Marketing digital: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

O marketing digital é um conjunto de estratégias que tem o objetivo de facilitar o processo de vendas pela internet. Dentre as principais técnicas para um plano efetivo estão o SEO, Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo.

Mas é só isso? Não! Existe uma infinidade de estratégias e ferramentas na área do marketing, que vem aumentando cada vez mais por conta da evolução do digital. 

É por isso que se você quer vender mais, ou quer entender sobre o mercado que está criando as profissões do futuro, você precisa ler esse conteúdo! 

Aqui você será apresentado ao assunto pela maior assessoria de marketing digital do Brasil. Mas além disso, vai entender ferramentas, mercado de trabalho e até receberá dicas de conteúdos complementares para se tornar um verdadeiro cientista do marketing digital. 

Primeiramente… o que é marketing digital? 

Bom, para começar, é importante que você entenda o conceito básico do que é esse conjunto de estratégias. Assim, vale voltar um pouco no tempo para entender que o marketing já é um tema antigo de atuação e estudo, sendo o digital sua mais nova vertente. 

Essa volta no tempo nos leva até 1962, quando Philip Kotler – considerado o pai do marketing – começou a lecionar sobre o assunto nos EUA. Para ele, o marketing é uma parte essencial da economia e que a demanda era influenciada não só pelo preço. 

Ou seja, fatores como publicidade e promoções de vendas funcionavam como canais de distribuição. Entretanto, ele liga o lucro à satisfação do consumidor e com o bem-estar da sociedade

A partir dessa ideia primária, o conceito vem se modernizando diariamente, até chegar no ponto em que é necessário reunir todos esforços de marketing no digital. Assim, alinhando estratégias que conversem com o público onde ele está: na internet. 

Resumidamente, hoje o conceito Marketing Digital consiste na promoção de produtos ou marcas por meio de mídias digitais. Essa é uma das principais maneiras que as empresas têm para se comunicar com o público de forma direta, personalizada e no momento certo.

Entretanto, além desse conceito principal, é necessário estar alinhado também com alguns conceitos-chave do marketing digital.

E quais são os conceitos-chave do marketing digital?

Por se tratar de um conjunto de estratégias, para entender o marketing digital é necessário conhecer também seus conceitos-chave. Estes dizem respeito a formas, formatos e meios que justificam como são executadas estratégias e com que finalidade. 

Dessa forma, é essencial que você entenda os seguintes conceitos: 

Persona

Uma persona é um retrato semi fictício da pessoa que seria o consumidor ideal do seu negócio. Ou seja, é a idealização de um personagem que, através de todas suas características, hábitos e estilo de vida, compraria seu produto ou serviço. 

Mas isso não é a mesma coisa que público-alvo? Não, mas essa confusão entre os dois conceitos é muito comum nessa área. Diferente da ideia de PA, que busca mirar em grupos com hábitos comuns, a persona pensa em hábitos específicos.

E qual a finalidade disso? Entender quem seria o lead mais qualificado e tentar conversar direta e indiretamente com ele. Por isso, explicaremos também o conceito de lead. 

Quer saber mais? O Gui Lippert pode te ajudar a entender melhor o que é persona e como descobrir a sua.

Lead

Leads são oportunidades de negócio. Ou seja, são os contatos que, através da sua estratégia de marketing digital, chegaram até você e deixaram informações para que você entre em contato.  

Funil de vendas

Também conhecido como jornada do consumidor, ele diz respeito ao caminho do consumidor. Em outras palavras, é uma estratégia desenhada para prever as etapas pelas quais uma pessoa passa durante o processo de compra.

Assim, é possível prever desde a compreensão de um problema pelo possível lead, passando pela consideração de compra até a decisão.

CRM

CRM (Customer Relationship Management) é um software responsável por gerir a relação de empresas com potenciais e atuais clientes.

Ele foi criado para definir toda uma classe de sistemas de informações ou ferramentas que automatizam as funções de contato com o cliente. Assim, o CRM permite, no geral, o cadastro de clientes, registro de suas informações e preferências. 

Além disso, também apresenta os últimos contatos realizados com a sua empresa e controle de follow-ups.

Landing page

As landing pages são páginas totalmente focadas em conversão e captura de leads. Isso ocorre através da entrega de um conteúdo ou material de valor, direcionando para botões ou formulários.

Assim, o leitor que estiver mais interessado no conteúdo, preenche suas informações, ganha acesso a um material específico e autoriza que você entre em contato com ele. 

SEO

Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Buscas, é um conjunto de ações focadas em melhorar seu rankeamento orgânico

Com isso, é possível atrair tráfego sem investir em anúncios, levando seu site e conteúdos para o topo dos mecanismos de busca através de keywords

CMS

O CMS – Content Management System, ou Sistema de Gestão de Conteúdos – é mais uma ferramenta da área. Ela possibilita a produção, edição e publicação de conteúdos sem a necessidade de conhecimentos técnicos em programação.

CTA

O CTA (Call To Action) é uma “chamada para ação”. Ou seja, é através dele que você vai induzir o leitor a tomar alguma atitude que o faça avançar em seu funil de vendas. 

Ele pode aparecer através de botões personalizados, por exemplo, que atraiam o possível lead para que caiam no seu funil já preparados para o consumo. 

Fluxo de nutrição

O nosso último conceito-chave é o fluxo de nutrição. Esse diz respeito a um processo de automação que tem o intuito de ajudar o visitante a caminhar pelo seu funil de vendas

Mas como? Através de um gatilho que leve até um fluxo de mensagens – como o feito por e-mail, por exemplo.

Quais vantagens o marketing digital oferece? 

Certo, agora entendemos diversos conceitos da área. Mas quais as vantagens de entender tais ferramentas e aplicá-las ao negócio? Uma coisa já podemos adiantar: são muitas! 

Fortalecimento de marca

Uma das vantagens do marketing digital que muitos esquecem diz respeito ao fortalecimento de marca. Afinal, se você está gerando conteúdo relevante em seus canais de comunicação, automaticamente você está se tornando uma grande fonte de conhecimentos. 

Assim, a partir de conteúdos educativos, feitos para atrair tráfego ou alinhados com outras estratégias, você vai se tornando referência em assuntos do segmento

Interatividade com o público

Agora, um dos pontos mais importantes em que o marketing digital se destaca é quanto a interatividade. Nesse ponto, entendemos que o foco já não é mais só no produto, mas sim na experiência do usuário como um todo. 

Por conta disso, as empresas buscam produzir conteúdos interativos em diversos formatos e plataformas de comunicação. Dessa forma, é possível engajar e criar uma comunicação mais linear e próxima do público. 

Análise e mensuração de resultados

Já pensou em colocar tudo isso em prática e não ter como medir se sua estratégia está dando resultados? Até pouco tempo atrás, isso era uma realidade. Afinal, se as vendas subiam, poderia ser em decorrência de uma série de fatores, e não especificamente seu plano de marketing.

Agora, graças a internet e ao marketing online, é possível acompanhar resultados em tempo real. Isso é possível por conta de métricas como o Retorno Sobre Investimento (ROI) e Custo de Aquisição de Clientes (CAC).

Dessa forma, conseguimos medir, analisar e tomar as melhores decisões a partir dos resultados preliminares de cada estratégia. 

Aumento das vendas

A principal vantagem de uma estratégia de marketing bem executada é simples: o aumento das vendas. E esse aumento ocorre através da facilidade e abertura de novas oportunidades de negócio que o marketing promove. 

Além disso, nesse ponto podemos salientar o baixo custo de investimento comparado a potencialização da escalada de uma empresa. 

Quais são as principais estratégias do marketing digital?

Entendendo o marketing digital como um conceito que parte de um conjunto de estratégias e ações, precisamos entender quais são elas. Assim, trouxemos as principais e que são popularmente conhecidas e usadas no meio. São elas: 

Inbound marketing e marketing de conteúdo 

Para começar é importante deixar claro que Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo são coisas diferentes. Entretanto, nem tão diferentes assim, afinal um é combustível para que o outro funcione.

Assim, no Inbound Marketing possibilita que o cliente chegue até o site da empresa de forma passiva. Ou seja, ele é um marketing de atração orgânica. E o marketing de conteúdo? Ele é o conteúdo dentro da estratégia de Inbound, possibilitando que ela se torne eficaz. 

Com isso, vemos estratégias de marketing que dão origem aos conteúdos de blog, como este, por exemplo, e a utilização do SEO, como vimos anteriormente. 

Growth Marketing 

O Growth marketing surgiu da união das áreas de marketing, vendas, produção, operações e atendimento ao cliente. Usando ações de Growth Hacking, a estratégia tem uma nova forma de pensar o Marketing Digital.

Assim, coloca as empresas no caminho dos seus objetivos, de maneira mais rápida e com o menor uso possível de recursos. Ou seja, é o processo de projetar e conduzir experimentos para otimizar e melhorar os resultados de um mercado-alvo.

Tráfego pago

A estratégia de tráfego pago é uma que tem se popularizado muito no marketing digital nos últimos anos. Ela diz respeito a criação de anúncios focados em palavras-chave para ganhar destaque em mecanismos de busca e redes sociais. 

Entretanto, sua efetividade depende muito do conhecimento do gestor de tráfego para gerenciar campanhas de forma eficaz. 

Redes sociais

As redes sociais tornaram-se espaços que vão além da interação entre usuários. Hoje, elas  dão brechas para empresas executarem estratégias de marketing digital. Com isso, diferentes formatos de interação, como vídeos, fotos, textos e até áudios podem ser usados como um aliado de vendas. 

Essa tendência fez com que toda empresa busque formas de inovar e marcar presença nas redes sociais. Lembrando que quando nos referimos a essas redes, estamos falando de Facebook, Instagram, WhatsApp, Tik Tok, Youtube e até Spotify. 

E-mail marketing

O e-mail marketing talvez seja um dos mais tradicionais meios de ação do marketing digital. A estratégia possibilita engajar, informar e reter o consumidor, seja no pré ou pós vendas. 

Entretanto, em uma geração dominada pelas redes sociais, é importante entender como usar o e-mail marketing de forma assertiva. 

Mas além de frentes específicas, uma das tendências – principalmente para e-commerces- são as estratégias omnichannel

Mas como estruturar um plano de marketing digital?

Temos as estratégias, os conceitos e as vantagens. E agora, como fazer para começar a estruturar um bom plano de marketing digital? Bom, existem diferentes planejamentos na área, focados nas estratégias que você quer e precisa abordar. Entretanto, inicialmente, é importante atentar-se a 3 pontos: 

Defina objetivos

Ter objetivos claros e bem definidos é parte fundamental de todo bom planejamento. Por isso, o primeiro passo antes de pensar em ações e estratégias é entender onde você quer chegar

Crie KPIs (Indicadores-chave de performance)

KPIs são ferramentas de gestão para realizar a medição e nível de desempenho de uma organização ou processo. Para isso, a métrica foca no “como” e ainda indica como está cada processo.

Dessa forma, é possível entender quais objetivos serão alcançados ou não com antecedência. Permitindo assim, que sejam pensadas soluções que contribuam para chegar mais perto da meta final. 

Faça um detalhamento de persona

Ter uma persona bem definida é outro ponto essencial para pensar estratégias de marketing digital. Afinal, fica muito mais fácil nos comunicarmos com alguém quando sabemos quem essa pessoa é, não é mesmo?

Assim, partindo do ponto que já temos o conceito de persona mais bem definido – como visto anteriormente -, conseguimos desenhá-la desde o início do processo. Esse esforço inicial garante que você comece sua estratégia já dialogando com as pessoas certas

E depois de planejar… como analisar resultados? 

Essa é mais uma das grandes dúvidas do marketing digital. Afinal, mas complexo que entender ações de comunicação e distribuição, por exemplo, é saber como medir sua efetividade

Por isso, aqui apresentamos também algumas métricas importantes de se entender um pouco melhor para ter estratégias mais assertivas:

Retorno sobre Investimento (ROI)

A sigla ROI vem do do termo em inglês “Return over investment”. Ou seja, retorno sobre o investimento. Este indicador é utilizado como guia básico para medir o sucesso de qualquer campanha, seja ela online ou offline.

E como calcular e entender melhor isso? Nós podemos te explicar melhor em nosso conteúdo focado em o que é e como calcular ROI.

Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

O CAC considera uma série de custos para medir o valor destinado para a obtenção de clientes. Assim, norteia se a empresa está gastando muito ou não na hora de encontrar adeptos consumidores. Ou seja, esse indicador aponta tudo que foi investido em marketing e vendas para gerar receita.

LifeTime Value (LTV)

O Tempo de Vida do Cliente é fundamental para medir quanto cada um deles está investindo no seu negócio até o momento em que deixa de comprar.

Este é um indicador que vai na contramão do CAC e mede quanto o cliente investe no seu negócio, considerando o tempo que ele permanece ativo na sua carteira de clientes.

Quanto maior for o LTV, mais dinheiro você estará recebendo por um cliente (que teve um mesmo custo para ser adquirido) e maiores serão os lucros do seu negócio.

Mas como calcular o CAC e o LTV da minha empresa? Aprenda agora!

Custo Por Aquisição (CPA)

Essa métrica é mais comum em campanhas e geração de leads. Assim, ela é utilizada para medir conversões propriamente ditas, sejam elas em leads ou vendas, por exemplo.

Ou seja, essa é a métrica usada para medir o modelo de precificação que se refere a uma ação específica, por exemplo, uma venda, clique ou envio de formulário.

Receita Mensal Recorrente (MRR)

O MRR é uma métrica que serve para trazer uma receita previsível mensal para as empresas que vendem assinaturas. E isso geralmente ocorre com serviços, mas não é incomum com produtos também.

Seu cálculo é feito com base no que os clientes pagam mensalmente às empresas. Ou seja, consiste em subtrair a quantidade total de contas ativas pagantes pela quantidade de contas canceladas e multiplicar pelo valor pago mensal.

Custo Por Lead (CPL)

Como o próprio nome já diz, o CPL diz respeito ao valor gasto para levar cada lead até a sua página. Ou seja, qual é o valor que as campanhas estão pagando por cada lead adquirido.

Esse valor sofre algumas variáveis que dizem respeito, principalmente, ao número de buscas e concorrência por palavras-chave de cada campanha. 

Taxa de Retenção e Churn 

Enquanto a Taxa de Retenção diz respeito a quantidade de usuários ativos constantemente, o Churn é uma métrica que indica quantos clientes uma empresa perdeu dentro de um período de tempo.

Para que você entenda melhor isso, separamos um conteúdo especial que explica o que é Churn e como fazer para reduzi-lo. 

Como trabalhar com marketing digital?

Existem diversas frentes no marketing digital. Isso permite que diferentes profissionais com variadas expertises possam trabalhar nessa área em algo específico. Alguns exemplos são copywriters, designers, gestores de tráfego, entre outros.   

Entretanto, já há maneiras de somar esses conhecimentos em um único profissional. Esse poderá focar em operações ou mirar cargos de gestão, comandando diversas frentes e tendo o conhecimento necessário para isso. 

Mas que profissional seria esse? O Cientista do Marketing. Um profissional multidisciplinar de referência que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado. 

Como aplicar marketing digital para empresas? 

Como já percebemos, existem uma infinidade de estratégias e ações que você pode usar dentro do marketing digital. Contudo, sua aplicabilidade no dia a dia de um negócio depende de mais um fator: qual o tipo da sua empresa? 

Nesse caso, podemos dividir diferentes ações para pequenas, médias e grandes empresas, assim como seu foco em vendas B2C ou B2B. Quer um exemplo? Vamos lá. 

Qual o objetivo em comum que todas essas empresas têm? Vender mais. Entretanto, os diferentes obstáculos existentes para cada uma delas atingir essa meta é o que implica em estratégias distintas. 

Assim, as pequenas empresas buscam formas de atingir um público maior e apresentar o seu negócio. Já as médias, procuram manter a fidelização dos clientes e expandir a oferta de produtos e serviços usando o marketing digital. 

Enquanto as grandes empresas procuram formas de se destacar no mercado perante os concorrentes. 

Agora, ao se tratar de B2B e B2C, também temos estratégias diferentes de marketing. Afinal, enquanto a primeira tem o foco em atrair diretamente o consumidor final dos produtos e serviços, a outra oferece os produtos e serviços para que outras empresas utilizem com seus consumidores finais.

Ou seja, para começar a aplicar ações de marketing em sua empresa, antes é necessário entender quem é você no mercado. Dessa forma, é possível inserir ações como o método V4 de marketing digital. 

Dicas de ferramentas de marketing digital

métricas-marketing-digital

Ao perceber a quantidade de frentes e ações do marketing digital, é impossível imaginar um cenário sem ferramentas para auxiliar em todos os processos. Assim, trouxemos algumas ferramentas que podem te ajudar desde a organização diária de tarefas, até mensurar resultados de forma mais prática. 

Ferramentas de SEO

Como já falamos anteriormente, o SEO trata-se de uma série de estratégias específicas para conseguir bons resultados em mecanismos de busca. Por isso, existem diversas ferramentas na área com diferentes objetivos, como: 

Ferramentas de Análise

Analisar campanhas e resultados são outras ações trabalhosas quando não se tem ferramentas que auxiliem e permitam uma visualização mais detalhada. Nesse caso, temos duas ótimas referências: 

Ferramentas de CRO

Entender as conversões do seu site e de sua estratégia online como um todo é essencial. Algumas ferramentas que possibilitam isso são:

Ferramentas de Automação

Usadas para integrar sua estratégia, enviar emails, gerenciar suas leads e facilitar o contato entre marketing e vendas. As ferramentas de automação também permitem a criação de testes A/B, organização de fluxos de trabalho etc.

Salientando que existem diversas outras ferramentas para ajudar em outras frentes, como na gestão de redes sociais, análise de concorrência, e-mail marketing, e muitos mais. 

Livros de marketing digital que você precisa ler

cientista do marketing digital

Bom, se você quer entender e se especializar nessa área, nada melhor do que aprender com que é referência no assunto, não é? Por isso, trouxemos algumas dicas complementares de livros que serão úteis na sua trajetória nesse meio. 

The End of Marketing as We Know It – Sergio Zyman 

O fim do marketing como nós conhecemos é uma obra de Sergio Zyman, duas vezes czar do marketing da Coca-Cola e hoje provavelmente o mais famoso profissional – e o maior contestador – de marketing do mundo.

Na obra, o autor revela as táticas e estratégias de marketing, contra intuitivas e muitas vezes provocativas. Entretanto, que ajudaram a aumentar o valor de mercado da empresa para cento e noventa e três bilhões de dólares em apenas cinco anos.

Data de publicação: 7 de novembro de 2000. 

O livro The End of Marketing as We Know It está disponível para venda na Amazon, e possui nota 4,3 de 5 na avaliação de mais de 35 leitores no e-commerce. 

Marketing 4.0 – Philip Kotler 

Escrito por Philip Kotler, em coautoria com Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan, o livro trata da nova abordagem do Marketing. Ou seja, refere-se aos impactos dos avanços tecnológicos nas formas de comunicação entre organizações e consumidores. Assim, ocasionando o aprimoramento da jornada de compra do cliente e maior foco no ser humano.

Data de publicação: 8 de agosto de 2017. 

O livro Marketing 4.0 está disponível para venda na Amazon, e possui nota 4,8 de 5 na avaliação de mais de 3100 leitores no e-commerce. 

A Bíblia do Marketing Digital – Cláudio Torres 

Quase um guia prático de formação em Marketing Digital. A obra é baseada em anos de experiências e pesquisas desenvolvidas acerca do assunto pelo autor, o renomado consultor e especialista em mídias sociais, Cláudio Torres. 

Data de publicação: 22 de novembro de 2018.

O livro Bíblia do Marketing Digital está disponível para venda na Amazon, e possui nota 4,4 de 5 na avaliação de mais de 100 leitores no e-commerce. 

Cientista do Marketing Digital – Dener Lippert 

O livro do CEO da V4 Company – maior assessoria de marketing digital do Brasil -, fala sobre um universo de possibilidades e de conexão instantânea com seus clientes. 

Abordando assim o método V4, os erros mais comuns ao planejar uma campanha de marketing digital e como o profissional de marketing pode ir além do operacional e desempenhar o papel estratégico no negócio em que atua. 

Data de publicação: 10 de abril de 2021. 

O livro Cientista do Marketing Digital está disponível para venda na Amazon, e possui nota  4,6 de 5 na avaliação de mais de 440 leitores no e-commerce.

Hacking Growth – Sean Ellis e Morgan Brown

Neste livro, os autores explicam todos os fatores que envolvem o funcionamento dessa poderosa ferramenta. Dentre eles: o ciclo de análises, formação de equipes multidisciplinares, product market fit e o uso dos hacks (aquisição, ativação, retenção e monetização).

Data de publicação: 13 de novembro de 2018

O livro Hacking Growth está disponível para venda na Amazon, e possui nota  4,7 de 5 na avaliação de mais de 600 leitores no e-commerce.

Isso é Marketing – Seth Godin

Seth Godin fala sobre a importância de encontrar seu menor público viável e entender sua cosmovisão. Além disso, dialoga sobre a importância dos adotantes iniciais para o sucesso do seu negócio, sobre como fazer o melhor para o cliente, usando a empatia e a generosidade.

Data de publicação: 17 de junho de 2019.

O livro Isso é Marketing está disponível para venda na Amazon, e possui nota  4,7 de 5 na avaliação de mais de 890 leitores no e-commerce.

V4 Company: a maior assessoria de marketing digital do Brasil 

Se você chegou até aqui, ótimo! Você realmente está interessado em saber tudo sobre o assunto, como por exemplo: quem é a referência nessa área no Brasil? E isso podemos te explicar facilmente. 

Fundada em 2012, a V4 Company está completando 10 anos de atuação no mercado de marketing digital. Contando, hoje, com mais de 5 mil projetos executados e 200 franquias espalhadas pelo país.

Assim, nossa Assessoria de Marketing Digital busca, através de um método próprio, fazer com que nossos clientes vendam seu produto, mais vezes, para mais pessoas e pelo maior valor. 

Quer entender mais sobre marketing digital e como a V4 Company virou referência na área? Então acesse a rede social V4 da sua preferência e acompanhe novidades e conteúdos de qualidade em diferentes formatos.


A V4 Company está no Linkedin, Instagram, Facebook e Tik Tok. Além disso, produzimos conteúdos exclusivos sobre marketing digital para o Youtube e contamos com o podcast ROI Hunters em parceria com  Infomoney.

Deixe seu Comentário

email marketing v4 company

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos posts diretamente em seu email