e transmissão do vírus diminua.

A segunda abordagem defendida é o lockdown vertical, onde o isolamento social ficaria restrito aos grupos de risco, como idosos por exemplo. Fazendo com que parte da população que não se encaixa nesses critérios, vá e cumpra as suas atividades de trabalho normalmente, fazendo com que a economia continue girando.

Existem diversos argumentos elencados por cada uma das partes, tantos os que defendem o lockdown horizontal quanto o vertical. Pensando nisso, resolvemos gravar um vídeo sobre o assunto para nosso canal do youtube, onde nosso Equity Partner Gabriel Robiati aborda ambas vertentes e explica cada uma delas.

Se você quer entender qual a nossa opinião e saber mais sobre o assunto, não deixe de assistir o vídeo completo clicando na imagem abaixo:

Veja também: 

certificado gptwverificado reclame aqui